CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Sr. Editor:

Ontem a militância esquerdinha fez muita badalação com o tal “Dia da Consciência Negra”.

Mas esqueceram de lembrar que o deputado mais votado do Brasil foi o Hélio Negão, do Rio de Janeiro, em quem eu votei.

O fato foi solenemente ignorado pela imprensa brasileira e pelos manifestantes.

Será porque, ao invés de mortadela, ele gosta mesmo é de comer um bom espetinho ao lado de boa companhia?

2 pensou em “FLÁVIA M. CORRÊA – NILÓPOLIS – NILÓPOLIS-RJ

  1. Sei não ! .
    Será que este malvado e misógino Bozo , não teria dado a ideia ao subtenente de tomar um banho de tinta para ser eleito por boa parte da comunidade negra ?.
    Mesmo porque segundo os esquerdopatas , o deputado deve ser branco dos olhos azuis .
    Ou seria um negro de alma branca ?
    Ou talvez um negro de primeira linha , como se referiu o Burroso ao “elogiar” o Ministro Joaquim Barbosa ?.
    Vou me interar do que diz minha consciência sem ciência e sem máscara alguma .

  2. Só um aviso à esquerdalha: Vamos acabar com essa palhaçada de “consciência negra”, “o negro vítima” e blá, blá blá. Vão tomar no meio do cú seus filhos da puta. Não existem negros, brancos, amarelos, etc, o que existe são seres humanos e se houve um tempo desses, devemos guardar para aprender a não cometer mais esse erro. Mas como sempre, falar para essa trupe é a mesma coisa do que lavar cara de burro com sabonete. Vagabundos.

Deixe uma resposta