CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Nobre Editodos,

venho aqui lamentar dois fatos: o primeiro é que nessa quarta-feira, 29/Set, não teremos reunião no Cabaré do Berto.

Infelizmente, eu estarei com aula no horário das 19h às 21h30 e, por ser um projeto de extensão não tem como suspender ou adiar.

A segunda questão é que estou sentindo que o Cabaré está atingindo um nível de fragilidade que dá pena. Acho que tem alguns motivos para isso:

a) a mudança para a quarta-feira, sugerida por uma pessoa que nunca assistiu uma reunião, de certa forma tentou beneficiar professores que tinham aula na quinta/sexta, mas alguns frequentadores assíduos se afastaram (respeita-se, lógico);

b) a limitação do Google em uma hora também causou chatice e eu não pude testar outras alternativas pela falta de tempo, mesmo.

Estou pensando como seguir com o Cabaré, por tudo que ele trouxe para nós colunistas e leitores do JBF ao longo desse difícil ano de 2020.

Vou discutir com alguns colegas sobre isso e verificar o que podemos fazer no modelo para otimizar.

De resto, avise aos frequentadores cabarelistas que esta semana não poderei abrir as portas, embora tenha convidado alguns palestrantes, mas eles ficarão para adiante.

No mais, obrigado e abraços.

R. Meu caro amigo, colunista fubânico e gerente do Cabaré, uma pena que não teremos hoje nosso alegre e participativo encontro semanal.

Mas entendemos perfeitamente suas razões.

E vamos ficar aqui torcendo pra que você resolva as pendências o mais rapidamente possível.

Conte com todo apoio da patota fubânica!

4 pensou em “MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

  1. Prezado Mauricio: você tem razão em suas ponderações. Tenho certeza de que será encontrada uma solução que contemple os interesses de todos. Não podemos perder as sessões do Cabaré. Conte com meu apoio.
    Tenha um bom dia.

  2. Eu havia sugerido que as reuniões cabarelistas fosses às sextas feiras, mas ninguém deu um parecer favorável. Outrossim, falaram que às quintas, tinha a Live do Presidente; Só que essas lives podem muito bem ser vistas depois. Às quartas feiras é extremamente complicadas; É o dia em que eu tenho muitas aulas, reuniões e quando chego em casa, só dá tempo de tomar banho, jantar e ir dormir. Ou, volta as reuniões nas quintas ou faz na sexta, pois é começo de fim de semana e dá pra começar a relaxar no cabaré e depois quem quiser ir pra gandaia, o poderá fazer após a reunião.

  3. Por mim, não teria problemas ser na sexta. Minha dúvida é a disponibilidade das pessoas, dos convidados. Vamos fazer um teste. Na próxima quarta, teremos encontro e na semana seguinte faremos na sexta para experimentar. Abraços Magnovaldo e Maurino

Deixe uma resposta