GOIANO BRAGA HORTA - ARCO, TARCO E VERVA

Estamos com muito medo.

Anteontem um juizeco de um tribunalzinho mandou prender um deputado federal por crime de opinião, porque ele publicou um vídeo fazendo críticas ao Supremo Tribunal Federal e aos Ministros, dizendo que um era isso, outro aquilo, porque insinuou coisas sobre masculinidade de algum, porque disse que outro recebia grana por fora, porque falou qualquer coisa que foi interpretado como proposta de fechamento do STF e que parecia que ele defendia o Ato Institucional nº 5, o AI 5, da época dos governos militares e outras opiniões que ele deu sobre o que ele acha que devia dar, usando de sua imunidade parlamentar.

Ora, se um deputado federal não pode fazer críticas construtivas, censurar e acusar por coisas que ele ache erradas, o que aconteceria se em vez de um parlamentar fôssemos nós, que não temos imunidade alguma ?!

Estamos com muito medo, porque nós elegemos um governo que nos protegeria quando tivéssemos a liberdade de publicar as coisas que quiséssemos nas redes sociais, porque liberdade é liberdade, se não pode falar alguma coisa não é liberdade mais.

Nós votamos em Jair Messias Bolsonaro porque pensávamos que ele nos garantiria caso quiséssemos marchar contra o Supremo, mostrar-lhe nossa revolta por soltarem criminosos todos os dias, atirando-lhe fogos de artifícios e avisando que caso não entrassem na linha estavam sujeitos a porrada como qualquer pessoa.

Achávamos que esse governo nos garantiria isso, só isso : – Liberdade !

Agora, estamos desse jeito, não sabemos se podemos falar, se por qualquer coisa que dissermos poderemos ter a polícia invadindo nossa casa inventando flagrante para entrar a qualquer hora do dia ou da noite.

Vai-se implantando o regime do terror, podemos ser presos por não usarmos focinheira ideológica, por invadir terra de índio, por chamar negro de imprestável, por desprezar mulheres, por odiar homossexuais, por qualquer coisa que « eles » achem politicamente incorreto e, agora ainda por cima, se quisermos que os militares honrem a farda e interfiram para implantar um regime verdadeiramente democrático no qual o presidente possa fazer o que queira e o que for necessário para o progresso da nossa Pátria, estaremos lascados.

Nem o Congresso, que devia segurar as pontas, se salva, e o deputado que deveria sair no dia seguinte foi condenado pela sua própria Câmara a sentar no boi. Até onde chegaremos ?!

Se disseres em público e, pior ainda, se escreveres, por exemplo, que bandido bom é bandido morto, ou que é preciso metralhar a petralhada, ou que tem de pôr os esquerdistas no paredão e fuzilar, ou guilhotinar, ou qualquer coisa que eles merecem, quem corre o risco a partir de agora somos nós, porque o judiciário tomou o poder e é quem governa – acabaram-se os direitos constitucionais do cidadão.

Se bobearmos, podem nos prender até se nos recusarmos a tomar uma vacina, podem nos prender se quisermos assumir a responsabilidade de irmos para os bares, por nossa conta e risco, afinal, quem manda no nosso corpo ?

Estamos com medo, muito medo. Parece que já vivemos em uma Cuba, ou em uma nova Venezuela, onde a liberdade de expressão acabou-se, e a coisa começa assim, um dia te proíbem de falar, no outro já estás na cadeia.

Medo, muito medo.

Pelo menos tenho seis pistolas em casa para o caso de quererem vir me pegar.

Enquanto isso, não passa nem agulha.

Vou até parar de comentar, porque a arbitrariedade está brava.

53 pensou em “MEDO

  1. Ironia? Sátira? Paródia? Fábula? Piração? Sacanagem? Gozação?
    Eu mesmo não sei dizer.
    Acordei com medo pelos que acham que as portas do inferno foram abertas e podem soltar seus demônios à vontade, que o fascismo está liberado e que a lei não os alcança.
    Pois bem, estão vendo.

