GONZAGA – JOINVILLE-SC

Grande editor da mais renomada e escrota gazeta internética do planeta e, como diria Dilma, porque não da galáxia.

Gostaria de saber se este tal Pio IX receberia nosso Lapa de Corrupto como fez o argentino.

Se publicar, fica o alerta aos católicos.

R. Meu caro, eu gostaria que os argutos leitores fubânicos me informassem se esse papa aí da ilustração falou isto mesmo.

O lulista Ceguinho Teimoso, PhD em feiquinius, bem que poderia me ajudar nesta dúvida.

Bom, de qualquer forma, o fato é que se Sua Santidade Pio IX falou isto, acertou em cheio.

Se não falou, acertou do mesmo jeito!!!

4 pensou em “GONZAGA – JOINVILLE-SC

  1. Quando os catolicos sérios, esses que tem fé, se derem conta da merda toda que esse Chiquinho está fazendo, aí será tarde. Por mim, to nem aí, até dou força. A Igreja Catolica Ambrosiana Romana que se lasque, se é o que querem…

  2. Esta é a profecia de S. Malaquias sobre o 112º e último Papa, que é o Bergóglio:

    “Pedro, o Romano,
    Que pastoreará suas ovelhas em muitas tribulações.
    E quando essas coisas acabarem,
    A cidade das sete colinas será destruída,
    e o Temível Juiz julgará seu povo.
    Fim”

    Francisco de Assis se chamava Francisco Pedro e seus antecessores eram de Roma.

    A cidade das sete colinas é Roma.

    Boa coisa não sairá daí.

  3. Berto sentiu o cheirinho de fake e com razão.
    Tudo indica que isso aí é fake, táoquei?
    Tem gente que se deu ao trabalho de pesquisar:
    “Se um futuro papa ensinar algo contrário à fé católica, não o sigam” – essa sentença tem sido compartilhada à exaustão por católicos que se acham no direito de contestar publicamente o papado de Francisco. Eles dizem que o Papa Pio IX escreveu isso em uma carta ao “bispo Brizen”, no século XIX.
    Examinei o assunto e não encontrei sequer uma fonte decente para essa citação espúria de Pio IX.
    Pra começar, durante o papado de Pio IX, nunca houve um bispo com esse nome! Você pode conferir por si mesmo pesquisando por “Brizen” no site Catholic Hierarchy.
    Alguns alegam que pode ser que, na verdade, a carta do papa era direcionada ao bispo da diocese de “Brixen”, no norte da Itália. Assim, um erro de digitação teria causado a confusão…
    Pode ser. Ainda assim, até agora nunca vi ninguém citar uma referência respeitável. Então, tenho todos os motivos para ser cética quanto à sua veracidade.
    Veja que interessante: a única fonte a que os tradicionalistas recorrem para tentar conferir autenticidade à suposta frase de Pio IX é um livro que ataca o catolicismo: In His Name, de E. Christopher Reyes.
    O livro In His Name é um amontoado de ataques clichês e caluniosos contra a Igreja Católica. Tem até um capítulo com a velha historinha de que os católicos defendiam que a Terra era plana! Pra vocês verem o nível do “peskizadô”…
    Católicos abestados que se acham super intelectuais usando o livro de um autor anticatólico e fuleiro para atacar o papa? Temos!
    Católicas da “seita da saia” – que cuidam da modéstia do traje mas esquecem da modéstia da língua – usando o livro de um autor anticatólico e fuleiro para atacar o sucessor de Pedro? Temos!
    Um nome de mais respeito (por suas credenciais acadêmicas) que vi citando a suposta frase de Pio IX foi o teólogo Kelly Bowring. O problema é que, assim como Reyes, o Dr. Bowring também não indica de qual cartola tirou a frase. A sanha de atacar o papa é tamanha que até mesmo um doutor usa uma frase tirada de internet, sem verificar nem citar nenhuma fonte!
    Se a carta ao “bispo Brizen” existe mesmo (ou ao bispo de Brixen), seria interessante desenterrá-la, para que seja possível conferir o seu CONTEXTO. Até que alguém aponte alguma fonte autêntica, porém, é simplesmente patetice usá-la como argumento para atacar o Papa Francisco.
    Como bem disse um amigo meu (L. F. Nanini), “Se aparecer alguém com frases de papas ou santos dizendo para não seguir algum papa, peça a fonte na hora… De 80 frases do tipo 78 são fakes e as 2 restantes são tiradas de contexto”.
    Não sei o nome do autor da pesquisa, retirei o texto de A Catequista.

Deixe uma resposta