COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem O PAPA MORA NO RECIFE

d.Matt:

Realmente é um grande privilégio fazer parte do grupo de comentaristas deste Jornal criado por um gênio que soube ver o futuro e teve capacidade de leva-lo até aonde estamos atualmente, isto é no pódio de uma criação inteligente e vitoriosa.

Sempre preferi ser comentarista deste Jornal, algumas vezes escrevi em parceria com o meu amigo Cícero alguns textos sobre filmes, mas na verdade prefiro muito mais fazer parte dos comentaristas, pois assim sendo tenho como companheiros pessoas altamente qualificadas, que prontamente respondem a qualquer provocação literária ou artística, sempre com grande sabedoria e nunca encontrei uma resposta dúbia ou sem a devida explicação .

Todos são intelectuais de primeiríssima qualidade e ao meu ver participando desta magnífica confraria de pessoas inteligentes, sinto-me premiado e altamente gratificado.

Quantas vezes lancei uma ideia, uma dica, uma insinuação sobre algum assunto importante e sempre os amigos colegas responderam à altura, com muito mais sabedoria do que o meu modesto conhecimento.

Pergunto e espero resposta: A onde, na internet, posso encontrar tantas pessoas capacitadas de dialogar, e explanar com inteligência, qualquer assunto sobre, arte, literatura, cinema, filosofia etc.. ,?????

Não tem resposta.

Somente aqui, neste cantinho da sabedoria, criado pelo genial escritor Berto e com ampla liberdade democrática.

Sempre fui a favor de reconhecer e dar valor a quem merece, por isso abro alas para aplaudir meus colegas comentaristas Sancho, Cicero, Schirley, Beni, Brito, Assuero, Marcos, Violante e todos os demais colegas.

Ao Berto, o meu muito obrigado pela oportunidade que me foi dada para fazer os meus comentários.

* * *

18 pensou em “CONFRARIA DE PESSOAS DE QUALIDADE

    • Gazeta escrota? Escroto editor?

      Ah, os elogios, sempre tão perigosos… Sim, Dirceu Mattos fala por Sancho, por Schirley, por Ciço e por este congresso, essa congregação reunida neste Jornal da Besta Fubana.

      Sempre, até sempre para todo o sempre

      • Estou começando a acreditar que esta gazeta escrota nada mais é do que um caldeirão de bruxas (do bem).
        Ferve diariamente.
        A cada “poção” publicada uma nova mágica acontece.
        Deixa-nos vagando como seres encantados.

        “Elogios sempre tão perigosos …”

        Um momento, uma vida, uma eternidade …

  1. Não há dúvida, esse é o espaço com a maior e melhor concentração de cabeças pensantes e cérebros privilegiados da internet.
    Criação magistral do Papa Dom Luiz Berto.

  2. Mestre Berto sabe disso:

    Sempre considerei a sua obra-prima O Jornal da Besta Fubana, subtítulo Gazeta Escrota, por agregar a maior lavra de intelectuais do universo celestial, tudo por amor à Arte, ao Debate Civilizado, à Democracia.

    Qual jornal do mundo onde se encontra a publicação de uma crônica onde se encontra de tudo nela como a do queridíssimo Sancho Pança? Nos comentários, os Tavares, as Schirley?…

    d.Matt. está mais do que certo! Tiro-lhe o chapel.

    Para o Luiz Berto, não comento nada. Já expressei-lhe minha admiração em outras ocasiões.

    O nome dele por si só já é grandioso, está no pódio, no panteão dos devotos! Quem hás de negar?

    Onde está a Academia de Estocolmo que ainda não reconheceu que O Romance da Besta Fubana e A Prisão de São Benedito e Outras Histórias são os era uma vez no oeste?

    • Como diria a cafetina Greta Hundentissó: How dare you, Berto!

      Welcome, Ciço!

      Assim como Ciço, (ops ninguém come Ciço, muito menos esse tal Wel irá de comer), sempre considerei a sua obra-prima “O Jornal da Besta Fubana”, subtítulo Gazeta Escrota, por agregar a maior lavra de intelectuais do universo midiático, tudo por amor à Arte, ao Debate Civilizado, à Democracia.

      As, os Tavares (Beni, Ciço, Arthur)… Só o JBF para reunir o bando tavariano, um trio de pistoleiros sempre a frequentar o Cabaré da Bago Mole, a nossa querida Maria.

  3. Sancho é PHADA!

    Está entre os melhores: é o líder dessa confraria catilogênica, que não existe em lugar nenhum do Planeta Terra, a não ser no Planeta OVNIs.