  2. Goiano, Gostei do travessão (-) antes de liberdade. O jurista Evandro Pontes foi entrevistado pela colunista Ana Paula Henkel, para falar sobre os recentes fatos envolvendo o Supremo Tribunal Federal e os atos de seus ministros. Vale a leitura. Um abraço.

    • Luis Mezerti, grato pela apreciação e pela dica. Vou ter de aguardar a republicação da entrevista em outro local, porque não assino o Estadão, onde foi publicada originalmente. Lerei com prazer.

      • Goiano, segue o texto.*JURISTAS X STF*
        Finalmente, os grandes juristas do país começam a se manifestar contra as arbitrariedades e autoritarismo do STF.*
        O jurista Evandro Pontes foi entrevistado pela colunista Ana Paula Henkel, para falar sobre os recentes fatos envolvendo o Supremo Tribunal Federal e os atos de seus ministros que levaram a uma enxurrada de pedidos de impeachment.
        Mestre e doutor em Direito Societário pela USP, Evandro Pontes defendeu que há um golpe de Estado em curso. De fato, Pontes defende que o golpe já ocorreu.
        Pontes iniciou a entrevista afirmando que “estamos assistindo a uma quebra constitucional irreversível. O STF já cruzou linhas que constituem verdadeira atividade paraestatal”. Após uma explicação de como se define um golpe de Estado, ele afirmou: “Ora – para mim é claro e mais do que óbvio que esse golpe já ocorreu. Na medida em que o STF age a latere do sistema, age de forma a violar a própria constituição, o próprio STF já consolidou um verdadeiro golpe de estado em que todos os poderes foram criminosamente usurpados pela Corte: ela julga, ela investiga, ela legisla, ela manda abastecer navios, ela atua como executivo e impede a extinção de conselhos, ela impede o executivo de enxugar a máquina – enfim, o golpe de estado já foi dado diante de nossos olhos e ninguém simplesmente não fez nada para restaurar a ordem”.
        Em resposta à surpresa da entrevistadora, que questionou se não se trataria de atos isolados de alguns ministros, com crimes isolados de responsabilidade, Evandro Pontes respondeu:
        “Adoro o professor Carvalhosa, a quem tenho como Mestre muito querido, mas neste ponto eu discordo de meu Mestre sob o ponto de vista estratégico. Veja: quando uma ordem do STF é emanada por um Ministro usando papel timbrado da corte e todos os demais se calam, não há dúvida que esse silêncio integra a decisão ilegal dada pelo colega. O silêncio da corte quando um sistema paraestatal é montado e levado a plena operação, significa exatamente que a ilegalidade contaminou irremediavelmente a atuação dos demais ministros. Exemplo contrário disso foi o do Desembargador Favretto: ao tentar lançar mão de um expediente ilegal, a Corte como um todo se insurgiu e impediu que a ordem ilegal saísse com o timbre do TRF4. Os demais colegas preservaram a integridade institucional da Corte. Se o STF não faz o mesmo e aceita que ordens sejam emanadas em nome da Corte, a responsabilidade é sim colegiada e recai sobre aqueles que preferem reclamar na imprensa (que não é função de um juiz) e deixam de agir como juízes impedindo que um sistema paraestatal seja colocado em operação.
        O STF é hoje, sem a menor sombra de dúvida (por isso não falo das pessoas, falo da corte mesmo, pois no caso da decisão da transferência do Lula, em que houve supressão de instância, a Corte integrou a decisão com 10 votos favoráveis; pense-se também no caso do Inquérito de Censura à Crusoé: foi claramente um ato institucional da própria Corte e não de ministros isoladamente), uma entidade de poder suprema e de atuação paraestatal. Suas decisões sequer são respaldadas em seus próprios precedentes (um indício de que o seu histórico foi completamente abandonado), nem mesmo na Constituição: basta ler as decisões que citei e procurar o dispositivo constitucional que serve de base para a decisão – não há, simplesmente não há. São atos de puro totalitarismo gestados a latere. Desta forma, Ana, o golpe já foi dado. Tudo o que decorrer dele é mera conseqüência de um golpe, jamais será uma resposta em ato isolado ou um golpe a parte ou contragolpe. Já estamos na marcha da história para recobrar o sistema que já foi rompido por iniciativa clara e descabida do STF (e, repito, a responsável por isso é a corte sim e não os ministros isoladamente) ou simplesmente aceitá-lo.
        “A escolha agora cabe ao povo brasileiro”.
        Via Celso Guedes

