CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Caríssimo Editor

Passo a suas mãos cópia do recibo de transferência financeira, destinada a suprir as demandas dessa trupe que diz lhe assessorar, mas que acredito que na verdade só serve mesmo para lhe dar boas e intensas dores de cabeça.

Notadamente quando ocorre um final de semana longo, como este, em que sua preclara secretária deve ter tomado um porre de papuda, daqueles de “tapar o cu com barro”.

Quem sabe, até, tendo concluído sua ronda na Tamarineira.

Grande abraço.

R. Meu caro amigo e leitor fubânico, sua generosa doação já está na conta desta gazeta escrota.

E chegou no dia certo: hoje Chupicleide largou o expediente mais cedo para cair na gandaia e aproveitar o feriadão.

E se você está se referindo ao Hospital Psiquiátrico da Tamarineira, aqui do Recife – no qual eu passo em frente quase todos os dias -, pode ficar tranquilo: essa nossa secretária só é doida mesmo é pra piranhar e tomar cachaça.

E estas atividades, segundo Chupicleide costuma dizer, nada têm de doidice.

Pelo contrário: demonstram excelente sanidade mental!!!

Hospital da Tamarineira: um recanto loucamente localizado numa linda e acolhedora mata urbana do Recife, no bairro de mesmo nome, e hoje em dia sem um único doido

Gratíssimo, meu caro.

Vocês leitores são a força que mantém esta gazeta escrota nos ares.

E pra fechar a postagem e animar a nossa tarde de segunda-feira, um forró bem sacudido e balançado: a composição “Vou Pra Tamarineira”

Deixe uma resposta