1 pensou em “OS INCRÍVEIS

  1. Salvo engano, esta música foi lançada em 1972, quando o país crescia de modo estrondoso, havia sido tricampeão mundial de futebol há pouco. Junto da música veio o adesivo “Brasil, ame-o ou deixe-o”.

    Não precisa nem dizer que a esquerdalha da época cancelou tais iniciativas. Os Incríveis não fizeram mais sucesso depois disso.

    A Ditadura cultural da esquerda nunca deixou de agir, mesmo no regime militar. Vejam, da Brasil Paralelo: “1964 – entre armas e livros”, que mostra quem venceu esta revolução. Vale cada minuto do vídeo.

Deixe uma resposta