        • Luis Mezetti, grato pelo materiall.
          Não vou tentar desqualificar a opinião do jurista alegando partidarismo evidente por parte de um pretenso seguidor de Olavo de Carvalho e coisas desse tipo, porque uma coisa é o parecer fundado no conhecimento jurídico e outra coisa é aquele fundado em partidarismo e ideologias.
          O que posso dizer é que não compartilho dessa opinião de “golpe” por parte do STF; o que creio é que o STF tem dado golpes em tentativas de implantar ilegalidades, cujas as quais cabe ao SYTF, uma vez acionado por parte legítima, coibir.
          Evidentemente, o STF, ou qualquer tribunal ou juiz, não é infalível, mas não se deve generalizar a atividade do Supremo por algum equívoco que eventualmente haja cometido.
          O que há é mesmo uma ação antidemocrática visando a desestabilizar o STF, uma vez que sua ação incomoda.
          No geral, o STF não ultrapassa suas competências no julgamento das ações propostas. Quando o faz, cabem os recursos, que as partes utilizam abundantemente, por veze conseguindo corrigir erros.
          Esse negócio de dirigir fogos de artifício ao STF é coisa de fascistóides insatisfeitos com a colocação de freios a suas ações ilegais.

          • Goiano, Discordo de você, temos um supremo sem ética, caráter e peremptório em suas decisões. Suas decisões contra a própria Constituição é algo inconcebível, a Corte foi formada para proteger a Constituição, Cabem recursos, e dai ? Se a Corte tem o poder de colocar no arquivo de prescrições futuras, não ha embates jurídicos, técnicos nos processos, somente embasamento da jurisprudência Alemã, como fazem Alexandre de Morais e Gilmar Mendes, é tudo factoide amplamente divulgado pela mídia, são julgamentos midiáticos. O senhor da Carta Magna, Marco Aurélio Mello, já sucumbiu a banda podre no julgamento da prisão, logo ele que soltou a Quadrilha dos Pipocas em um HC e ponderou suavemente na decisão do HC, “a quantidade de armas e munições apreendidas e o fato de se tratar de grupo organizado para a prática criminosa surgem como elementos neutros, insuficientes a respaldar o argumento alusivo à preservação da ordem pública”. O ministro continua dizendo que “o combate à delinquência não há de fazer-se a ferro e fogo, mas mediante política criminal normativa”. Não temos Corte!

  3. Caramba Adōnis, desde o título já se vê que é ironia. A liberdade de expressão está na CF pra ocupar espaço. Lewandowski mandou prender um cara que chamou aquele antro de vergonha. Não tinha imunidade parlamentar, tinha essa promessa de liberdade de expressão.
    O paradoxo de Popper mostra isso. Do meu ponto de vista a coisa é simples: se eu cometi um crime me processe. Se resolve assim. Eu nunca vi a PF entrar na casa de ninguém depois das 22h. Nunca vi um mandado de prisão em flagrante. Vi Lewandowski não cassar os direitos de Dilma; vi o STF se basear em gravações roubadas pra favorecer Lula; vi o STF proibir compartilhamento de dados da receita com o coaf. Vi Tofolli pedir acesso a 600 mil CPF’s. Isso pode Goiano?

