A GENTE SOMOS INÚTIL?

A gente faz carro e não sabe guiar
A gente faz trilho e não tem trem pra botar
A gente faz filho e não consegue criar
A gente joga bola e não consegue ganhar

(“Inútil”, da banda Ultraje a Rigor)

Eu sempre tomei cuidado em meus pitacos para falar a verdade e nada mais que a verdade, mas este será diferente. É que eu andei pensando nas inúmeras teorias e explicações que já ouvi sobre nossos problemas, e percebi que todas elas têm algo em comum: a culpa é sempre dos outros. Então vai aqui uma lista (certamente incompleta) destas teorias, enfatizando que não sei se são certas ou erradas. Fiz alguns comentários, e espero que meus leitores também comentem. Talvez debatendo essas idéias seja possível chegar a algumas conclusões.

CULPA DO COLONIALISMO

Provavelmente a mais clássica. A culpa é de Portugal que nos explorou, roubou nossas riquezas e nos condenou a ser sub-desenvolvidos para sempre. Não entendo porque, depois de duzentos anos, ainda não conseguimos nos livrar do atraso, especialmente vendo que outros países que também foram colônias estão bem melhores que nós. Ultimamente os acadêmicos inventaram que existiram “colônias de exploração” e “colônias de povoamento”, e que isso explica a diferença. Lembro que a Austrália foi em certa época designada especificamente como colônia penal, e recebia navios cheios de criminosos condenados. Aqui nunca houve essa política oficial, embora seja verdade que vieram para cá emigrantes de todos os tipos.

CULPA DO CAPITALISMO

Esta estranha explicação diz que a culpa de sermos pobres e ignorantes é do capitalismo. Acho estranho porque aqui sempre teve muito pouco capitalismo, e os países que são considerados mais capitalistas estão todos muito melhores que nós.

CULPA DO FMI

FMI aqui é um termo genérico para várias outras expressões, como “os banqueiros”, “a dívida externa”, “os juros” ou “o sistema financeiro internacional”. Aparentemente, eles vieram para cá sem serem convidados e obrigaram os vários presidentes, governadores e prefeitos a se endividar e a gastar mais do que tinham.

CULPA DOS ILLUMINATI

Variação da anterior. Uso novamente um termo genérico para representar as várias teorias sobre os grupos secretos que controlam todos os governos do mundo; membros deste suposto grupo incluem a CIA, a KGB, o Vaticano, a monarquia britânica, a NASA, o Facebook, os maçons, os judeus, os chineses, os banqueiros internacionais, o Bill Gates e o George Soros.

CULPA DA EXPULSÃO DOS HOLANDESES

Não sei se essa teoria é tão difundida Brasil afora, mas em minha cidade eu perdi a conta de quantos discursos ouvi dizendo que o maior erro de nossa história foi termos expulsado os holandeses daqui no século 18, e que isso nos tirou a chance de ser um país de primeiro mundo, rico e próspero. Geralmente esses “intelectuais” encerravam a explicação perguntando com voz impostada “O que nós seríamos se tivéssemos sido governados pelos holandeses, e não pelos portugueses?”. Confesso que eu sempre respondia mentalmente “Um enorme Suriname”.

CULPA DA NATUREZA

Segundo essa teoria, os países prósperos ficaram assim porque as pessoas eram obrigadas a trabalhar para não passar fome ou frio. Já no Brasil, isso não acontece porque é possível passar a vida inteira deitado numa rede embaixo das árvores, sem jamais se preocupar com roupa, casa ou comida.

CULPA DAS IGREJAS

Essa eu li em um jornal de outra cidade, durante uma viagem: “Em outros lugares, quando se fundava um povoado, as primeiras prioridades eram construir uma escola e um hospital. Por aqui, a única preocupação era construir, no ponto mais alto do lugar, a maior e mais luxuosa igreja possível. Mais tarde, quando sobrava algum dinheiro, se construía do lado da igreja um convento. A escola ficava sempre para depois.”

CULPA DA REPÚBLICA

Segundo essa idéia, nossos problemas existem porque em 1889 os militares acabaram com a monarquia e implantaram uma república. Eu, particularmente, não entendo direito por que um país que não tinha indústrias, não tinha estradas, não tinha universidades, tinha dois terços da população analfabeta e era o último país das Américas onde a escravidão era legal seria um modelo para alguma coisa.

CULPA DOS POLÍTICOS

Essa é uma frase comum: Os brasileiros, todos, são honestos, íntegros e trabalhadores; só os políticos que não são. Duas explicações possíveis: ou existe algum vírus que contamina as pessoas no instante em que elas se elegem para um cargo e que as transforma em pessoas corruptas e desonestas, ou nossos políticos não são brasileiros, vêm de outro lugar (talvez de Marte).

