A PALAVRA DO EDITOR

Encantou-se no dia 8 passado, terça-feira, um grande artista popular nordestino, o pernambucano Edmilson do Pife, radicado em Caruaru.

Jovem, com apenas 60 anos de idade.

Ele estava andando no centro da cidade, sofreu um ataque cardíaco e viajou antes do combinado.

Só ontem é que tomei conhecimento deste triste fato.

Como ele não morreu de Covid, a notícia não mereceu destaque, nem foi manchete na imprensa funerária local.

Atualmente os jornalisteiros da agourenta mídia banânica só dão notícias de mortes causadas pela pandemia.

As outras causas, que matam muito mais gente que o Covid, simplesmente não existem mais.

Por isso eu só fiquei sabendo do encantamento de João do Pife uma semana depois.

E fique sabendo por acaso, futucando o noticiário estadual.

Autor de centenas de composições, Edmilson começou a tocar o instrumento que o consagrou com apenas oito anos de idade. E chegou a gravar mais de 20 discos em 50 anos de carreira.

No ano de 2008 (já lá se vão 12 anos…) mandei buscar Edmilson e sua banda lá em Caruaru, pra participar de uma cachaçada da vagabundos que vieram comemorar meu aniversário aqui em casa.

Descanse em paz, seu cabra!!!

1 pensou em “EDMILSON DO PIFE, UM ARTISTA ARRETADO

  1. Na minha infância em Lajedo/PE eu ouvi muito o Edmilson. Ele residia, na época, no Povoado de Imaculada e se apresentava com sua família nas festas e noutros eventos. Era um grande artista e sempre que o encontrava na Capital do Agreste era uma alegria e lembrava-mos dos tempos alegres em Lajedo. Que o Grande Arquiteto do Universo o ilume é o tenha em lugar de destaque no Reino Celeste.

Deixe uma resposta