    • Assuero, há várias questões abordadas por ti

      1) e uma delas é sobre a polícia entrar em residências no horário noturno, quando dizes que não conheces casos disso. Entretanto, eles ocorrem, até com certa frequênciua. A policia pode entrar em um imóvel quando ocorre ou esteja acontecendo um crime ou desastre, ou até mesmo quando alguém estiver precisando de socorro em qualquer horário, inclusive sem autorização prévia do proprietário ou morador.
      Em geral, fora das circunstâncias referidas, é necessário mandado judicial, a ser cumprido durante o dia. não entre as 21h e 05h,
      Mas…
      A entrada na casa para interromper flagrante delito não demanda ordem judicial, e pode ser feita durante o dia ou à noite.
      « O ingresso no domicílio pode ocorrer diante da ocorrência de uma das hipóteses de flagrância elencadas no artigo 302 do CPP. Há quem sustente que apenas o flagrante próprio (artigo 302, I e II do CPP) autorizaria a entrada forçada no local, pois a norma mitigadora de direitos fundamentais deve ser interpretada restritivamente. Entretanto, prevalece na doutrina e na jurisprudênciaque o preceito constitucional não trouxe qualquer restrição quanto às demais modalidades de flagrante (impróprio e presumido – artigo 302, III e IV do CPP), não sendo adequada a hermenêutica que sirva para tornar a casa um escudo protetivo em favor de delinquentes em flagrante, criando odiosa imunidade ao criminoso. Se a casa não pode ser vista como um espaço de entrada franca, certo também é que não pode se erigir em ambiente inquebrantável. »
      OBSERVAÇÃO : A discussão jurídica principal a respeito do caso do deputado Daniel Silveira é se o caso concreto configura a hipórtese de crime permanente, favorecendo a invasão do domicílio em qualquer horário em razão da caracterização do flagrante.
      Por enquanto, isso está decidido nesse sentido.
      Há juristas que defendem uma coisa, outros defendem outra, mas é certo que a compreensão dos argumentos de uns e de outros pode depender da apreensão de certos conhecimentos jsurídicos, para que haja uma certa segurança e objetividade na análise.
      Para se ter uma ideia da complexidade  dessa classificação para os efeitos de que falamos : « Quanto ao flagrante de crime permanente, sabemos que delito permanente é aquele cuja consumação se prolonga no tempo (ex: tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo), e enquanto não cessar a permanência, admite-se a prisão em flagrante (artigo 303 do CPP) mesmo que dentro da casa ».

      2) Outra diz respeito à pessoa que desacatou o ministro Lewandowski dentro de um avião. No caso, trata-se de desacato a servidor público no exercício da função ou em razão dela. Não é arbitrariedade no caso do ministro, pois há situações em que não restam dúvidas da ocorrência do crime, tamanho é o desrespeito ao servidor ofendido, seja por gestos, seja por palavras.
      O crime de desacato está previsto no artigo 331, do Código Penal (Pena – detenção, de seis meses a dois anos, ou multa).

      3) O caso que viste de « o Lewandowski não cassar os direitos da Dilma » deves ter compreendido que ali, no Senado, entre os senadores, houve uma « negociação » : Dilma precisava ser cassada, o crime não estava bem configurado, o momento político era propício à cassação, havia um entendimento de que a cassação não era por crime, mas por um tal de « conjunto da obra », então os senadores optaram por fazer como as baratas, morder e soprar. Todo o mundo sabe disso, as duas coisas acabaram sendo estranhas : a cassação sem crime, mas pela prática de c rime, c rime que exigiria a perda dos direitos políticos, mas tendo havido sem essa perda… Bem estranho, né ?

      4) Interessante tde referires ao Paradoxo de Kark Popper quando estamos tratando, também, do caso do deputado Daniel Silvara, uma vea que uma parte do enunciado do filósofo diz que « Devemos exigir que qualquer movimento que pregue a intolerância fique fora da lei e que qualquer incitação à intolerância e perseguição seja considerada criminosa, da mesma forma que no caso de incitação ao homicídio, sequestro ou tráfico de escravos « .

      5) O caso do acesso de Lula ao material ilegalmente grampeado é outro assunto de certa complexidade jurídica, mas quem lê os comentários aqui no JBF a esse respeito já devia sar que (embora não seja propriamente o caso da de3cis~çao do STF de acesso de Lula aos dados « hackeados ») provas ilicitamente obtidas podem, em certos casos, ser usadas pela defesa criminal. Devia chegar de falar disso, uma vez que se trata de doutrina dominante e de jurisprud|ência pacificada.

