CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Estimado editor Luiz Berto,

Manifesto aqui minha satisfação em ter o retorno da cafetina mais autêntica, genuína, legítima, pura, lídima, original e verdadeira que já frequentou o Cabaré do Berto para as próximas preleções cabarelísticas:

A Primeira Dama Terezinha, uma Nordestina da gema que dispensa adjetivos quando o tema são os bordéis e as estripulias dos frequentadores.

Desde já interpelo o excelso gerenciador do entretenimento cabarístico, Maurício Assuero, para que não deixe de convocar a Primeira Dama para ser a conferencista das duas próximas “briefing” do bordel, para gáudio geral da macharada e femininada assídua, que já se encontra em estado de abstinência das presepadas proporcionadas pela ilustre palestrante, que arrebentou a boca do balão no maior ibope da “casa” nas suas duas primeiras apresentações.

P. Pronto, meu caro: sua solicitação já está publicada.

O Gerente Geral e Administrador do Cabaré, nosso estimado colunista Maurício Assuero, vai tomar conhecimento e também tomar providências.

De fato, a nobre cafetina Terezinha foi um dos pontos altos da nossa reunião semanal.

Também virei seu fã e admirador incondicional. Arretada!!!

Aproveito a oportunidade para lembrar que acontecerá hoje mais uma assembleia cabarelística.

Será a partir das sete e meia da noite.

A palestrante será a talentosa Poetisa Ozany Gomes, da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte.

Quem quiser entrar no nobre recinto, basta clicar aqui e participar ao vivo e a cores.

Contamos com a presença de todos vocês!!!

Deixe uma resposta