AUGUSTO NUNES

Evo Morales prova que, na Bolívia, o que está ruim sempre pode piorar

“Hoje recuperamos a democracia. Recuperamos a pátria. Recuperaremos a estabilidade e o progresso. Recuperaremos a paz. Devolveremos a liberdade e a dignidade ao povo boliviano”.

Evo Morales, o Lhama de Franja, ex-presidente da Bolívia, ao comentar no Twitter a vitória do candidato Luís Arce, confirmando que, no país vizinho, o que está ruim sempre pode piorar.

4 pensou em “LADEIRA ABAIXO

  1. Como não podia deixar de ser ou acontecer, o Brasil continua paradigma da América Latina, como bem reconheceu o “maledetto” Ulysses Guimarães, profundo conhecedor da marginalidade nacional e latino-americana, ao vaticinar o processo de degradação que nos atinge, com o congresso nacional como comissão de frente, neste desfile macabro.

  2. As esquerdas recuperam-se, a duras penas, graças à ignorância pantagruélica da direita burra, desumana e mitologicamente grotesca, que despertou no povo seus instintos bestiais cujos os quais se voltam contra ele próprio, comendo o pão que ele mesmo, o povo, amassou.

  3. A esquerda revolucionária e retrógrada está presente na América Latina desde o descobrimento. Não é à toa o atraso em relação a América do Norte. E o clichê do “Imperialismo Americano” permanece vivo com o intuito de culpar os americanos do Norte pelo fracasso dos países latins americanos. Isto ainda vai durar por e muitos e muitos tempos, produzindo caudilhos e lideranças populistas. Pobre América Latina!

  4. Nossinhora.

    Agora a Bolívia vai ver o que é um esquerdista com raiva e ódio. O Luís Arce, boneco de mamulengo do índio de araque vai chegar com gana, com baba nos beiços e olhos vermelhos de sangue para fazer terra arrasada, como o Fernandez está fazendo na Argentina. Se os cachorros da Bolívia forem um pouco mais espertos que os da Venezuela, eles sobrevivem, se não, vão virar almoço da bugrada de lá. Estava fazendo um cálculo, será que fica muito caro um muro de 4,5 metros de altura que pode separar a fronteira oeste do glorioso Mato Grosso do Sul, até o Acre, daquele país? Porque o que vai ter de chollos fugindo para cá não vai ser brincadeira.

Deixe uma resposta