      6) Não posso falar muito do caso do Coaf por não ter acompanhado der perto, mas me lembro que o presidente do STF, Dias Toffoli voltou atrás no seu entendimento inicial e que se o entendimento de Toffoli tivesse conquistado a maioria dos votos, o senador Flávio Bolsonaro  seria beneficiado na investigação que o colocou sob suspeita de ter desviado parte dos salários de servidores de seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do RJ.
      Enfim, Com o placar de 9 a 2  o STF decidiu (em 28 de novembcro de 2019) (favoravelmente ao compartilhamento de informações da Receita Federal e do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que foi rebatizado de Unidade de Inteligência Financeira (UIF) com o Ministério Público (MP). Pelo entendimento da Suprema Corte, este compartilhamento poderá acontecer sem a  prévia autorização da justiça.

      • Goiano, eu sei as exceções sobre entrar no lar. Pode quando há um crime sendo cometido, agora o flagrante contra crime de opinião… em relação a Dilma, a bosta da CF diz que é a carta magna, não acima dela, então não tem acordos. Fachin concedeu HC para que o presidente nomeasse o primeiro colocado na lista tríplice de reitor, que geralmente, é cara mais votado. Para a lista tríplice se é obrigado a nomear o primeiro? Xandão tem uma tese sobre a escolha dos ministros do STF. Ele próprio desrespeitou. Deveria ter o título de doutor cassado… enfim, é uma zona. precisa mudar a cf para melhorar essa escolha

  4. O pior é que esses caras que estão interpretando as leis como bem querem. Mas, eu gostaria de saber o Roberto Jeferson chamou o Fachin de Carmem Miranda por causa dos trejeitos, o Barroso de Boca de Veludo, pelo que eu entendi não era por causa de fala macia. O Zé Dirceu falou que tinha que fechar o STF e o Lula disse que o STF estava acovardado e que só esperava que a juiza tivesse um grelo duro para resolver a parada. O melhor é que segundo a interpretação do Alexandre de Moraes eles estão cometendo crime até hoje pois os vídeos deles estão no YouTube até hoje! E aí, vão ser presos também?

    • Chatonildo, há críticas e excessos, desrespeitos e ofensas, e pode ser que Roberto Jefferson, Lula, José Dirceu e tantos outros muitas vezes tenham se excedido. Em certos casos pode configurar-se crime contra a honra, no caso do Fachin cabe a ele, por ser crime de ação privada, processar ou não o ofensor. Não conheço manifestações do Lula e do José Dirceu que tenham chegado ao ponto de propor o fechamento do Congresso e se houve e se cacarcterizaram a prátia de crime caberia ao Ministério Público as providências judiciais, mas talvez a instituição não tenha conseguido enquadrar as hipóteses nas previsões legais. Na verdade, o que é previso considerar é que não se pode misturar as bolas, umas coisas são umas coisas e outras coisas são outras coisas.
      No caso do deputado Daniel Silveira há toda uma sequêncvia de fatos, tu deves ter acompanhado, que culminaram no vídeo que o levou, afinal, à prisão.
      No final de contas, a discussão nem é, objetivamente, se houve ou não crimes, pois eles parecem evidentes; o que se tem discutido com mais propriedade é se a a prisão foi legal, se houve rompimento da imunidade parlamentar ou não.
      Em tempo, uma observbação impoertante: Quem não tem imunidade fica muito mais vulnerável à prisão por incitamento à prática de atos antidemocráticos, à prática de crimes e essas coisas aí que os fascistas achavam que podem fazer à vontade mas o bicho está pegando para alguns, como Sarah Winter, Oswaldo Eustáquio e outros.
      Em boca fechada não entra mosquippffff

