2 pensou em “MARCELO PERAL – BEBEDOURO-SP

  1. Feliz dia dos professores.

    Profissão difícil, mal remunerada, mas bem gratificante.

    Fui professor desde os 16 anos (aulas particulares de matemática) de curso de madureza aos 17 (Paróquia de São Pedro, Cordeiro, Recife-PE) professor no cursinho do DA da Faculdade de Ciências Econômicas (UFPE).

    Lecionei muitos anos no NAI-SEBRAE e em inúmeras Faculdades (graduação e pós-graduação) até 2012.

    Uma alegria muito grande é encontrar ex-alunos me cumprimentando como professor (em vez de ex-professor).

    O trabalho do professor realmente ecoa no tempo.

    Aproveito para homenagear minhas três primeiras professoras: dona Terezinha (minha madrinha) a austera dona Glorinha (com sua palmatória pendente na parede, o pessoal mais velho de Olinda, lembra) e dona Lenira (Colégio Estadual Sigismundo Gonçalves) que me fez gostar de aprender.

  2. É isso. Eu começo a trabalhar antes das 6h e termino depois das 23h. Já não sei mais o que sábado ou domingo. Pra saber a data tenho que olhar na agenda.

Deixe uma resposta