JOSÉ PAULO CAVALCANTI - PENSO, LOGO INSISTO

Continuo com histórias de livro que estou escrevendo (título da coluna).

* * *

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, poeta. Mandei foto de barco batizado com verso do Poema de 7 Faces. E um bilhete.

– O barco vai navegar
“Mais vasto é o meu coração”
Será livre como o mar
Generoso como o pão
Quem quiser me encontrar
Enquanto a estrela brilhar
Até o dia raiar
Nele serei capitão.

Drummond agradeceu:

– Meu verso num barco – haverá maior prêmio para um poeta? É comovidamente que digo obrigado!!!.

* * *

DIVANE CARVALHO, jornalista. Manhã de Domingo, seu aniversário, ligo bem cedo:

– Parabéns, Divane. Desejo que tenha um dia esplendoroso.

– Acho meio difícil, Zé Paulo. Que estou no Necrotério, esperando o corpo de meu marido, para enterrar ainda hoje.

* * *

Padre EDWALDO GOMES, da paróquia de Casa Forte. Numa festa da Vitória Régia. Luciana, minha filha menor, diz:

– Arretado!, padre.

– Cuidado com esse palavreado, Lulu. E logo na frente de um pastor.

– Padre Edwaldo, arretado pode?

E ele, depois de pensar um pouco, responde:

– Poder pode, minha filha. Pode até mais. Pode arretado, merda, bosta, porra e puta-que-o-pariu. Mas só isso, viu? Que, passou daí, é pecado.

* * *

Dona MARIA LIA, minha mãe. Publicou livro (Recordar é Viver), com 92 anos. Uma repórter veio lhe entrevistar.

– Dona Maria Lia, o que é a velhice?

– A velhice, minha filha, é uma merda.

* * *

PAULO FREIRE, educador. Exilado em Washington (1969). No seu apartamento.

– O que há de novo? no Brasil.

Respondi.

– Estão ensinando OSPB nas escolas, mestre. Moral e Cívica, como por lá se diz.

– Então a coisa tá preta. Nada é mais importante, para o futuro, que a formação das crianças. E os militares, pelo visto, já perceberam isso. Tanto que estão fazendo a cabeça delas, desde pequenas. Essa ditadura vai durar muito. Pelo menos 20 anos.

Acertou até nos anos.

* * *

P.S. Feliz ano novo, amigo leitor. E agora é mar. Até depois do Carnaval, se Deus permitir.

6 pensou em “CONVERSAS DE MEIO MINUTO (5)

  1. Meio minuto leva pra ler tão deliciosa coleção de pérolas literárias, mestre Paulo.

    Um 2021 arretado de bom, para o Senhor e todos fo JBF.

  2. Caro Cavalcanti, nas primeiras horas de 2021 me emocionei com a pergunta de sua filha e a resposta de Pe. Edvaldo, com quem tive a oportunidade de conviver na Paroquia de São José, especificamente no Colégio Estadual Joaquim Nabuco. Saudades do meu bairro de São José, do meu Recife amado, e destes fubanicos que me fizeram viver 2020 e começar 2021 com paz e harmonia dentro do coração.
    Berto (com todos os adjetivos que se possa nominar), Aline ( aquela que nos confortou quando o nosso Berto não estava presente) e João que pelas tiradas que o Pai nos ofertou, durante o ano que passou, tenham em 2021 um ano repleto de realizações, com muita paz, alegrias, vitorias, Amor e muitas felicidades. Ao fubanicos, que 2021 seja regado com muita P…. no Cabaré do Berto e a Bartoloseu que nos proteja de virus, hackers, e qualquer outra praga. Não vou nominar os malucos, mas que em 2021 continuemos a frequentar esta Gazeta mais escrota da Internet.

  3. Iniciando este novo ano, renovando expectativas inúmeras, dentre as quais a concretização do gáudio com a leitura da Conversa de Meio Minuto.
    Que venha!

Deixe uma resposta