      • Como você disse que não conhece as manifestações estou te mandando os links
        Zé Dirceu = https://www.youtube.com/watch?v=QVXSDnyEikQ aos 5:34 ” deveria tirar todos os poderes do Supremo”bros
        No caso do Lula existe o grampo da conversa dele com a Dilma e abaixo a posição dos membros do STF
        Lula = https://m.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1750796-lula-diz-em-grampo-que-tribunais-e-congresso-estao-acovardados.shtml?mobile
        Lula = https://revistaforum.com.br/noticias/em-audio-vazado-lula-tinha-feito-o-alerta-temos-uma-suprema-corte-totalmente-acovardada/
        Lula = https://www.conjur.com.br/2016-mar-17/celso-mello-rebate-afirmacao-stf-estaria-acovardado
        Isso não foi considerado crime, no caso do deputado foi.
        Quanto ao Ministério público não ter oferecido a denúncia no caso do deputado também não ofereceu. Até onde se sabe o ministro está investigando o deputado no ambito do processo das fakenes, mas a PF já informou que nada foi apurado mas o ministro ainda considera um monte de gente investigado, mesmo sem provas e o que é pior estabeleceu que tudo está sob segredo de justiça.
        Só uma pergunta senhor Goiano, um cidadão dizer que vai haver sangue nas ruas (se o Lula fossrr preso) não é crime né? Ah é figura de linguagem.

        • Chatonildo, vocês estão misturando os fantasmas que criam, com o fascismo concreto existente, tentando justificar o fascismo.
          Veja só :

          1) José Dirceu não disse que o STF precisa ser fechado, ele disse, primeiro, que o Supremo não devia se chamar Supremo, mas Corte Constitucional, e, segundo, que seus poderes deveriam ser retirados para atender a essa transformação, de ampla para apenas Constitucional, o que implicaria em uma reforma das atribuições, o que seria feito por medida legislativa, ou seja, mediante forma legal.

          2) Quanto ao Lula ter dito que o STF estava acovardado
          (a) foi feito em particular e não foi em vídeo publicado por ele, mas dado ao conhecimento por grampo gravado, sabes disso, não ?, e (b) consta que. Críticas ao Supremo têm sido feitas, podem ser feitas, devem ser feitas, de preferência em termos não desrespeitosos, mas não constituem crime. Se for pedido ao Ministério Público que faça denúncias por isso o MP teria dificuldade de enquadrar os « culpados », inclusive o Lula, mas se o conseguisse haveria duas consequências : uma, milhões de processos de denúncia ; outra, o fim da democracia.
          (c) O Ministro Celso Mello rebateu a fala de Lula, mas não pediu sua prisão nem indiciamento porque não era o caso, não havia base legal para isso.

          3) Sim, essas coisas não foram consideradas crimes porque não foram crimes, mas o deputado cometeu crimes, sim, basta ler o noticiário e assistir aos vídeos. O que se discute é se ele poderia ser preso, pois há dúvida se a prisão pelos crimes praticados foi em flagrante. Qualquer pessoa que faça o que ele fez e que diga o que ele disse e o divulgue, o publique, está cometendo crime. O crime por parte de uma personalidade pública pode ser até mais grave, pela possibilidade de grande influência sobre a população.

          4) O fato de outras pessoas terem praticado crime não significa que o deputado Daniel Silveira não cometeu, ou, se outros não foram punidos ele também não deva ser. Por exemplo, não é por Jair Messias Bolsonaro não ter sido considerado criminoso nem preso quando pegou uma metralhadora e disse que os petistas deveriam ser metralhados, ou algo assim, que o crime do deputado Daniel Silveira não foi crime e que ele não deveria ser preso. Aliás, deve-se insistir que praticamente ninguém diz que o deputado não praticou crime, o que se discute, repito, é a prisão em flagrante e em decorrência disso a quebra da imunidade parlamentar.

          5) Chame-me de cachorro mas não me trate por senhor.

          6) ADENDO : Essas manifestações que trouxeste eu conhecia; eu achava que tinhas coisas mais adequadas e contundentes que pudessem mandar Lula e José Dirceu de volta à prisão.

          7) EM TEMPO: Crítica é crítica, fascismo é fascismo, favor não confundir.

          • Não sr. Goiano. É que eu pensei que a lei fosse igual para presidente, senador, deputado federal, professor, médico, etc. Mas pela decisão do STF e a sua explicação chego a conclusão que a lei só vale para quem não é da turma do quanto pior melhor. Adeus sr. Goiano!

            • Esqueci de falar, que segundo o STF a defesa do Lula deve ter acesso às conversas do pessoal da Lava-Jato hackeadas ou seja roubadas e não grampeadas. E tem membros do STF que já disse que na opinião dele essas conversas podem ser utilizadas como provos (GM)!

