DOIS FUROS

* * *

É imperioso que este Editor faça duas importantes observações sobre esta tuitada do presidente:

1 – O Departamento de Fuxicos do JBF não foi informado sobre o cardápio desse almoço, marcado pela grande tietagem dos puxa-sacos ao redor.

Tremendo furo do Departamento Gastronômico da Presidência da República.

2 – O presidente usou a palavra “colegas” se referindo aos caminhoneiros.

O certo, pra manter a tradição, seria “companheiros”.

4 pensou em “DOIS FUROS

  1. Bolsonaro batendo um rangão com caminhoneiros em uma lanchonete de estrada é a imagem deste governo.

    O Lula gostava de Romanée Conti, Uísque 18 anos e cachaça envelhecida com os amigos empreiteiros em um rancho de Atibaia; Dilma mandava desviar a rota do avião para parar em Portugal para ir de madrugada a um restaurante português comer Bacalhau.

    Bolsonaro bate rango num restaurante por kilo de beira de estrada. É um tosco, né Goiano..

  2. João Francisco, com o teu comentário revelando que Bolsonaro é o presidente cabrão do Brasil porque bate rango na beira da estrada, acabas de endeusar Lula, que tomava cachaça com o povão, batia um churrascão e com ele não tinha pastel:

    https://pbs.twimg.com/media/Dluw9nmXoAE3ZXH.jpg

    Vamos combinar o seguinte: – Argumentos, por favor, argumentos!

    Bolsonaro pode vir a ser um bom presidente e isso estamos esperando, embora tenhamos de duvidar quando observamos o comportamento e as grandes pautas do governo e saibamos que um governo de direita extremada deve ter realizações extremamente voltadas para filosofias do tipo eu consegui tu também podes..

    Quantyo ao ser humano bacana de que falas, suas falas e atitudes sempre revelaram seus preconceitos e suas tendências ultradireitistas.

    Por exemplo: para garantir que não é racista ele mesmo conta o caso de ter salvado um negrão. Pergunte a ele se a filha dele quisesse se casar com o negrão, se a resposta dele seria algo como uma questão do meio ambiente poluído

    Ele tira fotos abraçado e brincando com viados, mas pergunte a ele se o filho dele etc.

    Enfim: esse cara bacana comendo bandejão a quilo na beira da estrada pode ser o mesmo que continua comendo o rango do quartel e nada mais do que isso, se entendes a profundidades dessa filosofia

Deixe uma resposta