DEU NO TWITTER

14 pensou em “NUNCA SE CAGOU TANTO

  1. Este FHC do vídeo é um personagem do tempo do teatro das tesouras.

    O verdadeiro e este último que está de braços dados com o Lula e o PT.

    Ambos os FHC’s são uma farsa e fizeram muito mal ao país.

  2. Senhores

    Bolsonaro é o Lula de amanhã.

    A história vai contar os erros de Bolsonaro e seus ministros marionetes no combate à pandemia, os erros na desastrosa política externa, a corrupção no ministério do meio Ambiente, a militarização dos ministérios civis, o enfoque religioso das decisões, a devastação da Amazônia, a nomeação de ministros inócuos (ministros – placebo), desmentir na prática as recomendações do Queiroga (andar sem máscara e promover aglomerações) etc.

    Sem falar na quebra das promessas de campanha, claro. Só manteve uma: armar o povo.

    Mas aí eu digo ao Constantino: planejar o passado é como dar uma martelada no chão: não há erro possível. O problema é planejar o futuro e lá ter o passado reconhecido.

    Abraços dominicais.

    PS: que venham as críticas. Aguardo ansiosamente os argumentos contrários.

    • Caro Hipólito, V. está se achando a última bolacha do pacote. Menos, meu caro, bem menos. Não se dê tanta importância.

      “que venham as críticas. Aguardo ansiosamente os argumentos contrários.”

      Fique com suas convicções (uma coletânia de narrativas) e um bom domingo.

      • Caríssimo João

        Fico feliz em que você não tenha argumentos para me contestar. Talvez seja porque os meus comentários sejam inargumentáveis.

        Mas acho que o controverso seria uma virtude.

        Abraços controversos.

        PS: prefiro biscoito a bolachas. Bolacha tem uma conotação meio agressiva.

        • E desfila pelo JBF, na comissão de frente, o nosso Hipólito, achando-se a útima coca-cola gelada de um isopor encontrado no deserto.

          • Prezado San Cho, ilustre caminhoneiro e poeta

            Além de menosprezo, terias algum argumento contra?

            Aliás nem precisa responder, se tivesse, argumentaria.

            O problema, já falei, é o efeito miúra, abaixa a cabeça e ataca o que vê pela frente.

            No fundo, isso me diverte.

            Abraços de “l’acqua nera del capitalismo”

            • Hipólito,

              Não houve menosprezo, apenas uma colocação bem humorada seguindo a linha de racocínio do João.

              Assim como Goiano, você possui todo o direito de gostar ou desgostar do atual presidente, por quem não morro de amores, mas (atento mas), que reconheço estar fazendo o melhor possível dentro da conjuntura a ele apresentada, com tanta resistência ofertada pelos que perderam as eleições.

              Minha esposa trabalhou na l’acqua nera del capitalismo…

              Como é bom o capitalismo, não é mesmo?

              Você poder ganhar o pão com o mérito de seu trabalho…

              O que seria do mundo sem os grandes e pequenos empresários, que encaram zilhões de problemas para gerar emprego e fazer a roda da riqueza girar.

              Li recentemente no blog da Yoani María Sánchez Cordero (excelente blog Generación Y – 14yMedio) que em Cuba, grande exportadora do açúcar no passado, terão que importar esse doce produto dos canaviais.

              Inclusive nosso Roque Nunes por lá já esteve cortando cana para o Fidel.

              Cuba, Venezuela, Argentina, Nicarágua, Coreia do Norte estão aí para nos mostrar o quanto é maravilhoso mergulhar nas águas vermelhas da política.

              • Prezado

                Concordo. Os paraísos vermelhos só são democracias para o PT e o Chico Buarque..

                E aceito sua explicação de não ter me menosprezado. Mantenho minha profunda admiração por você.

                Abraços

        • Argumentos “ENERGUMENTAVEIS”

          Para bom entendedor, pingo é letra.

          Para estúpidos, palavra são sinais gráficos, isto é, incompreensíveis….

          Tsk Tsk Tsk……

  3. Voltamos àquelas antigas reuniões do CEBRAP (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), quando um sociólogo e cientista político da USP chamou para um cafezinho o líder sindical dos metalúrgicos do ABC com um plano inovador para implantar o socialismo no Brasil.
    “Esqueça a guerrilha”, disse o sociólogo. “Se quisermos implantar o socialismo no Brasil, precisamos fingir que nos opomos, que somos contrários um ao outro. Quem não quiser votar em você, votará em mim, e vice-versa. No fim das contas, pensando que estão votando numa oposição, eles estarão sempre escolhendo o mesmo projeto”.
    Foi naquele dia que FHC e Lula se tornaram amigos para sempre.
    O abraço de FHC e Lula décadas atrás é o mesmo abraço de hoje.

    • Note que ambos foram perseguidos pela ditadura.

      À parte os discursos ideológicos.

      Mas o fato é o aqui e agora. Como já disse, planejar o passado é como dar marteladas no chão, não tem como errar.

      Que o Bolso acorde a tempo de deixar um ato que será repetido daqui a décadas, ao invés de se gabar em motocicletas.

      No momento, não deixou nada para a história.

      Abraços e encerro minha participação neste item

  4. ESSE CARA SABE DE TUDO E APOIA LULA? O QUE ELE PRETENDO COM ISSO? NÃO GOATA DE GOVERNO HONESTO? NÃO ENTENDI MUDAR DESSE JEITO.

  5. FHC, um verdadeiro pulha. E agora de braços dados com o luladrão.
    Antes que eu me esqueça: Hipólito Hipócrita, você prefere tomar no cu ou na bunda?
    Se ficar calado está com uma trolha na boca; Se responder, está com uma trolha enfiada no rabo a dentro.

Deixe uma resposta