CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Querido Mestre ….

Já que não tenho o talento, e não sei se é legal copiar um texto de um blog e colocá-lo no ar em nossa gazeta, pois ela tem mais “penetração” neste mundão de Deus que é o nosso Brasil.

Achei fantástico o texto de Marcelo Rates Quaranta publicado no blog de José Thomaz, hoje 06/09/2021.

Para ler, basta clicar aqui .

Um grande abraço

2 pensou em “ARTHUR TAVARES – SÃO PAULO-SP

  1. Ah, o dia depois de amanhã…parece filme, mas é a triste realidade do Brasil de hoje. Quantas dúvidas e incertezas. Que Brasil teremos ao findar o processo eleitoral iniciado em 2018 e que não deixaram chegar ao fim até hoje?

    Combinado está que de 2018 em diante, quem ganha eleição ganhára de seus opositores todas as ações para não deixá-lo governar em paz?

    Se qualquer um de nós parar para pensar seriamente no assunto verá que JMB, infelizmente, não teve um dia de paz desde que vestiu a faixa presidencial.

    Aos que se arvoram de “inimigos” de Jair pergunto: isso é justo?

    Dizia meu desafeto Adamastô, de minha crônica de sexta, nesta gazeta: “Aos amigos tudo, aos indiferentes o rigor da lei e ao inimigos até a calúnia.”

    É isso mesmo que se transformou o BRASIL, Arthur?

  2. Pois é Sancho…….

    Muito pior do que é possível suportar de maneira digna……!!!!

    Existem várias correntes para uma intervenção democrática…
    – As urnas
    – As pressões sociais (3 milhoes de assinaturas solicitando a “análise” do pedido de impeachement do Imorais)
    – O grito das ruas

    Se nada disdo adiantou e o comandante em chefe das Forças Armadas apenas saliva, fanfarroneia e é humilhado dia após dia………

    Então…..

    Chego a conclusão que Ruy Barbosa tinha razão.

    Um país com todo o potencial de riquezas, povo criativo e trabalhador, com Deus protegendo das forças da natureza e com acolhimento de todos os povos, raças e religiões é triste ver nossa esperança morrer por causa de meia duzia de FDPs….

    Fazer o que ???

    Na “boa”…. nao temos a quem recorrer….

    Acho que a imbecilidade venceu…….

    Triste, muito triste

Deixe uma resposta