    • O homem dos cocos.
      Quem vai questionar Cícero ?

      A dimensão em que vive Sancho está fora do alcance de muitos.
      Um louco ? Um sonhador ? Um privilegiado ? Um iluminado ?
      Ou um menino que muros não podem conter.
      Ou uma alma insone que viaja nas madrugadas por espaços nunca visitados.
      Talvez uma alma feminina consiga “ver” o que não pode ser visto e, mesmo assim, fica tentando diariamente decifrar o filho de Catharina.
      Traça de livros.
      Uma versão de si mesmo a cada amanhecer.
      Doce, mais doce que doce de batata doce.
      Fera.

      Abraçação Cícero

      • Me cerco dos loucos que aqui neste JBF mergulham sem escafandro na poça d’água que “cavuquei” com as próprias mãos até virar mar e estou no meio deles a gritar que aqui estão os loucos e os nomeio e os chamo Ciço, Schirley, DMatt, Marcão, Sancho, Jairo Juruna, Beni, João, Joaquim; os desajustados, rebeldes, criadores de caso ao acaso; os pinos redondos nos buracos quadrados, como certa feita escreveu Jean-Louis Lebris de Kerouac.

        Quem sabe, em um futuro não muito distante, alguém investigue e descubra que, na verdade, nenhum destes existe fora da cabeça de Berto, que em uma jogada jamais imaginada por alguém, criou todos eles e com sua genialidade vai despejando comentários e crônicas como se fôssemos muitos, mas na verdade somos apenas Berto a brincar com as palavras.

        Se Anísio, o Chico criou a tantos, o que impediria Berto de criar a esses?

        É, caríssima Schirley, você é apenas fruto da imaginação de Luiz Berto.

        • “Criadores de caso ao acaso”

          Criações ou criaturas de Berto ?

          Falando nele, hoje trocando fuxicos com o próprio acabei perguntando se poderia dizer que o amava existindo tantas formas de amar.
          Ele: diga
          Eu: te amo
          Ele: a recíproca é verdadeira.
          Até aí tudo normal.
          Aí veio Berto e completou:
          Adultério faz bem pra saúde !!!

          Se não viesse o complemento não seria Berto.
          Kkkkkkkkkkkkkk

          Esse “hospício” tem saída ?

          Se tiver, ouv saem todos ou ficam todos.

          Sem fim …

          • Esse “hospício” tem saída? Saída até tem, mas (eis o mas), como vicia (existindo tantas formas de amar) e a crise de abstinência é violenta, as tais criaturas criadoras de “caso ao acaso” acabam batendo ponto diariamente, sem vontade alguma de dizer adeus…

            Depois do “eu te amo” que ofertastes ao “zoiudinho” da pelotense Mercedita, recorro a Renato Russo: É preciso amar as pessoas / Como se não houvesse amanhã / Porque se você parar pra pensar…

            Abraçação e até sempre, mesmo em viciante até

            • É preciso amar …

              “No silêncio uma catedral, um templo em mim, onde eu possa ser imortal …”

              Abraçação

              No viciante e acolhedor e certeza de
              Até sempre

  4. d.Matt.

    Quando mais lemos o ultrademocrático JBF, mais nos indignamos com o consórcio de veículos de imprensa funerária e o STF.
    Restou patenteado que o ultimo exemplar da CF que havia na cabana dos vagabundos, a Mortícia Carmem Lúcia, entregou a Bolsonaro.

    Com as devidas e honrosas saudações, corroboro com a presente linha de raciocínio do íclito comentarista, esta se mostra sem obscuridade, contradição ou omissão. Acompanho o voto do relator.

    • Agradeço muitíssimo as palavras do colega comentarista.
      Como já explanei acima, é devido a qualidade moral e intelectual dos colegas comentaristas que me posicionam sempre
      presente neste espaço democrático que respeitam todas as opiniões e nos mantem abertos à todas as sugestões válidas
      e altamente inteligentes, como a do amigo colega.

      Peço licença para também acompanhar o voto do colega relator.
      Abraços.

  5. Graças eternas

    Muitas graças ao Divino por ter criado a inteligência.

    Nós não somos essa matéria ilusória.
    Somos apenas uma diminuta gota da sebedoria divina, plasmada
    milimetricamente neste imenso universo.

    Pra que mais ?

    Cada dia fico mais certo, quando penso que sem a companhia
    dos AMIGOS, não existiria, seria apenas mais uma abstração
    inconsequente.

    Abraçação in totum .

Deixe uma resposta