DEU NO JORNAL

Leandro Ruschel

Deixando claro que sempre esteve ao lado dos terroristas do Hamas, o descondenado Lula acusou Israel de cometer um genocídio na Faixa de Gaza:

“Não é uma guerra, é um genocídio que já matou quase 2 mil crianças que não têm nada a ver com essa guerra, são vítimas dessa guerra. E sinceramente, eu não sei como um ser humano é capaz de guerrear sabendo que o resultado dessa guerra é a morte de crianças inocentes.”

Apesar de não ter citado diretamente Israel, o fato dele ter usado o número de 2 mil crianças deixa claro que ele se refere aos supostos mortos na Faixa de Gaza, pois esse foi o número divulgado pelo ministro da Saúde de Gaza, controlado pelo grupo terrorista Hamas.

Hamas defende abertamente o genocídio de judeus, e deixou claro a posição ao assassinar 1.400 civis israelenses, muitos deles torturados e estuprados antes de serem mortos.

Israel não alveja civis, que são utilizados pelos terroristas como escudos humanos. Se Israel de fato quisesse eliminar o povo palestino, ele nem existiria mais, dado o poderio militar dos israelenses.

Na verdade, a população palestina foi multiplicada por cinco desde os anos 60.

Pra variar, o descondenado MENTE, e ofende de forma grave o povo judeu, esse sim vítima de um dos maiores genocídios da história, promovido pelos nazistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *