CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

EU SOU SPARTACUS!!!

Um século de Kirk Douglas, 101, 102, 103 anos… E ele continuará a completá-los, porque ninguém derrotará a LENDA. Por razão que a própria razão desconhece, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angelis negou-lhe por 50 anos uma estatueta, apesar dele ter concorrido em três oportunidades ao prêmio mais importante do cinema mundial.

Issur Danielovitch Demsky(seu nome de batismo), nem precisou ganhar um dos três Oscar que disputou, embora em 1996 tenha recebido o troféu honorário. No seu lado humanístico, Douglas investiu boa parte de sua fortuna em instituições de caridade, principalmente na luta contra o mal de Alzheimer.

Um mandamento clássico afirma que, quando a LENDA se torna fato, imprima-se a LENDA…

3 pensou em “ALTAMIR PINHEIRO – GARANHUNS-PE

  1. Caro Pinheiro. Muito oportuna a sua coluna publicar mais uma
    vez uma homenagem ao grande ator Kirk Douglas, ( um dos últimos grandes
    da velha guarda cinematográfica.

    Coisa rara em hollywood é a ligação muito estreita e afetiva
    do ídolo com a família, como está bem demonstrado no video acima.
    Na cerimônia do OSCAR, nota-se ao fundo a narração sempre correta
    do crítico e grande amante da arte cinematográfica, o saudoso
    Ruben Ewald Filho, que sempre mostrava o seu grande conhecimento
    sobre o cinema. Infelismente, ele foi afastado estupidamente da narração
    da entrega dos Oscars, porque ao comentar um filme chileno concorrente, ele
    simplesmente disse : Essa mulher, neste filme, na verdade é
    um homem, um travesti. Pronto, jogaram -no no ostracismo, só porque ele chamou um viado de travesti.
    Eu tive a oportunidade de ler a auto biografia do ator, na qual ele conta
    as dificuldades que o seu pai passou na Russia e também nos EE.UU.
    Eles eram muito pobres e o seu pai era um TRAPEIRO e criou os filhos
    com muita dificuldade. Mas a sua sorte foi ter emigrado para a américa,
    terra da oportunidade e também sorte nossa por termos ganhado um
    grande ator.

  2. Kirk Douglas, um dos heróis de minha meninice. Fez um bom trabalho, um grande trabalho. Não precisa de Oscars para mostrar a que veio. Três vezes nomeado para um Oscar, a Academia negou-lhe a honra merecida. Deram-lhe um para corrigir – ou tentar corrigir a injustiça! Isso nos bons tempos de Oscar. Agora até a Petra Costa concorre a um! É o fim da picada.

Deixe uma resposta