A PALAVRA DO EDITOR

Com um fio do teu cabelo
O meu pescoço enlacei
A outra ponta amarrei
Numa folha de cebola
Não havia outra escolha
Pra decisão que tomei
Subi nos meus calçados
E vigorosamente pulei
Caí, morri, ao pó misturei
Coração, doído, angustiado
Troncho de amor por você

Nem sei se você fé deu.

4 pensou em “MORTE TRÁGICA

  1. Trágico. Por isto detesto cebola . Só arrisco comer com tempero completo de pote . Mas aquele pote de alho e cebola tá fora !. Ainda bem que o cabelo da minha sen, digo consorte é curto .

    • Obrigado meu dileto amigo joaquimfrancisco, pela leitura e pelo generoso comentário. No caso específico eu gostaria de fazer algumas considerações: Felizmente cebola é meu tempero predileto, não fosse isso talvez minha morte tivesse sido muito pior, Com relação a minha amada, não a chamo de consorte por não acreditar que ela teve sorte alguma, acredito até que a sorte foi minha .rsrsrsrsrsrs.

      Um abraço mano véio.
      Itaerço
      Imperatriz-ma

    • Meu querido amigo Assuero. Sinto-me feliz em saber-me lido e comentado por você. Com relação aos dizeres, apesar da minha morte acho que consegui me fazer entender.

      Um forte abraço meu amigo
      Itaerço
      Imperatriz-ma

Deixe uma resposta para Assuero Cancelar resposta