CULPA DO NEOLIBERALISMO

Aqui eu me confesso perdido. Não consegui encontrar um único autor que se declare neoliberal, o que parece indicar que o tal neoliberalismo surgiu do nada, sem ter sido proposto por ninguém. Quem usa a palavra também costuma não explicar o que significa: apenas afirma que a culpa é do neoliberalismo e pronto.

CULPA DO CORONAVIRUS

Essa ainda é nova. Mas eu sou capaz de apostar que pelos próximos anos “a culpa é do coronavirus” será a explicação mais usada para todos os nossos problemas.

12 pensou em “A GENTE SOMOS INÚTIL?

  1. Sr. Marcelo,

    Eu entendo que a “culpa” de nossas mazelas está dentro de nós mesmos em primeiro lugar.

    Nós não lutamos o suficiente pela nossa liberdade, uma vez que o BR nunca esteve sob um regime ditatorial absolutista em sua história.

    As chamadas ditaduras que houveram (Vargas e de 64) não foram nada perto do que aconteceu nos regimes comunistas e nazistas.

    Tirando a culpa interna de cada cidadão, que sempre falha em se libertar, está o Sistema Dominante, que sempre apostou no atraso da educação, na manutenção da miséria e no conchavo entre os poderosos para dominar o poder.

  2. Marcelo, tem mais

    Esqueceste (intencionalmente ou não) da Culpa das esquerdas ou Comunismo, que desce o início do século XX tenta implantar um regime ditatorial no BR, e desde os anos 90 implantou, via Foro de S Paulo, uma nova forma de domínio, que é pela hegemonia do poder e o domínio das mentes, mirando a destruição da família, da moral judaico cristã e a cultura e filosofia greco romanas em nossa sociedade, base da civilização ocidental.

    • João, pelo seu comentário anterior noto que você percebeu a ironia do texto. As tais “culpas” são na verdade “desculpas”, clichês que se repetem para se livrar das responsabilidades. São argumentos que não resistem a uma análise mais fria e ponderada.

      Tem certeza que você quer incluir o comunismo nessa lista?

  3. Sancho, aqui deste nosso “enorme” Suriname agradece imensamente que a turma dos países Baixos não tenha vencido o “cara ou coroa” com Portugal, pois tal fato “eliminaria” quase todos nós da face da Terra, pois a “famosa trepada” que nos gerou não teria acontecido. Viva Bolsonaro, presidente da República Surinâmica do Brasil. E dois vivas para Marcelo, nosso extremamente ÚTIL colunista. Jogo que segue…

  4. Prezados amigos,

    Como sou originado na cidade Maurícia, Recife, permitam-me fazer algumas pequenas correções sobre os comentários relativos a este período.

    Primeiro – Os holandeses estiveram por aqui no século 17, e não 18. Sua permanência em Recife se estendeu de 1630 a 1654,

    Segundo – A imagem positiva que os holandeses deixaram aqui se deveu ao gênio do administrador que nos enviara. O Conde Maurício de Nassau. Este deu ampla liberdade religiosa, criou o primeiro parlamento das Américas, financiou a reconstrução dos engenhos, dentre outras inúmeras iniciativas que tornaram Recife a cidade mais desenvolvida das Américas na época.

    Terceiro – Portugal não teve absolutamente nada a ver com a expulsão dos holandeses. Eles lá estavam tentando se livrar do domínio da Espanha, e em guerra com ela, a fim de se livrar da “União Ibérica”. Não tinham a mínima condição de nos ajudar. Quem botou os holandeses para fora foram os pernambucanos, sem a ajuda de mais ninguém.

    quarto – A razão dos pernambucanos terem se esforçado para expulsá-los daqui foi exatamente a tentativa da Companhia das Índias Ocidentais, visando nos transformar em uma Colônia de Exploração, em lugar de uma Colônia de Povoamento, como queria Nassau.

    • Ficando demonstrado de uma vez por todas que os “jênios” que defendem a tal teoria (“culpa da expulsão dos holandeses”) realmente não sabem do que estão falando.

      Quanto ao século errado, essa pode botar na minha conta mesmo…

  5. Com relação à Culpa do Políticos lembrou-me de um dito de Brasília: Político é igual macarrão, é duro até entrar na panela, depois que entra amolece que é uma maravilha! ( O duro aí pode ser interpretado como quiserem! )

    A culpa é vossa, sempre vossa!

Deixe uma resposta para João Francisco Cancelar resposta