DEU NO JORNAL

O ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro fez nesta quarta (10) um discurso permeado de obviedades e lugares comuns, no evento de sua filiação ao Podemos com a clara intenção de disputar a presidência da República.

No partido, o Podemos, o sonho é que Moro se credencie a disputar o segundo turno contra o ex-presidente petista Lula, que ele meteu na cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro.

Filiados ilustres até brincam com o enredo de um “filme” que teria título óbvio: “O juiz e o ladrão”.

O ex-juiz defendeu a liberdade de imprensa, mas silenciou sobre decisões judiciais que submetem brasileiros a censura e mordaça.

Moro atacou a corrupção, mas não criticou decisões que esvaziaram as cadeias dos ladrões presos pela Lava Jato.

Moro prometeu recolocar o governo federal “nos trilhos”, mas não explicou o efetivo significado da expressão e nem como isso ocorreria.

* * *

Que decepção pra quem acreditava nesse sujeito e o levava a sério.

Que decepção da porra.

Agora ele se revelou por inteiro.

Ontem, quando ouvi o seu discurso com a vozinha aveludada e a cara mais cínica deste mundo, tive que sair às pressas atrás do pinico.

Foi grande a ânsia de vômito.

Cabra safado!!!

10 pensou em “A FACE VERDADEIRA DE UM CRÁPULA

    • Concordo plenamente com a cara Shirley, de Curitiba (conhece a peça mais que nós).

      Vai para a campanha, o que é um direito seu. Vai cair de pau no Bolsonaro. Junto do Lula vai fazer dobradinha contra o inimigo comum.

      Provavelmente vai ter o Mandetta de vice.

      É mais um ato da tentativa de trazer de volta o teatro das tesouras.

      Olha, ainda que eu estivesse contra o Bolsonaro por não ter cumprido tudo o que prometeu, só o fato de ver quem são seus adversários, dá para ver que ele está no caminho certo.

      O que já foi feito nos últimos 4 anos, com STF, Congresso, imprensa, academia, elite financeira; todos contra; mostra que o caminho é duro, porém vai ser vencido.

  1. Para a maior parte do povo brasileiro, que não conseguiu ver os verdadeiros caminhos trilhados da lava jato, atingindo em cheio o desafeto PT e suas maracutaias, livrando os falsos adversarios do PSDB de toda e qualquer cukpa. Estes foram sendo esquecidos em todas as fases desenvolvidas pelos desembargadores. Com essas forcas tarefas, pensava, o grande magistrado, eliminar o maior inimigo.o PT, que nào cumpriu o pacto de alternancia de poder e resolveu eleger, e reeleger a dentucinha. Com o chefe na cadeia, o estrada estava livre para o candidato do PSDB, mas ai apareceu um maluco que resolveu acabar com a farsa, e ganha a presidencia.. O que fazer? Vamos detornar esse intruso, colocando o nosso versartil, e até aqui o heroi da Pátria, para ser um CAVALO DE TROIA, e detonar o governo, sendo parte do governo, agindo contra o governo e o País. Em suma, é este traira que agora quer o nosso voto. Sinto muito, esse moro eu não quero nem de graca.

    • Só pra entender Sérgio Moro foi imposto ao Bolsonaro ?
      Se foi , que merda de presidente é esse ?
      O que aconteceu com o Moro em abril/2019 ?
      O que aconteceu em junho/2019 ?

      • Airton, Moro, que eu considerava então herói nacional, se ofereceu ao Bolsonaro no final de outubro/18. Como ele não poderia aceitar?

        Em abril e junho de 2019 Moro era um “dileto” ministro da Justiça. Se v. quiser falar sobre a saída dela, vá para 2020.

        Leia mais antes de falar coisas erradas.

        • E lá vamos nós

          ” O ex-magistrado também recebeu do recém-eleito presidente que teria “carta branca” para conduzir a pasta. “A presença do Sergio Moro no Ministério da Justiça, com todos os meios, inclusive o Coaf, [será] integralmente dele o ministério, não haverá sequer influência minha”, declarou na ocasião.”

          03/03/19

          Na última quinta-feira, num caso emblemático, Bolsonaro, após ser pressionado por sua base via Twitter e Facebook, ordenou que o ministro da Justiça, Sergio Moro, retirasse a indicação da cientista política Ilona Szabó para suplente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária

          ” 15/05/2019

          O COAF está de volta ao Ministério da Economia

          ” Toffoli acata pedido de Flávio Bolsonaro e suspende investigações com dados do Coaf ( 17 de Julho de 2019)

          E o que aconteceu com o pacote anticrimes proposto pelo Ministério da Justiça ?

          • Se ofereceu ???
            Então o papo de ” eu escolhi um ministério técnico ” foi uma mentira ?
            Vc ainda acredita no papo da chantagem do Moro para com o presidente ? Que ele aceitaria dar a cabeça do diretor da PF em troca da indicação ao Supremo ?
            O André Mendonça já foi sabatinado ?

          • Airton, Bolsonaro não deu cheque em branco para nenhum ministro seu, pois neste caso ele estaria abdicando do poder de PR, Ele sempre falou que a palavra final era sua. Isso ficou claro quando Moro tentou colocar a progressista Ilona Szabó (contra armas, a favor do aborto) em seu ministério. Ali acendeu a luz amarela. Bolsonaro ainda tentou deixar passar, mas era muita afronta.

            Moro, se tivesse vergonha na cara teria renunciado ao cargo depois disso. Mas não foi o que vimos. Sua biografia começou a ser manchada ali.

            Moro foi até JMB via Guedes, é só ver os jornais da época, já que v. gosta tanto de links. Moro aceitou ser ministro em um governo conservador sem nunca ter sido um.

            O tal pacote anti crimes dava super poderes aos Procuradores. O congresso não aceitou isso e desfigurou a proposta. Isso tem que ser jogado na conta do Maia, que agora o apoia.

            Os dados do COAF são sigilosos e no caso Flávio Bolsonaro, alguém de lá de dentro vazou estes para a imprensa. Estes dados não podem ficar nas mãos de Procuradores e sim da Fazenda. Devem ser disponibilizados apenas via ordem judicial e sob restrito sigilo.

            Se aconteceu com Flávio (independente do mérito) pode acontecer com qualquer um. Isso não é democracia.

            Airton, quando v. vai analisar a união do Moro com A. Dias, Maia, Frota, Joice, Kim, Dória, Globo,….?

            • Sim , Moro chegou a Bolsonaro via Guedes , que já era o seu ministro da Economia caso fosse eleito . Moro não se ofereceu .
              Bolsonaro falou ou não que deu carta branca aos ministros ?
              O pacote anticrime , que tinha a prisão na 2ª estância , não teve nenhum apoio do governo federal ( e aqui caberia de novo uma pergunta , que vc respondeu de maneira torta , a de porque os filhos não se colocaram como candidatos a presidência das duas casas).
              O COAF não pegava dados de pessoa , e sim movimentações financeiras . E ação do Flávio deu ensejo a que o presidente do STF paralisasse todas as operações da PF , que alcançava as mulheres do Tofolli e do Gilmar Mendes .

              Eu não vou analisar nada , como não analisei as fotos dos mesmos Frota e outros juntos com Bolsonaro .

  2. Quando foi que Bolsonaro falou os nomes : Zé Trovão , Sérgio Reis , Allan dos Santos , Roberto Jeferson ,Wellington Macedo., Daniel Silveira e Oswaldo Eustáquio ?
    Onde foi parar o Conselho da Republica que seria convocado no dia 09/09 ?
    Bolsonaro já recebeu o sinal pedido ?

Deixe uma resposta