VIOLANTE PIMENTEL - CENAS DO CAMINHO

O ano de 2021 está findando. E com ele, as frustradas ilusões, alimentadas durante os 365 dias, em que esperamos a solução dos problemas que nos afligem desde o início de 2020.

Torço para que surjam mais fortes, a Fé e a Esperança em que nos seguramos, pois somente Deus fará atingível o nosso ideal inatingível: a cura definitiva da COVID-19.

Muito tem feito a Ciência, no intuito de erradicar esse vírus. E o que vemos são pessoas vacinadas com as duas doses, e também com o reforço da vacina, gripando constantemente, com quadros sérios de infecção pulmonar.

Ano Novo, vida nova! Que o Pai Celestial, o único Poderoso e Supremo, afaste da humanidade o terrível vírus, que tem dizimado vidas e causado sofrimento em milhares de famílias, que viram seus entes queridos e amigos partirem, vítimas também das brigas de laboratórios e desvio de verbas públicas. Tudo comprovado pela CPI da COVID, mas, até agora, os verdadeiros vilões continuam impunes.

Adeus, Ano Velho ! Vá com Deus! Que neste Novo Ano, as almas sofridas se refaçam e renasçam das cinzas! Que um novo horizonte volte a brilhar. Que a Estrela do Natal ilumine os homens da Ciência, para que acertem na vacina certa, e acabe logo o jogo de adivinhação.

Para mudar o rumo desta prosa, e falando de Adeus, lembrei-me do antigo filme “Adeus, Mr. Chips” (Good Bye, Mr. Chips – 1ª versão em 1939 e a 2ª versão em 1969), baseado no romance do americano James Hilton.

Na primeira versão, o gênero do filme era drama-romance. O elenco era composto por Robert Donat (Arthur Chipping), John Mills, Greer Garson e Terry Kilbum.

Data de lançamento: 15 de maio de 1939 (EUA)

Na segunda versão de Adeus Mr. Chips (estreia no Brasil em 1969), Peter O’Toole é o abnegado e austero professor de latim, de uma tradicional escola inglesa. Seu sonho é ser Diretor dessa escola, mas não goza da simpatia dos alunos, em virtude do seu jeito arcaico de ser e da sua austeridade.

Apesar de aspirar ao cargo de Diretor, Mr. Chips, era muito sisudo e caladão, sendo antipatizado pelos alunos.

Algum tempo depois, ele se casa com uma jovem atriz de musicais, Katherine Bridges (Petula Clark), que deixa o palco para ser apenas sua esposa, e acaba conquistando os alunos do marido, com sua beleza e espontaneidade. Aos poucos, ela também consegue transformar o marido, que, gradativamente, deixa a austeridade de lado, passando a ser amável com os alunos, a ponto de ser considerado o professor mais simpático e mais querido da escola.

Adeus, Mr. Chips é a refilmagem, em forma de musical, da produção homônima de 1939, que reuniu Robert Donat e Greer Garson. As canções foram compostas por Leslie Bricusse e interpretadas, na maioria, por Petula Clark. Apesar da transposição de gêneros ter sido bem feita, o filme não conseguiu fazer com que as velhas gerações esquecessem o original, nem conseguiu atrair os mais jovens. Com isso, o musical não fez sucesso nas bilheterias.

Ao contrário da maioria dos musicais, não há um final feliz para Adeus, Mr. Chips.

O filme marca a estreia no cinema do diretor Herbert Ross e, entre várias premiações, recebeu duas indicações ao Oscar, uma para a atuação de Peter O’Toole e outra para a trilha sonora de Bricusse e John Williams.

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos dez melhores trabalhos da carreira de Peter O’Toole.

Peter O’Toole é o ator principal do filmaço “A Noite dos Generais”, um dos melhores filmes que já assisti.

14 pensou em “ADEUS, ANO VELHO!

  1. Querida Lady Violante, que 2022 nos traga a esperança e felicidade que nos foram suprimidas pelo dantesco vírus.
    2019 e 2020 ficam registrados como os anos que não existiram.

    Excelente dica de filme.

    Felicidades neste 2022.

    • Obrigada pelo carinho do comentário, prezado Marcos André!

      Depois de dois anos de Pandemia, com mortes inesperadas de pessoas que pareciam saudáveis, abrem-se as “portas da Esperança”! Com a população quase toda vacinada, apesar de alguns contratempos, podemos ver uma luz no fim do túnel, com a perspectiva da erradicação do terrível vírus.
      Desejo a você e sua família um Ano Novo, pleno de realizações, Saúde, Amor e Paz!

      Vale a pena assistir “Adeus Mr. Chips”!

      Grande abraço!.

