CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Vejam só, meus amigos:

Comediantes da Globo debocharam do presidente Bolsonaro sem parar nos programas humorísticos.

E isto a mando dos chefões.

Aí a audiência despencou.

Quando é agora, foram recompensados com um pé na bunda.

Demissões em massa.

Muitos estão desesperados, pois com a pandemia, não tem shows nem teatro.

E agora?? Rua da amargura.

R. Cara leitora, você me fez lembrar que existe uma estação de televisão chamada “Globo”.

Faz tantos meses que não entro por lá que até já tinha me esquecido.

Apaguei do meu controle remoto o número deste canal.

Esses dias ouvi falar dessa emissora por conta de notícias informando que os fartos peitinhos do dinheiro público federal tinham sido fechados pra ela.

Lembro-me que por lá havia uma assombração que atendia pelo nome de “Faustão”.

Eu tenho uma vizinha que assiste ao programa dele. Pode acreditar: é verdade!

Será que ele, o Faustão, também está nesta onda de demissões e levou uma pajaraca global no seu gordo furico?

Quanto ao “imparcial e isento” Jornal Nacional, algum leitor poderia me dar notícias dele?

4 pensou em “ANA ELISA – BELO HORIZONTE-MG

  1. Todos aqueles que se opõem à vontade de mais de 57 milhões de brasileiros estão sofrendo.

    Pelo menos uma meia dúzia que desejou a morte do PR já foram se ater com o capeta.

    A Globo teve suas verbas cortadas a uma fração do que recebia e isso está fazendo falta.

    Fora que a população não suporta mais a enganação e a empáfia da antiga Vênus Platinada, que se tornou Globo Lixo.

    Roberto Marinho deve se revirar no caixão cada vez que vê o rumo que seus 3 filhos impuseram ao seu império.

  2. Sigo o relator. Assim como Berto, não vejo a Globo desde que senti que os conservadores não são a praia daquela emissora. Apesar de péssima programação de Record é lá que ligo quando quero assistir tv aberta (vejo as novelas Jesus e Amor Sem Igual – Sancho é noveleiro); no mais overdose de JBF e Netflix.
    E nas madrugadas: pinga, puteiros e venda de cocos.

  3. A pandemia me mostrou e a toda a minha família que TV é pra entretenimentos, Há mais de 4 meses, na minha casa, não assistimos jornais televisivos. A CNN somente assistimos no dia da inauguração. Nunca mais, nem o Caio Coppola, pra mim uma grande revelação no jornalismo. Notícias leio no JBF e pela internet. Eu vou atrás. Não preciso mais de televisão. Vejo séries, filmes, pescarias, turismo, o canal ID e os canais Discovers. Finalmente, pude enxergar pra que a televisão presta. É PARA DIVERSÃO DO DIA A DIA. NOTÍCIAS EU VOU ATRAS E NÃO QUERO MAIS RECEBER NOTÍCIAS SEM PEDIR. O meu conceito de televisão mudou completamente, com a pandemia. Eu era fanático em notícias. Hoje, eu é que escolho o que me informar. Como disse, não vejo jornais televisivos há mais de quatro meses. Foi a melhor coisa que fiz na minha vida nos últimos tempos.

  4. Já que ninguém assiste dou as novidades da Globo . Ela tem exibido comerciais de estatais , BB , CEF , Petrobras .. E a ministra da Agricultura ia dar uma entrevista pro Bial .
    Faustão aquele falso pobre , que recebe 5 milhões/mês , os recebe de patrocínio , então isso não vai acabar .

Deixe uma resposta