DALINHA CATUNDA - EU ACHO É POUCO!

Cangaceirinho: artesanato feito por esta colunista

Eu para fazer menino
No tempo da mocidade
Virava só os olhinhos
Cheia de felicidade
O tempo foi se passando
E foi chegando a idade
Lá se foi a primavera
Meu Deus quanta crueldade
Hoje pra fazer menino
É uma dificuldade
Preciso de agulha e linha
Tecido em variedade
Uma máquina de costura
Só para essa atividade
O tempo passa e faz dano
Essa é a mais pura verdade
E para meu desengano
Com toda sinceridade
Menino me arisco e faço
E vendo por unidade.
Mas é menino de pano
Minha especialidade.

7 pensou em “AINDA FAÇO MENINO

  1. Que é isso minha linda. Não deve nada. Todos nós estamos torcendo pra você fazer menino no nosso cabaré. Aproveito para dizer que falei com Vânia, mandei o link, mas ela não respondeu se tinha recebido. Abração. Nós lhe admiramos muito. Esse jeito matreiro de duplo sentido é extraordinário

  2. Obrigada, amigo, não vou deixar você nem Berto na mão, vou ver o dia e o horário direitinho e vou tentar participar antes que feche o ano.

    • Minha linda, esse ano não dá mais. Estamos nos reunindo às sextas e as duas próximas são Natal e ano novo…. se organize para janeiro. Será um prazer

Deixe uma resposta