  2. Vivi,

    Quando li você escrever “Para mudar o rumo desta prosa, e falando de Adeus”, QUASE caí da cadeira. tomado pelo susto,pois ainda estou deveras triste com o Zé Ramos se despedindo de todos nós.

    Nem em sonho ouse nos abandonar, musa maior deste JBF de tanta gente maravilhosa…

    Ufa, ainda bem que o ADEUS era apenas para falar sobre um filme… Adeus Mr. Chips (e se for por falta de adeus, VAZA, escafeda-se Mr Chips, kkkkkkk).

    Compartilho com a cronista o encanto pelo magistral Peter O’Toole e também comungo a certeza de que “La Nuit des généraux” é um dos melhores filmes que já assisti.

    Beijão sanchiano e um espetcular 2022 à amiga e a todos que moram em seu coração.

    • Sancho querido, estou firme e forte, como o pão de açúcar! “Enquanto a minha vaquinha tiver o couro e o osso e aguentar o chocalho pendurado no pescoço, vou ficando por aqui…rsrsrs…

      Adoro o JBF .Só sairei, se for exonerada à revelia…rsrsrs

      Peter O’Toole (02.08..1932, – 14.12. 2013) era meu ídolo…E a Noite dos Generais foi um dos melhores filmes de guerra que já assisti.. .

      Um Venturoso Ano Novo, para você e sua família, querido amigo! Muita Saúde, Amor e Paz!

      Grande abraço!

  3. Minha querida Diva Violante!

    Já disse om outro comentário. Acho que teremos um 2022 com muitas emoções até o mês de novembro, quando não apenas teremos uma definição no ano, mas também a definição do rumo que o país tomará.

    A campanha presidencial já se iniciou. Se já há chutes e socos acima da linha ética (veja como estão explorando a tragédia na BA), temo que irá piorar ainda mais, sempre para o mesmo lado, com a complacência do STF neste sentido, e o rigor máximo do mesmo para o sentido contrário.

    Espero continuar nesta luta até a data final da eleição e que a partir daí possa comemorar não o início do ano de 2022 e sim o início de uma nova era.

    Abraços e muita esperança minha amiga.

    • Obrigada pelo comentário gentil, querido João Francisco!

      De fato, ao que tudo indica, 2022 será um ano decisivo, no rumo que o nosso País irá tomar. As “forças ocultas” tentarão puxar o tapete de alguns políticos razoáveis, para, em seu lugar, ressuscitar políticos que já estavam no ostracismos, mais sujos do que pau de galinheiro.
      Realmente, “a campanha presidencial já se iniciou” A linha ética já foi ultrapassada e o que se vê são atos arbitrários, praticados sempre contra o mesmo lado”. E há o perigo de tudo piorar, ainda mais.
      Que o Ano Novo nos traga Esperança em dias melhores, com governantes dispostos a tirar o País do caos em que se encontra!

      Meus votos de um Feliz Ano Novo, para você e sua família, repleto de realizações, Saúde, Amor e Paz!

      Grande abraço! Bons Anos!

  4. Violante,

    Prefiro escrever o nome e não o apelido carinhoso de Vivi.
    Violante é um nome imponente e delicado.

    Vacinas ? Nem vou me aprofundar no assunto. Muitos absurdos.

    “La Nuit des généraux”. Dispensa comentários.

    Que venha 2022 sereno e repleto de coisas boas. A humanidade está necessitada disso.

    Muita Paz

    Abraçação

    Schirley

  5. Obrigada pela gentileza do comentário, querida Schirley!

    Meu nome me foi colocado, por um tio-avó que não teve filhos. Ele confessou à minha mãe, sua sobrinha, o desejo de ter na família uma “Violante”, nome de uma 7ª avó dele. Já pensou que responsabilidade a minha?!!! Ele foi meu padrinho de batismo. Chamava-se Nestor dos Santos Lima.

    Meus votos de que 2022 nos traga a tão esperada Paz, com a erradicação do terrível vírus, que dizimou grande parte da humanidade, em 2020/2021.
    Que os senhores cientistas sejam iluminados por Deus e acertem o passo, chegando a um denominador comum, na escolha da vacina mais eficiente contra o Corina Vírus, Sem brigas de laboratórios,

    Um Venturoso Ano Novo, para você e sua família!

    Como diz Caetano Veloso, um ABRAÇAÇO!

  6. Parabéns Violante, Peter O’ Toole, para mim, foi o melhor ator que tive a felicidade de assistir. No filme Lawrence da Arábia ele foi magnífico, já no filme A Noite dos Generais ele foi simplesmente, divino. Pena que os grandes clássicos não conste do portfólio das empresas de streaming. Um grande abraço e, feliz 2022 com muita saúde e paz.

