25 pensou em “COLUNISTA DO JBF É ELEITO PRA A ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

  1. Boa tarde!
    Excelente noticia!
    Enfim uma pessoa de respeito vai ocupar uma cadeira naquela casa.
    Aceite meus mais sinceros parabéns ao nobre colunista desta gazeta escrota.
    Parabéns também para o editor desta revista por saber escolher a dedo os colunistas da revista.

    Grande dia!

  2. Parabéns, Dr, José Paulo Cavalcanti, felizmente o bom senso voltou a casa dos grandes escritores brasileiros, fico feliz e exultante, nada me iimpedirá de comemorar hoje a noite no bar do Josias de tomar uma boa cerveja e dizer com orgulho: “faço parte de uma confraria (JBF) que tem este HOMEM como um de seus membros”. Vida longa Dr. José Paulo!

  3. Clap,clap,clap,clap,clap,clap,clap…………………………………….clap,clap,clap,clap,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,e mais clap,clap,clap,clap………………..Orgulhoso como se fosse um amigo muito próximo. De verdade, parabéns e uma salva imortal de palmas!!!

  4. Meu amigo é imortal
    Não é uma coisa à toa
    Algo além do normal
    Coisa melhor que boa
    Riem as flores no jardim
    Viva Dr Zé Paulim
    Salve Fernando Pessoa

  5. Parabéns, Dr. José Paulo Cavalcanti, pela merecida escolha do seu nome para a Academia Brasileira de Letras, o que enobrecerá, ainda mais, essa importante instituição literária .

    Esse resultado alegrou a todos nós que fazemos o JBF, especialmente ao nosso querido Escritor Luiz Berto, que está exultante com a sua vitória.

    Grande abraço para o senhor e a Dra. Lectícia!

  6. Ah, o JBF e seus geniais gênios.

    Parabéns ao cronista fubânico José Paulo Cavalcanti. Fico exultante com o galardão e o fardão que o mestre agora ostenta e nada me impedirá de comemorar hoje a noite no bar do Jorge, junto ao metrô São Bento tomando cerveja da boa e dizer com alegria de aprendiz: “faço parte de uma confraria (JBF) que tem este MESTRE como um de seus membros”.

    Brindemos, pois…

  7. Dr. José Paulo Cavalcanti Filho,

    Como vossos admiradores, estamos TODOS super felizes e orgulhosos por essa conquista literária.

    Um literato da estirpe de vossa excelência eleito para a Academia Brasileira de Letras nos traz a esperança de que o Brasil tem jeito.

    Parabéns pela merecida conquista!

    Millôr Fernandes, onde estiver, está radiante de alegria pela eleição do amigo, mas sem ironia.

  8. Foi uma forma da ABL se redimir.

    Orgulho para Recife, Pernambuco e Brasil. Portugal, também. Até o Fernando Pessoa aprovaria.

    Nem só de mancada vive a ABL.

    Parabéns, Mestre Paulo!

  9. José Paulo Cavalcanti, festejado colunista do JBF, pensou e insistiu, logo venceu!
    Parabéns ao preclaro advogado pernambucano, José Paulo Cavalcanti Filho, pela merecedora vitória. Já era imortal da APL e imortal do JBF, agora se torna imortal da ABL. Parabéns, nobre colega da advocacia, por ter plasmado seu sublime desiderato!
    Tenho por mim que a admiração e o respeito que o ilustre Editor Berto Filho sempre dispensou ao insigne recipiendário da Academia Brasileira de Letras, além do respaldo do JBF, influenciaram pelo menos metafisicamente na escolha do novel dignitário da Cultura brasileira.
    PARABÉNS, JOSÉ PAULO CAVALCANTI, você bem fez por merecer! A vitória é sua, mas grande parte da alegria é nossa!
    Um forte abraço desde Fortaleza. Boaventura Bonfim.

  10. Nossos cumprimentos ao eclético Dr. José Paulo Cavalcanti. Outros na plêiade JBF também irão ter indicações ao posto nas próximas oportunidades.

  11. Melhor parar, amigos queridos. Que vou acabar tendo um enfarte. O que seria até bom, para o Papa. Que nem teria que alugar um terno. Abraços, a todos, com o coração.

  12. Eminente Padre José Paulo, é preferível que permaneças vivo, pois, de todo modo, o Papa Berto teria que alugar um terno. E, em sendo assim, é melhor que seja para solenidade da Posse que para as exéquias. Abraços desde Fortaleza. Boaventura.

  13. Seu Boaventura, nem mencione a má ventura de o Papa usar terno que não seja para a posse de nosso imortal. Dr. Zé Paulo, do alto de sua imortalidade recém conquistada permanecerá, para o gáudio e o bem de todos e a felicidade geral fubânica, entre nós, pobres mortais, por muito e muito tempo.

  14. Caro poeta Xico Bizerra, como vês, “a má ventura de usar terno que não seja para a posse de nosso imortal Dr. Zé Paulo” foi mencionada, anteriormente, pelo próprio eminente Imortal. O que fiz foi dissipar o mau presságio.

  15. Perfeitamente entendido, meu caro Boaventura. Como imortais, ficaremos todos nós por aqui por muito tempo para aplaudimos o talento de Dr. Ze Paulo

Deixe uma resposta