            • A lei, Chatonildo, estabelece diferenças entre todos, de tal modo que a decisão do STF quando ao deputado Daniel Silveira deve ser igual para todos os deputados.
              Entretanto, a lei estabelece diferenças entre o deputado e tu, pois o deputado se cometer crime que não seja inafiançável e em flagrante não pode ser preso, mas tu podes.
              A disposição constitucional do art. 5º de que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, não transforma as pessoas em iguais, mas determina que sejam tratadas da mesma forma, pois é impossível que a lei diga que “todos são iguais”, porque as pessoas não são iguais.
              Trata-se de matéria da filosofia jurídica que precisa ser compreendida em seus devidos termos, pois, se não o for, não poderemos mais estabelecer alíquotas diferentes para impostos, nem vantagens para categorias, nem direitos especiais para idosos e deficientes, e muito menos privilégios de imunidade e de foro para deputados, senadores, juízes e assim por diante.
              Assim, vou tentar resumir: o deputado Daniel Silveira tem imunidade parlamentar e só pode perder essa imunidade nos casos que a lei assim o dispuser, e tanto em uma situação como em outra ele será tgratado da mesma forma seja ele um deputado branco ou preto, deputado do sexo masculino ou feminino, seja deputado homossexual ou heretossexual, seja deputado rico ou deputado pobre, será simplesmente tratado como deputado – e é isso que quer dizer a igualdade perante a lei.
              Adeus.

  5. O calunista em seu devaneio misturou as coisas . Ele está achando ótima esta situação. Aproveite enquanto pode , pois pode não ir muito longe. Estou abismado como as coisa chegaram a este ponto. E temeroso quando se quiser consertar a dita .

    • Joaquimfrancisco, o que não podia ir muito longe era o fascismo aberto e declarado, que, aliás, foi muito longe e certamente ainda irá mais, mas está havendo a competente reação, popular e institucional. Ou achas que uma pessoa pode fazer o que tem feito o deputado Daniel Silveira impunemente? Sim, certamente achas, está perfeitamente ajustado ao pensamento bolsonarista.
      Quem está nesse barco enganado está pulando fora, quem se compraz vai ficando e aplaudindo.

  6. Portanto (nunca comecei uma frase desta forma, mas tbem não sou escritor), que ninguém ache ruim se as bostas do Congresso Nacional e STF forem um dia fechados pelas Forças Armadas, garantidoras da ordem, como está na CF. Estão esticando o elástico, testando os limites. Entretanto (de novo), elástico não arrebenta e sim acumula energia e volta com uma força do karai. Aguardem. Reclame não depois, Goiano…vai esticando.

    • Carlos, creio que não avaliastge bem os acontecimentos: O elástico voltou com a força do karai na cara do deputado Daniel Silveira, que se desculpou bonitinho, embora falsamente, enquanto parecia que se desculpava mostrava pelo discurso que não estava nadinha arrependido e que esperava que a Câmara dos Deputados não descuidasse da imunidade parlamentar porque um dia poderia ser um outro no lugar dele etc mas sua transgressão foi de tal ordem que nenhum sprit de corps poderia ser acionado nesse momento.
      Fale de elástico com Sarah Winter, Oswaldo Eustáquio e outros nomes menos conhecidos para saber o que eles pensam de esticar o fascismo.

        • Carlos, quem está “esticando o elástico” são os fascistas, os que acham que podem incentivar o ódio, estimular a violência, propor o autoritarismo como forma de governo, se preciso mediante intervenção militar, etc e tal, coisas como fez o deputado Daniel Silveira e que deves estar achando muito bom, mas uma tímida reação já se inicia e alguns elásticos já se voltaram. Deves ter visto o “pedido de desculpas”, não? Parecia o mesmo arrogante de dois dias antes?

  7. Pelo menos tenho trinta e seis pistolas (seis minhas, seis de minha esposa, somadas às 24 pertencentes ás minhas quadrigêmeas amantes tailandesas) em casa para o caso de quererem vir me pegar.

