8 pensou em “MAIS UMA MENTIRA DA FOLHA

  1. Entre 44 países pesquisados a Austin Rating identifica que o Brasil de Bolsonaro e Paulo Guedes, tem a quarta maior taxa de desemprego. Deve ser mentira
    Desmatamento na Amazônia segundo o Sistema PRODES – INPE : 13.235 KM2, recorde nos últimos 15 anos. Deve ser mentira
    Segundo João Amoedo (mentiroso) o Brasil gasta:
    R$ 371 bilhões com subsídios
    R$ 223 bilhões com o funcionalismo federal
    R$ 92 bilhões déficit da previdência de servidores e militares
    Seriam R$ 686 bilhões para os eleitos pelo Governo Federal para receberem os privilégios enquanto a enorme maioria dos brasileiros paga impostos que sustentam essa minoria. Com certeza é mentira.
    Relatório FOCUS do Banco Central (pesquisa entre as instituições financeiras muito mentirosas) reduziu a expectativa de crescimento do PIB 2022 para 0,7%. Sem dúvida é mentira, Paulo Guedes disse que o Brasil está decolando.
    Bolsonaro puniu ou afastou 18 delegados da PF, entre eles: A delegada da Polícia Federal Silvia Amelia da Fonseca foi exonerada nesta terça-feira, 9, do cargo de diretora do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI). A demissão, assinada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, foi vista na PF como uma represália ao processo de extradição do youtuber bolsonarista Allan dos Santos, do canal Terça Livre. É muita mentira, Bolsonaro não interfere no trabalho da PF.
    Inflação de 12 meses até outubro é a mais alta desde 2002. Só pode ser mentira.
    Se você quer ser feliz como Alice leia e escute a Bolsolândia. O resto é tudo mentira.

    • A parte da pandemia foi convenientemente…digamos esquecida pelo alvissareiro crítico do governo. Palmas pela serenidade, mas, lhe pergunto: sempre fôste assíduo empilhador de dado (negativos) do governo ou só agora que o “Bozo” germicida chegou ao poder?
      Se tiveres os dados dos tempos de Lulaland e Dilmaland, jogue aqui. Será interessante compararmos!!

      • Nem é bom falar em pandemia, não é mesmo? Os números do Brasil do Ministro Pazuelo e sequência são muito tristes. Melhor respeitar as mais de 600 mil mortes, que até hoje não mereceram, por parte do Presidente da República, nenhuma mensagem de condolências. Sei que vão dizer que Bolsonaro não é culpado, quem mata é Deus. Era assim que o cangaceiro Lampião também falava, ele não matava ninguém só apertava o gatilho, quem matava era Deus.

    • C. Eduardo de vez em quando dá uma sumida.

      Vamos lá: empregos (dados do Caged)
      2019 – 644 mil novos empregos
      2020 – 76 mil novos empregos (pandemia)
      2021 – 1,5 mi no 1º sem e projeção para mais de 3 mi no ano, mesmo com a pandemia. Recorde de empregos.

      A pandemia acabou com o serviço de muitos informais, que agora procuram empregos, o que mantém a taxa sem alterações.

      Inflação: na época da Dilma foi maior e não tinha pandemia, nem inflação mundial, portanto é falácia dizer que é a maior desde 2002.

      Gastos do Brasil: subsídio não é gasto e sim renúncia fiscal (sou contra eles). Se tirar todos eles haverá um desequilíbrio econômico e não haverá a arrecadação imediata correspondente.

      Gasto com funcionalismo não pode ser alterado de imediato e sim com reformas. Está no congresso.

      Déficit da Previdência. Bolsonaro fez uma reforma que em 30 anos ninguém ousou fazer. Mesmo com o Nhonho atrapalhando.

      O Jornalista Allan dos Santos é um perseguido político, não cometeu crime algum a não ser expressar sua opinião. A Delegada citada era subordinada ao Min. Justiça e não comunicou a este o pedido do Min. Alexandre de Moraes antes da emissão do pedido de prisão ilegal. Perdeu o cargo, que era de confiança.

      Tanto é ilegal o pedido, que os EUA não irão extraditar um preso político.

      Previsão de crescimento para 2022. As previsões sempre começam bem baixas no início dos anos, depois vão se ajustando para cima. tem sido assim nos últimos 3 anos.

      Assim até eu.

  2. bom mesmo é o governo de esquerda que arrombou o brasil , que fez obras em cuba na africa e em paises da america do sul , tudo devidamente em acordo com construtoras brasileiras , que colocou uma anta na presidencia da republica e que enrriqueceu um bando de filhos da puta , porque não analisa e escreves algo a respeito , tens má fé porque sabes que o governo bolsonaro governou na pandemia que tornou tudo mais dificil.

    • Eis Francisco Pereira respondendo ao C Eduardo.

      Complemento apenas: o C Eduardo busca sempre números que possam denegrir a imagem do governo, bem diferente de Sancho, que em seus PS de suas crônicas sexta-“ferinas” elenca tudo de positivo que ocorre com tal governo durante a semana.

      Ambos encontram números para transformar o autal governo em algo maravilhoso ou terrível. Digo sempre se torturarmos os números eles confessam tudo que queremos.

      O C Eduardo insiste da lenga-lenga de que temos diante de nós o pior governo do mundo enquanto Sancho diz que temos um excelente governo, MUITO PREJUDICADO pela má vontade da mídia, de alguns poderes da República, da oposição, dos apaixonados pelas coisas da esquerda e por aqueles que possuem uma má vontade danada em ver o Brasil melhorar.

      Se compararmos o atual governo e os integrantes que o compoem com governos anteriores e as pessoas que neles estiveram, o governo de JMB dá de goleada.

      Infelizmente, somado a toda a rejeição de alguns que perderam as tetas as nação, veio uma pandemia que muito prejudicou ao governo e a todos os brasileiros.

      • Noticia do mentiroso “Relatório Reservado”
        O vice-almirante da Marinha Hugo
        Cavalcante Nogueira, presidente da
        Casa da Moeda, tem feito campanha
        no governo pelo retorno do Sicobe
        (Sistema de Controle de Bebidas),
        sistema de rastreabilidade da produção de cervejas e refrigerantes no
        Brasil, cujos selos eram produzidos
        pela estatal. Extinto em 2017, o sistema rendia cerca de R$ 1,5 bilhão em
        receita anual para a Casa da Moeda.
        Nogueira tem como um potencial aliado à causa o ministro Paulo Guedes,
        ávido para aumentar a arrecadação
        fiscal. O Sicobe matava a sonegação
        na indústria de bebidas na fonte.

        Esse é o governo que prometeu privatizar, desburocratizar, reduzir impostos, tirar o governo do cangote dos empresários. Generais e almirantes incompetentes em todos os cargos, tudo aparelhado e tome impostos. Para quem prometeu privatizar a Casa da Moeda…

Deixe uma resposta