DEU NO TWITTER

* * *

“Protesto digital” e “consenso artificial”, duas expressões interessantes desta postagem aí de cima.

Bom, o fato é que não há nada de surpresa com esta medida do Youtube citada pelo competente e lúcido Leandro Ruschel.

Isto faz parte da epidemia de censura e cerceamento de liberdade de opinião que vem se alastrando dentro do padrão s-t-efiano banânico.

A suprema ditadura já mandou pra longe todo e qualquer vestígio de constrangimento.

Faz tudo de cara limpa e de careca brilhosa.

Há mais de dois anos, em agosto de 2019, recebi uma mensagem do Twitter informando que minha conta havia sido bloqueada.

Esta mensagem aqui:

E a minha “propagação de ódio” foi apenas mostrar o óbvio e chamar um baitola de “baitola”

No comunicado que me mandou, o Twitter transcreveu seis postagens minhas, todas se referindo à baitolagem do jornalisteiro Reinaldo Azevedo.

Só a ele.

Os outros baitolas que eu citei, e que não foram poucos, não teve problema algum.

Este é um dos seis exemplos que o Twitter me mandou e que foram tirados do ar:

Ao invés de me rebater e topar a briga, Reinaldo reclamou junto ao Twitter e eu fui expulso de lá definitivamente.

Não consegui mais voltar.

Mas o problema pode piorar:

Não é só chamar um baitola de baitola: muito em breve, chamar Lula de corrupto e Marcola de bandido também vai dar dor de cabeça pra quem assim proceder.

Por fim, quando foi ontem, quarta-feira, recebi este aviso do Youtube:

Ou seja, novamente a baitolagem foi causa da censura, já que o meu vídeo, intitulado HOMOFOBIA UM CACETE!, avacalhava com esse babaquice, essa cretinice da militância zisquerdóide e do politicamente correto batizada de “homofobia”.

Quanto à heterofobia, o ódio que essa gente devota aos normais, os machos e as fêmeas, que vivemos conforme aquela lei divina que vem desde Adão e Eva, não há o menor problema: os xibungos podem continuar dizendo que os anormais somos nós. E isto com inteira liberdade.

Enfim, não são apenas as redações da grande mídia e da Rede Globo que estão entupidas de baitolas.

Em postos chaves da internet, mandões viados estão dando as ordens e impondo suas condições absurdas e doentias.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

8 pensou em “O ARROCHO SÓ FAZ AUMENTAR

  1. Em outro comentário que postei hoje falei que estamos tendo que tomar cuidado. Com o que falamos, escrevemos e até mesmo o que pensamos. Inominável o que estamos vivendo em termos de censura e de desmandos. Começo a temer que cheguem até o JBF onde ainda podemos nos manifestar. É exatamente o que falei outro dia. Vamos amanhecer e anoitecer indignados e NINGUÉM, absolutamente ninguém, toma uma atitude. Cacete que um poder não pode interferir em outro. Mais do que o Careca interfere ? Não sei onde iremos parar. Não duvide que em breve teremos um apagão na internet. Saiu uma matéria sobre isso no Mega curioso que dificilmente fala sobre estes assuntos e quase na sequência saiu também na Dinamarca. Está pipocando aqui e ali. Parece aviso do que enfrentaremos. SOS.

    • Minha cara Shirley, como eu disse ontem, concordamos na maioria das coisas, porém tem outras que discordamos, o que eu considero bom.

      O dia em que eu tiver que tomar cuidado com o que eu digo, ou escrevo, é porque a minha liberdade acabou e eles definitivamente ganharam.

      Faço aqui uma previsão (que lutarei até o fim para que não ocorra). Se o Lulla ou alguém da chamada 3ª via (tucano e assemelhados) ganhar, o JBF terá seus dias contados.

      A única pessoa na política hoje que defende a total liberdade de expressão se chama Jair Messias Bolsonaro

  2. Na pisada em que vamos, logo vai ser obrigatório dar a bunda.

    Não tenho problema nenhum com gay, muito menos mêdo (Phobos, em grego). Podem dar a bunda à vontade, desde que não venham me encher o saco com viadagens.

    O que me torra a paciência é ver frango escandaloso e atrevido, barraqueiro mesmo, tomar porrada e virem dizer que é homofobia. Tem mais é que tomar muita porrada mesmo, que é para irem dar o cu quieto em seus respectivos cantos.

  3. João Francisco,

    Como Bolsonaro eu também defendo a liberdade de expressão.
    Só que não é isso que está, escancaradamente, acontecendo. E sem nenhuma perspectiva de ver essa situação mudar. Temos ainda muito tempo para as eleições e até lá, a continuarem as censuras e os desmandos, muita coisa pode acontecer e nada agradáveis. Você não se cala, eu também não vou me calar e como nós milhões farão a mesma coisa. E a caravana vai passando mesmo com os cães latindo.

    • Shirley, minha cara. É bom saber que gente como v. está do lado da liberdade e que não tem medo.

      Não fiquei quieto na década de 70 (havia mais liberdade do que hoje) não vai ser agora que vão me calar. Tenho duas lindas netinhas e compromisso para com o futuro delas.

Deixe uma resposta