3 pensou em “DEU EMPATE

  1. Para desempatar, a favor do Bolsonaro, vou falar mais um palavrão: pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico

    Pronto! Agora o placar está 33 a 32.

    • Señor editor-chefe Luis Berto Filho,
      Patrazmente eu esava distribuindo “em parcelas” alguns textos para publicação, mas (maldito mas), quando tento enviar o e-mail, recebo a mensagem de que ocorreu um erro e que tenho que tentar mais tarde. “Duzentos mais tardes” recebi da máquina ao tentar enviar duzentas vezes mensagens para publicacão (Porra, esse Pança é muito chato!). Minha centenária esposa disse que já enchi o saco desse editor, que, possivelmente mandou o sistema me bloquear. Esclareci à senhora Pança que não sou chato, sou perseverante!

  2. Essa história dos palavrões do Bolsonaro tá estranha! O pessoal tá fazendo umas co-relações que não tem lógica! É melhor dizer palavrão que ser ladrão? É preferível dizer palavrão à vontade do que ser processado? Nunca roubei e não tenho processos, isso me permite sair por aí dizendo palavrões à vontade? Na presença de senhoras e crianças? Melhor seria não roubar, não possuir processos e não dizer palavrões! Ou não?

Deixe uma resposta