CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Prezado, Papa Berto,

eis mais um cordel de minha autoria.

O POLO INDUSTRIAL DE GOIANA

De origem canavieira,
Desde a colonização,
A Zona da Mata Norte
Sai dessa estagnação.
E a cidade de Goiana
É líder pernambucana
Nessa grande evolução.

A industrialização
Chega, enfim, à Mata Norte.
Goiana, como destaque,
É quem dá esse suporte.
Ao invés do canavial,
Tem um Polo Industrial
E empresas de grande porte.

Mudou-se o rumo da sorte
De muitas outras cidades,
Que para gerar empregos
Sentiam dificuldades.
Quatorze pernambucanas
Mais cinco paraibanas
Ganharam oportunidades.

Conde tem atividades
E Caaporã quer mudança,
Com Camutanga, Ferreiros,
Timbaúba e Aliança.
Araçoiaba e Condado,
Com Itaquitinga, ao lado,
Itapissuma se lança.

Pedras de Fogo avança,
Com Itambé e Paulista.
Juripiranga e Alhandra
Têm lucro nessa conquista.
De Igarassu pra cá,
Temos Itamaracá
E Abreu e Lima na lista.

Esse perfil progressista
Há muito foi demonstrado,
Com a Ponsa, hoje Klabin,
No papelão ondulado.
Com sua Cal hidratada
A Megaó, afamada,
É líder nesse mercado.

Agora esse “eldorado”
Vem do Polo Automotivo,
Do Polo Farmacoquímico,
Que é bastante expressivo,
E também nesse canteiro
Temos o Polo Vidreiro
Que é forte e competitivo.

De modo associativo,
O setor industrial,
Aliado ao poder público,
Fez o trabalho ideal.
Desde incentivos fiscais,
A formar profissionais
Na mão-de-obra local.

De cunho profissional
Foi instalada em Goiana
A desbravadora Escola
Técnica Pernambucana.
Formando profissionais
Que não seguirão jamais
Dentro das palhas da cana.

Nos grupos que o polo emana
A Fiat, que é maior,
Atraiu outras empresas
Que trabalham ao seu redor.
Com a vinda da montadora,
A Goiana promissora
Se tornou muito melhor.

De porte um pouco menor,
Dezesseis fornecedores,
Conhecidos Sistemistas,
Fazem com operadores,
Pneus, rodas, chaparias,
Peças pra carrocerias
E pra arrefecer motores.

São grupos transformadores
Que nesse solo fecundo
Montaram um Polo de Indústrias
Para um avanço profundo.
Numa visão realística,
Temos a automobilística,
Das mais modernas do mundo.

E no tema que difundo,
Lidera o grupo vidreiro,
A grande fábrica Vivix,
De capital brasileiro.
Empresa de vidros planos,
Que gera todos os anos
Empregos pro polo inteiro.

No Brasil é o primeiro
Em Biotecnologia,
O Polo Farmacoquímico,
Que hoje Goiana sedia.
Tendo à frente a Hemobras,
Já deixou muitos pra trás,
Em tal tecnologia.

Remédios pra hemofilia
Vêm dos hemoderivados.
Pra câncer, cirrose e aids,
Lá também são fabricados.
À base de albumina
E da imunoglobulina,
Não serão mais importados.

Dez mil empregos gerados
Movimentam a economia.
Desde os hemoderivados
Aos que o vidreiro cria.
Só na montagem de Jeeps,
São feitos pelas equipes
Quase mil carros por dia.

Há poucos Goiana é via
Do boom de prosperidade
E para muitos um sonho
Se tornou realidade.
Com pais nos canaviais
Os filhos não seguem mais
Dentro dessa atividade.

Mostraram capacidade
E, de forma afirmativa,
Viraram profissionais
A quem devemos dar viva!
Hoje com suas bagagens
Muitos estão nas montagens
Da indústria automotiva.

Na boa perspectiva
Da Goiana industrial
Muitos jovens investiram
Na vida profissional.
Para que isso se desse
O nobre Sistema S
Foi sempre primordial.

No ramo educacional,
Para capacitação,
Sesi, Sebrae e Senai
Fizeram a preparação
E os jovens capacitados
Hoje se encontram engajados
Nas linhas de produção.

Apesar da automação
Das áreas industriais,
Precisamos dos humanos
Em áreas primordiais.
Pros setecentos robôs
Que a montadora já pôs,
Tem que ter profissionais.

E foram jovens demais
Com horas de treinamentos,
Nessas capacitações
Buscando aprimoramentos.
Estudando muitos temas
Alguns exportam sistemas
E também conhecimentos.

Muitos empreendimentos
Procuraram o dinamismo,
Como o comércio de bens,
Os serviços e o turismo.
Para a modernização
Também buscam a evolução
No empreendedorismo.

Pelo seu pioneirismo
No meio desse processo,
Hoje Goiana é o polo
Para todo esse progresso.
Das vitórias obtidas
A transformação de vidas
É o seu maior sucesso.

Recife, 26 de julho de 2020.

Deixe uma resposta