5 pensou em “MEMÓRIA

  1. Excelente escolha Peninha.

    Elis foi a maior cantora e intérprete do Brasil.

    Foi nesta época que a turma da Lacração (na época ainda não tinha este nome) do RJ deu a SP o título de túmulo do samba.

    Onde já se viu um oriundi que nem sabia falar direito ousar fazer samba?

    Elis foi lá deu a Adoniram o devido respeito que os “intelectuais” da MPB negavam.

    Elis foi a interprete que mais lançou ou impulsionou cantores que até então eram compositores desconhecidos ou estavam precisando de um empurrão.

    Milton, Renato Teixeira, Belchior, Ivan Lins, Fagner, João Bosco, Tim Maia, Guilherme Arantes, dente outros.

    Não se rendeu ao patrulhamento e isto lhe custava caro.

    • e tão patrulhada que Chico Buarque numa música sua onde cita grandes cantoras ou interpretes, não cita o nome dela , mesmo ela tendo o levado por várias vezes ao seu programa que fazia junto com Jair Rodrigues , O Fino da Bossa .

      • Chico Buarque é o símbolo da patrulha cultural no Brasil.

        Ou se fazia parte de sua turma ou estava cancelado nos jornais, crítica e rodas “intelectuais”.

Deixe uma resposta para Airton Cancelar resposta