XICO COM X, BIZERRA COM I

Acho que perdi o trem que leva o povo para o céu. Esqueci as rezas todas. Dos tempos em que eu ajudava o Padre Silvio a celebrar missas – fazia-o para agradar a minha mãe, só recordo do momento em que o celebrante, siciliano bonachão, elevava o cálice e eu, num movimento sincronizado, levantava, com uma das mãos, a vestimenta branca usada sobre sua batina, enquanto que, com a outra mão, balançava e fazia badalar um pequeno sino cujo som acompanhava o gesto do sacerdote. Esforçava-me para conter o riso e desviar os pensamentos mais inoportunos que ali me ocorriam.

IN PACE

Padre Sílvio dizia ‘Dominus Vobiscum’ e eu, sem saber o que significava, respondia ‘Et cum spiritu tuo’. E agradecia aos Deuses quando, após a benção, o Padre dizia: – Ide em Paz, a missa terminou, e todos nós respondíamos, em uníssono: Graças a Deus! Hoje mudaram esse ritual de despedida. Na época sabia, de cabo a rabo (perdoem-me a heresia) a Salve Rainha, que louvava a ‘clemente, a piedosa, a doce virgem Maria.’ Também sabia, de cor e salteado, a oração do Credo que dizia ‘creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra’. Hoje, tudo isso perdeu-se na poeira da lembrança. Do ‘Pelo Sinal’ só me resta na memória o ‘Em Nome do Pai’.

VADE RETRO SATANA

Mas vou reaprender tudo de novo pois, mais do que o calor das chamas e do espeto afiado do cão, morro de medo de ter a vida eterna com endereço no Inferno, na vizinhança de gente da estirpe de Malafaia, Edir, RRSoares, Valdomiro, além de alguns outros corretores do céu, mercadores da Fé menos famosos, mas nem por isso menos ofensivos. Vou começar rezando uma Ave-Maria e um Pai Nosso. Será que ainda lembro? Valei-me Nosso Senhor Jesus Cristo!

4 pensou em “DOMINUS VOBISCUM

  1. Gostei que chamasse de “corretores do céu” certos agentes que, pregando o ódio, se apossam do salário dos coitados. Também já fui acólito de missa, mas me afastei muito da religião. excelente o teu artigo.

  2. Pois é, Doutor José Paulo, de coroinha fui promovido (ou rebaixado?) a reles ‘coroa’, que nem rezar sabe mais. O céu ‘tá longe.

Deixe uma resposta