DEU NO JORNAL

Rodrigo Constantino

O governador de São Paulo, João Doria, ficou feliz de receber um elogio do condenado Luís Inácio Lula da Silva, a ponto de compartilhar a mensagem:

Para tudo há um limite, governador. Ou deveria haver. Nada que vem desse bandido presta, e jamais ele deve ser referência para qualquer debate sério. O governador, pelo visto, quer acenar à turma de esquerda, mostrar que está disposto ao diálogo, mas isso é um tiro no pé…

É fundamental entender que um elogio de Lula é um demérito, algo que mancha nossa reputação, que deveria nos levar a rever nossas ações. Até porque o elogio em questão é a uma atitude bem questionável e autoritária. Mas acho que uma vez tucano, sempre tucano…

No afã de isolar Bolsonaro, os “radicais de centro” se unem ao que há de pior na extrema esquerda. Compartilham mensagens do “economista” de Ciro Gomes, ou até mesmo de Lula! Recusam-se a criticar militantes de esquerda disfarçados de jornalistas, que batem panela contra o presidente. Puxam hashtags de mãos dadas a Freixo e a turma do PSOL. Perderam a mão!

A passagem de pano nas bobagens de Vera Magalhães, por exemplo, chegou a um patamar tão absurdo que para certos “conservadores” não há mais um viés geral de esquerda na imprensa brasileira. O que sempre foi óbvio para conservadores virou “pluralidade” agora, como vemos nesse comentário raso, com o perdão pelo trocadilho:

E ainda dizem que eu mudei… Uma amiga veio alertar que estou atraindo gente ruim, pois recebi “elogio” até de Olavo de Carvalho. Mas eu não fico orgulhoso disso e não compartilho. E olha que Olavo não é um criminoso responsável pela destruição do Brasil. É só um radical desbocado que criou uma espécie de seita.

Já Doria fica feliz de deixar diferenças de lado e compartilhar elogio de Lula! Do bandido Lula! Do petista que é companheiro dos piores ditadores do mundo! E, como resultado, temos apenas o silêncio no parquinho dos “radicais de centro”…

Guilherme Fiuza resumiu com perfeição a coisa:

Gente, não é hora de expor discordâncias com a ditadura comunista chinesa! Não é hora de expor discordâncias com Lula, com Freixo, com Boulos! Não é hora de apontar para o viés escancarado de militantes disfarçados de jornalistas! Não entenderam que é hora de só atacar Bolsonaro?

9 pensou em “DORIA NÃO DEVERIA SE ORGULHAR DE ELOGIO DE LULA

  1. Isso é o mesmo que tomar banho no Tietê. Só pode mesmo ser o último grau de desespero de um enganador.
    “Asinus asinum fricat”

    • “El hecho de que muchos políticos sean unos mentirosos no es solamente un reflejo de ellos, es también un reflejo de nosotros. Cuando las personas quieren lo imposible, solo un mentiroso lo puede satisfacer.” Thomas Sowell

  2. O Doriana acha que chegou ao fundo do poço e vai pedir corda ao criminoso mais nojento que possa existir como ser inumano.
    Talvez morram enforcados, na própria corda, se acharmos eles antes.

    Mas é bom….. vão morrer abraçados, junto com a canalhada do congresso e do STF.
    Quem sabe a gente acha eles antes e enchemos todos de porrada…….

    O Caco Barcelos sentiu, e olha que nao foram tantas porradas assim….. foi mais o susto e a correria…..

    Eles sabem que estao por um fio…..

    Eu vivo rondando aquela escolinha do safado do Gilmar para quem sabe “tomar um cafezinho” com ele e mais um bando de “povo” que ele deve conhecer antes de “partir”….. hihihi

    • ¿pimentorium in anus outrem refrescus est? Alguém sabe o que o Governador e o Prefeito de São Paulo fizeram ou vão fazer por aquele povo abandonado à própria sorte, que vaga pela rua Helvétia, no centro de Sampa, popularmente conhecida como cracolândia?

  3. Deixem de lado as diferenças; centristas, liberais new left, esquerda verde oliva, esquerda raiz, esquerda lulista; uni-vos.

    Do outro lado só tem um Presidente chucro, tosco, que se veste mal, militar, apoiado por sua tropa, anda no meio do povão e por ele é adorado.

    O que acontecerá não está muito longe de se ver.

    • O Goiano vai detestar a parte final, quando o sempre preciso João Francisco escreve: “anda no meio do povão e por ele é adorado”.

Deixe uma resposta