BOCA-DE-PRIQUITO ATACA DE NOVO: MAIS UM COMPARSA SOLTO

5 pensou em “BOCA-DE-PRIQUITO ATACA DE NOVO: MAIS UM COMPARSA SOLTO

  1. Pois bem… Não passa de um pulha, de um cretino, de um vagabundo, de um canalha, medíocre, safardana, corrupto, pústula, parvo, biltre, escroque, de um beócio, de um lixo.
    Eita país vagabundo!!! Sinceramente.

    • Interessante, mas (maldito mas), todos os elogiosos adjetivos acima elencados cabem, infelizmente, em quantidade enorme de outros brasileiros (Eita país vagabundo!!!)

  2. Póngase a prueba: ¿Cuánto sabe de literatura universal?

    ¿Conoces Enola Holmes?

    ¿Conoces o cego Chico Folote, o decifrador Telles Júnior e o sapateiro comunista Joaquim?

    ¿Conoces Sancho Pança?

  3. Que a pandemia não seja um pretexto para o autoritarismo

    Mario Vargas Llosa y 150 líderes de 23 países defendem a democracia e contra o autoritarismo e o estatismo nos tempos do coronavírus.

    FUNDACION INTERNACIONAL PARA LA LIBERTAD, Madrid | Abril 23, 2020

    Vargas Llosa, manifesto

    Os abaixo firmantes compartimos a preocupação pela pandemia de covid-19, que provocou grande quantidade de contágios e morte em todo o mundo e fazemos chegar nossa solidariedade às família enlutadas.

    Enquanto os empregados de saúde pública e privada combatem valorosamente o coronavírus, muitos governos tomam medidas que restringem indefinidamente liberdades e direitos básicos. No lugar de algumas compreensíveis restrições à liberdade, em vários países impera um confinamento com mínimas excessões, com a impossibilidade de trabalhar, produzir e com manipulação informativa.

    Alguns governos identificaram uma oportunidade para arrogar um poder excessivo. Suspenderam o ESTADO DE DIREITO e, inclusive, a democracia representativa e o sistema de justiça. Nas ditaduras de Venezuela, Cuba e Nicaragua a pandemia serve de pretexto para aumentar a perseguição política e a opressão. Na España e na Argentina dirigentes com um acentuado viés ideológico pretendem utilizar as duras circunstâncias para monopolizar prerrogativas políticas e econômicas que em outro contexto os cidadãos rejeitariam. No México, a pressão contra empresas privadas se intensifica e o Grupo de Puebla é usado para atacar governos contrários a sua ideologia.

    Nos dois lados do Atlântico, o estatismo, o intervencionismo e o populismo ressurgem com um ímpeto que sugere uma mudança de modelo para longe da democracia liberal e da economia de mercado.

    Queremos manifestar energicamente que esta crise não deve ser enfrentada sacrificando os direitos e libertades que custamos muito conseguir. Rechaçamos o falso dilema de que estas circunstâncias obligam a eleger entre autoritarismo e inseguridade, entre o Ogro Filantrópico e a morte.

    Madrid, abril de 2020

    ________________________

    Entre muchos más, suscriben el manifiesto: Mario Vargas Llosa, los ex presidentes Aznar, Zedillo, Macri, Uribe, Sanguinetti, Lacalle, Cristiani y Franco. También lo firman un destacado grupo de intelectuales, empresarios y referentes políticos de Europa, América Latina y Estados Unidos.

  4. O número de mortos por milhão de habitantes mostra o impacto real da pandemia na população de cada país. Senão, vejamos:

    Country Deaths/1Millon

    USA 144

    Spain 474

    Italy 415

    France 327

    Germany 63

    UK 267

    Brazil 14

    Belgium 560

    Canada 52

    Netherlands 244

    Switzerland 174

    Portugal 80

    Sweden 200

    Ireland 156

    Ecuador 30

Deixe uma resposta