A PALAVRA DO EDITOR

Caros leitores:

Está faltando energia elétrica por aqui.

Faço esta postagem a partir do meu celular.

Assim que as coisas normalizarem, esta gazeta escrota voltará a ser atualizado.

Conto com a compreensão de todos.

16 pensou em “AVISO

  1. Levantamento recente da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, mostrou que hoje o Bitcoin consome mais energia do que toda a Argentina. Segundo os pesquisadores, a mineração da criptomoeda consome cerca de 130,9 terawatt-horas (TWh) por ano (um terawatt equivale a 1 bilhão de kilowatts).
    E esse valor tende apenas a aumentar, já que a expectativa não só é que os preços do Bitcoin aumentem ao longo dos próximos anos, mas também haverá mais moedas em circulação.
    Hoje a Argentina consome 125,03 TWh por ano de energia. O Bitcoin também está na frente de países como Holanda (110,68 TWh), Emirados Árabes (119,46 TWh) e Noruega (124,13 TWh) no consumo de energia.

    Enquanto isso, aqui no Brasil de Bolsonaro temos um almirante de esquadra como Ministro das Minas e Energias. Por que não alguém que já conhecesse o sistema e com mais capacidade de planejamento numa área tão sensível para o progresso. Falta energia até para o funcionamento dessa prestigiada gazeta. É corporativismo?

    • Você é só obtuso ou irremediavelmente pulha? Ptralhas não se cansam de passar vergonha. Aliás, isso não é nenhuma novidade, essas atitudes vindas dessa cambada de idiotas. A prova disso? O comentário desse babaca, com alcunha de C. Eduardo.

  2. Faltou energia aqui na rua onde moro. Caiu uma placa de propaganda sobre a rede elétrica. O pessoal da companhia de eletricidade já está lá consertando. Eles informaram que foi Bolsonaro que mandou derrubar a placa.

  3. E quando o governo do PT colocou um engenheiro agrônomo para tocar Itaipu, a gangue reclamou? Ficaram pianinho!

  4. E quando botou um médico para ministro da fazenda? Depois se descobriu que a função dele era ministrar doses de corrupção com receita médica.

  5. E quando PT colocou Dilma na presidência, fazendo metade da nação – mais uma pequena reca – acreditar que ela conseguia elaborar uma frase com sentido em cinco palavras?
    Hômi…

  6. E quando colocou uma Vaca Peidona para gerenciar Minas e Energia, que o ministério (todo corpo administrativo) quase que enlouquecia sem entender porra nenhuma quando a Vaca urrava pelo furico?

  7. Eu me considerava medianamente inteligente, mas descobri que sou burro, muito burro.

    Até agora não entendi a relação entre bitcoin e a falta de energia na redação da Besta.

    Me desculpem, mas to até agora “boiando”

    • Você tem razão, não tem relação direta com a falta de energia na redação do JBF.
      Mas você vai entender quando estiver faltando energia para as empresas produzirem, quando chegar sua conta mais cara, quando precisar racionar energia por falta de planejamento.

  8. Pelos comentários acima, eu verifico que os leitores do JBF insistem em ver o mundo pelo retrovisor. Comparando o hoje com o passado ruim. Por que não olham pra frente e procuram referências de progresso. A referência PT é péssima, gostaria de comparar o que se faz no Brasil com o que é feito em países desenvolvidos. Já se deram ao trabalho de ler, por exemplo, sobre a Noruega? É distante, não serve como referência? E a Austrália serve? Comparar com governos passados do PT, Argentina, Venezuela, Cuba, etc, não é nenhuma vantagem. Tá na hora de mudar as referências

    • O que é que você sabe sobre a Noruega ou Austrália, seu verme?? Acho que a única pessoa aqui que olha pelo retrovisor é você, que pelo visto, não possui nenhuma forma de arrumação intracromossomial específica para criticar quem quer que seja.

      • Verme é elogio ou xingamento?

        Discordar não é permitido nessa comunidade retrógrada?

        Essa comunidade gosta de comparar Bolsonaro e Lulla, é o suficiente, sem imaginar que existe muito mais vida fora desses dois incompetentes

        • Mas é mesmo impressionante. O caboclo diz que sabe tudo, que tem todas as respostas, que não utiliza o espelho retrovisor, (deve ser um motorista daqueles…) insiste em comentar em uma “comunidade retrógada”. O sujeito não gosta de comparações, não acha que a história ensine nada. Acha enfim que é um iluminado. Não aceita a história, não consegue ver nada no presente mas tem certeza que o futuro só será bom se o escutarem. Mas não é só isso não, se não acreditarem nele, no que diz, no que pensa, “pensa?” estaremos todos condenados, pois um golpe, um assalto, sei lá o que, vai nos atingir. Caramba. Esse aí se acha mesmo.

Deixe uma resposta