CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

TIRANDO O FOCO

Toffolinho foi “delatado” mas, Gilmazinho deu um jeito de abafar tudo.

O STF censurou a notícia.

O “consórcio de veiculos de imprensa” G1, UOL, Folha, Globo, Extra e Estadão, ficou calado e apático.

4 pensou em “MARCOS ANDRÉ – RECIFE-PE

  1. Deu resultado pra quem cara pálida ..???!!!

    Eu e uma porrada de brasileiros do bem continuamos sabendo quem sao os maiores calhordas do Brasil…..

    Só não vê quem não quer…..

    Mas temos de aguardar democraticamente para trocar os cafajestes do Congresso e a morte dos atuais sinistros do STF, ou os 75 anos de cada um deles, ou reformular a PEC da bengala ou uma revolta popular….

    • Arthur, o resultado foi o desvio do foco da delação contra Toffole.

      A mídia comprometida sequer tocou no assunto.

  2. Num país que o presidente da Câmara ,que é conhecido como Botafogo numa relação de corruptos, e mesmo assim é entrevistado todos os dias e tratado com se primeiro ministro fosse , sem que nunca lhe perguntem do porque do seu nome estar lista ; de um país que ladrão condenado em 3 instâncias dá entrevista a uma das mais importantes rádios do Brasil , o que se pode esperar além de mortos pelo COVID-19 ?

    • Exatamente, Sr. Airton.

      Existe um organograma bem estruturado pela esquerda (mídia, parlamentares, STF, artistas, “especialistas”, etc), para desconstrução de todo e qualquer ato presidencial.
      O imbecilizante ” consórcio de imprensa ” alardeia tudo que considera “negativo” e omite toda ação benéfica a nação. Para isso, observe, a mídia podre, sempre trás as opiniões das mesmas pessoas: Botafogo, Batoré, Gilmar, Dilma, Gleyce, Freicho, Marco Mello, sindicalistas, num revezamento vergonhoso.

      Como perceberam que o forte do governo são as redes sociais, já armaram uma forma de censura-la, uma vez que, fica fácil averiguar as mentiras da globolixo e puxadinhos.
      O revezamento de “declarações” é estudado, redigido, distribuído e divulgado pelos FDP, imbuídos em sabotar o governo.

Deixe uma resposta