    • Obrigada pela gentileza do comentário, prezado Paulo Terracota!
      Foi gratificante saber que você gosta de Peter O’Toole e do filme “A Noite dos Generais! Uma vez por outra, volto a assistir, pois comprei o filme pela Internet..

      Lawrence da Arábia também é um filme excelente. Mas, gostei muito mais d’ “A Noite dos Generais”..

      Feliz Ano Novo para você e sua família! Muitas realizações, Saúde, Alegria e Paz! Grande abraço!

  7. Queridíssima Violante Pimentel (Ou Vivi, como a chama carinhosamente o genial Sancho, o cronista de verve e coração divino e maravilhoso).

    Torço para que tudo corra bem na política, e o povo brasileiro consiga acertar mais uma vez num presidente que ame o Brasil e os brasileiros).

    Peter O’ Toole foi uma ator genial, com com uma desenvoltura espetacular na telona. Sua prova de fogo foi no filme Lawrence da Arabia, de David Lean, onde atuou ao lado dos magníficos Omar Sharif e Antonhy Quin.

    Assisti por duas vezes ao extraordinário musical Carmen Jones (1954), dirigido pelo magnífico Otto Preminger, com todas a cenas feitas por atores negros na atuação. Um cosso, indicado por d.Matii.

    Parabéns pela crônica magnífica nessa transição de anos tão melancólica para a umanidade.

    Você sempre nos traz esperança.

    FELIZ 2022. A VOCÊ E TODA A FAMÍLIA, E OS ENTES QUERIDOS E AMADOS.

    • Queridíssimo colunista Cícero Tavares, obrigada pelo carinho do comentário!

      Também torço “para que tudo corra bem na política, e o povo brasileiro consiga acertar mais uma vez num presidente que ame o Brasil e os brasileiros”.

      É gratificante, encontrar pessoas que também são fãs do saudoso Peter O’Toole e dos grandes filmes em que ele atuou!. Ele, Omar Sharif e Antonhy Quin (Zorba, o Grego), para mim, são insubstituíveis.

      Feliz Ano Novo para você e sua família! Muitas realizações, Saúde, Amor e Paz!

      Devemos ter sempre Esperança em dias melhores, e não devemos, jamais, deixar de sonhar.

      Vale a pena ler “Nunca Desista de Seus Sonhos” (livro do psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Augusto Cury, lançado em 2004),

      Grande abraço!

  8. Violante,

    Parabéns pela excelente crônica sobre o ano de 2021 que está terminando e o Ano Novo que se inicia hoje. Mais um dia que se vai e outro que se inicia não serão dias comuns se nós fizermos deles um ciclo que se encerra e outro que nasce totalmente renovado.
    A passagem de mais um ano desperte o Ano Novo em nosso interior que há muito espera para entrar em ação. A coragem e determinação sejam as palavras de ordem para que o ano seja realmente diferente, com sementes esperando para darem os seus frutos e se transformarem nos nossos maiores sonhos realizados.
    Vamos viver e festejar e renovar tudo de bom que há em nós, nos livrando de todas as amarras que nos mantém prisioneiros de nós mesmos, cativos de medos bobos e sem razões!
    Aproveito a oportunidade para compartilhar um poema do lmeu baú de versos com a prezada amiga:

    NOVO ANO, NOVO JARDIM

    Vou plantar uma semente
    Na minha consciência
    Regar com suor e lágrima
    E prestar toda assistência
    Pra botar na minha vida
    A flor da paciência.

    Irei usar a inteligência
    Porque o homem é capaz
    De cultivar o presente
    Sem se preocupar jamais.
    Com o passado nem futuro
    Colhendo o fruto da paz.

    Tem algo que me apraz
    É poder transformar
    O solo mais árido e seco
    Sem nunca desanimar
    E colher a planta rara
    Que se chama perdoar.

    Sei que é difícil amenizar
    Quem foi inconsequente
    É um plantioo doloroso
    Porque o fruto é quente
    Mas o perdão é tão leve
    Que quem perdoa não sente.

    Desejo um Ano Novo com 365 dias de paz, saúde, alegria e felicidade! Tudo de bom sempre!

    Aristeu

  9. Obrigada pelo comentário inteligente e profundo, prezado Aristeu! Suas palavras enriqueceram meu texto!
    Concordo com você, quando diz:

    “Vamos viver e festejar e renovar tudo de bom que há em nós, nos livrando de todas as amarras que nos mantém prisioneiros de nós mesmos, cativos de medos bobos e sem razões!”

    Obrigada por compartilhar comigo esse belo poema, da sua autoria, “NOVO ANO, NOVO JARDIM”. Adorei!!!

    Feliz Ano Novo, para você e sua família! Muitas realizações, Saúde, Alegria, Amor e Paz!

    Grande abraço!

Deixe uma resposta