XICO COM X, BIZERRA COM I

Lugarzim mió que a Serra do Araripe acho que num tem não. É um ventim bom que só, passarim pra tudo que é lado fazendo zoada bonita, uma Paz de dá inveja ao monge mais calado do convento mais distante. Num fosse a danada da onça … Peeeense num bicho perigoso é a tal da onça! Deuzulive de eu sair daqui pra barraca de Mané do Coco de a pés ou de bicicleta. Vou nada. Nem que seja pru mode eu ficar pôde de rico pro resto da vida eu vou, meu fí. Por aqui tem onça que dá na canela. De todo tipo e qualidade: da pintada, da preta e até duma avermeiada, que é a pior de todas. Dizem que foi uma dessas que estraçaiou Zé do Trovão um dia desse no mei do mato, na estrada pra Santana. Vou não, tem quem faça! Prefiro ficar aqui na minha casinha cuidando dos passarim, das pranta e dos cachorro. Se tiver que ir em Mané do Coco só vou se for de moto. Aí eu vou, porque as bicha tem medo de zoada de moto. Agora pior do que onça é os amigo dela. Ói, amigo da onça é coisa ruim que eu num desejo nem praquele Vereador que prometeu tudo e num truxe nada pra cá. Veja a conversa que eu ouvi de dois cumpade, amigos de Lalêta, aqui na serra:

– Cumpade, se nas tuas andança aparecer uma onça o que tu faz?

– Pego minha espingarda e descarrego todinha em riba dela;

– E se a espingarda faiá?

– Ôxente, puxo minha faquinha e retaio a danada, das urêia até o rabo;

– Cumpade, e se tu tiver esquecido a faquinha em casa?

– Aí num tem jeito: eu me atrepo no primeiro pé de pau que encontrar;

– E se num tiver pé de pau por perto mode tu se atrepar?

– Tá c’a gota, cumpade! Vai te lascar! Tu é meu amigo ou amigo da onça? Vôte!

* * *

Todos os Livros e a maioria dos Discos de autoria de XICO BIZERRA estão à disposição para compra através do email xicobizerra@forroboxote.com.br. Quem preferir, grande parte dos CDs está disponível nas plataformas digitais. Visite nosso site: www.forroboxote.com.br

5 pensou em “CRONIQUETA MATUTA FALANDO DE ONÇA

  1. Dizem que daí veio a inspiração para Péricles, na criação de seu personagem. Mas prefiro a versão de Xico Bizerra. Que é gênio. Abraços lisboetas.

  2. O amigo da onça é sacana com o cumpade.

    Quem lá se viu pôr o bixin numa enrascada dessas?

    Só pode ser o amigo da onça!

    Abraçaço grande poeta Xico por mais essa leveza de prosa.

    • Estimado poeta maior, Xico,

      A mesma coisa faria eu como o mestre fez.

      No meu modo de pensar o sujeito só deve merecer a pena capital ou outra assemelhada se matar alguém, deixar mutilado, com sequela permanente, ou qualquer outro crime hediondo, inafiançável, mas com prisão perpétua, sem direito à regressão da pena.

      A não ser que, com o tempo, por meio de revisão técnica, seja descoberto que o cara seja inocente, ou seja, se foi o cara ou não o autor do delito.

      Mas pena de MORTE! Jamais!!!!

      Forte abraço, Mestre!

Deixe uma resposta para Beni Tavares Cancelar resposta