ALEXANDRE GARCIA

Supremo

Supremo se preocupa mais com bandidos do que com policiais

Eu fico boquiaberto. Já foi por causa do Supremo que a bandidagem do país inteiro foi para o Rio de Janeiro, as lideranças, para se abrigarem lá, no santuário criado pelo ministro Edson Fachin e endossado pelo Supremo como um todo.

Por razões sanitárias, a polícia não pode entrar, salvo em situações excepcionais, nos morros, nas favelas e nas comunidades. E aí concentrou a liderança do crime do país inteiro no Rio de Janeiro para se proteger no santuário.

Aí a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Bope, Polícia Federal , numa operação bem planejada, pegou os caras e apreendeu 24 fuzis potentes dos bandidos, além de granadas e pistolas. Resistiram e morreram. Agora o presidente do STF, Luiz Fux, quer saber o que foi que aconteceu, como é que os bandidos morreram. Eu fico curioso para saber se fosse o inverso. Se morressem policiais e não os bandidos. É incrível a inversão.

Eu acho que o Estado é responsável sim por esse motorista que foi preso pela Polícia Rodoviária Federal no Sergipe, posto no porta-mala de uma viatura e morreu. Talvez asfixiado, talvez por respirar dióxido de carbono que saía do escapamento estragado e entrou na cabine do veículo, sei lá. Aí o Estado é responsável.

Agora, a polícia vai prender bandido e o bandido resiste, e aí tem gente que fica do lado do bandido? Eu fico boquiaberto pelo caráter de quem faz isso. Eu não consigo entender.

* * *

O povo nas ruas com Bolsonaro

Talvez animado com aquela argentina dona de restaurante, Ciro Gomes disse que os seguidores do presidente Jair Bolsonaro são “nazistas e fascistas”. Disse em entrevista a uma rádio de Campinas. Engraçado, porque fico vendo as imagens de Bolsonaro sendo recebido em Coronel Fabriciano, na região do aço em Minas Gerais. Ele desceu no aeroporto de Ipatinga.

Havia muita gente na rua, era bonito de ver o entusiasmo das pessoas. Ele foi entregar 500 domicílios para famílias de baixa renda. O interessante é que, a maior parte das chefes de família, eram mulheres, mais de 400 mulheres em 500 entregas. Tinha também idosos e cadeirantes beneficiados, mas a recepção a Bolsonaro… a gente olha para a aquelas pessoas, o rosto delas, e pensa como Ciro Gomes pode achar aquelas pessoas nazistas e fascistas.

Bolsonaro esteve também na Federação das Indústrias de Minas Gerais, na posse da nova diretoria, e lá se encontrou com o governador Romeu Zema, que é candidato à reeleição. Bolsonaro disse que está quase “casado” com Zema. Vai apoiar nas eleições, certamente. Minas é o segundo colégio eleitoral do país, só perde para São Paulo em número de eleitores.

E essa visita aconteceu no mesmo dia em que Alexandre Kalil, que foi prefeito de Belo Horizonte, foi a São Paulo para tirar uma foto com Lula e selar um acordo em que os dois se apoiam. Kalil quer ser governador também. Ele foi lá, inclusive levando o nome do vice. Quem ganhar em Minas Gerais e São Paulo certamente já estará com meio caminho andado. É a eleição sendo tocada.

* * *

Visita aos EUA

Bolsonaro vai a Los Angeles em junho se encontrar com o presidente americano Joe Biden na Cúpula das Américas. Estava havendo um certo boicote ao evento, pois parece que não convidaram Venezuela e Cuba. Mas Bolsonaro vai e pode significar uma reaproximação com os Estados Unidos, já que Bolsonaro torcia pela reeleição de Donald Trump.

Biden está mandando uma nova embaixadora para o Brasil e mandou um emissário para conversar com Bolsonaro. Por isso tudo há perspectivas de uma aproximação maior entre o líder da América do Sul e um dos líderes do mundo. Biden está mandando até na Europa agora. Mandou a Ucrânia botar míssil apontado para Moscou, só que Moscou não gostou. Assim como os americanos não gostaram quando Moscou mandou mísseis para Cuba, em 1962.

2 pensou em “INVERSÃO DE VALORES

  1. A ação das Polícias nos morros do RJ mostra a total inversão de valores da esquerda. Mas isso tem método, pois com a bandidagem fortalecida fica melhor para eles conquistarem o poder. Desde a década de 80 já havia esta conexão.

    O que ocorreu com os agentes da PRF em Sergipe foi uma tragédia. Talvez com alguma conexão com o andarilho do Ceará que matou dois agentes. Mas não justifica nada. Devem responder exemplarmente por isso.

    A Carrocella, a Joice, o Ciro estão atacando ferozmente os eleitores do Bolsonaro para estigmatizá-los como radicais. Não deu certo em 2018, não dará agora. o Efeito é contrário.

    E quem diria em? Biden chamar Biroliro para tentar salvar a cúpula das américas. JB tem que ir lá e dizer que não vai aceitar a embaixadora que Bidê enviou. Lacradora que quer fiscalizar a nossa Amazônia

Deixe uma resposta