  8. Sancho Pança, espero que elas estejam registradas, devidamente autorizadas, porque manter armas ilegalmente constitui crime permanente rsrsrsrs Dá flagrande, possibilidade de ingresso da polícia dentro de casa de manhã, de dia, de noite, de madrugada…

    • Escreveu você: Pelo menos tenho seis pistolas em casa para o caso de quererem vir me pegar.

      Goiano, espero que elas (as suas amadas seis armas) estejam registradas, devidamente autorizadas, porque manter armas ilegalmente constitui crime permanente rsrsrsrs Dá flagrande, possibilidade de ingresso da polícia dentro de casa de manhã, de dia, de noite, de madrugada…

  9. Quer dizer que não se pode mais esculhambar o puteiro chamado STF???? Agora isso dá cadeia????
    Então vou cumprimentar o ilustre escriba com o cumprimento japonês que adotei para ocasiões especiais, como esta que nos proporcionas, comedor de piqui: TOMANUKU!!!!
    Vai conversar merda assim chupando um picolé de fumo no topo da torre Eifel!!! E não adianta devolver o convite, porque só dá certo pra tu.

    • Canindé, pode esculhambar à vontade o Jair Messias Bolsonaro, o STF, o ministro Pazzuelo, o Papa, a Folha, o JBF, tu e eu, mas não pode cometer crimes.Quem pratica crime é criminoso e tem de responder perante a lei nas barras dos tribunais, ainda que ele seja fascista.

  10. Silveira não tem mulher

    Porque gosta de maromba

    Mulheres, queiram Silveira

    Pra ele não jogar bomba

    Pomba é símbolo da paz

    A mulher, a paz da pomba!

    Zé Preá

    • Daniel Silveira quer
      jogar bomba nos juízes
      em vez de pegar mulher
      – Entendo bem o que dizes.
      Deputado, largue a bomba,
      fique com a pomba da paz :
      A mulher é a paz da pomba
      e a pomba a paz nos traz.

  11. Vamos esperar o que de um STF cheio de petralhas que só querem livra a alma mais honesta do Brasil.
    Não sou advogado e confesso que os que eu tive a honra de conhecer não são flor que se cheire,mas tenho uma duvida, se entre os leitores houver algum doutor em leis por favor me ajudem.
    Penso eu na minha santa ignorância jurídica que o STF recebe mitos processos, penso tambem que deve haver uma fila de chegada e saída de casos resolvidos,pois bem,depois que o bandido dono do pt foi preso o STF trabalha exclusivamente para ele, como se o STF fosse um puxadinho do partido,minha pergunta é:
    E os outros casos que já existiam antes? Ja foram todos resolvidos? Ou todos os casos anteriores aos do bandido do pt foram parar embaixo do tapete para que os urubus togados andassem por cima deles com os casos do pt embaixo do braço?
    Como o STF funciona, algum advogado pode por favor me explicar,porque nem o bar do Zé que perto de minha casa é tão bagunçado.

    • Rogerio, tu dizes que és ignorante das coisas jurídicas, que os advogados que conheceste não são flor que se cheire, que o STF trabalha exclusivamente para o bandido dono do PT, que está tudo parado no Supremo porque eles só cuidam dos casos do PT e que o STF é mais bagunçado do que o bar do Zé, perto da tua casa.
      Cnjcluo que estavas sendo apenas modesto, pois sabes de tudo, não precisas de explicações.
      É o que acontece com a maioria das pessoas, não sabem nada a respeito do Direito mas acham que sabem.

      • É por isso que modestamente pedi explicação sobre o funcionamento do STF, do ponto de vista dos leigos, os urubus togados transformaram o stf num puxadinho do pt,mas não se preocupe comigo,estou dispensando suas colocações, o dr Pinguinha, assiduo frequentador do bar do Zé vai me ajudar amanha.

  12. Querem ver uma coisa para me deixar verdadeiramente PUUUUUUUUUTTTTTTOOOO ?

    É VER UM BOSTA DE UM COMUNISTA FICAR CHAMANDO OS CONSEVADORES E LIBERAIS DE FASCISTAS !

    Caso ainda não saiba: FASCISTA É A PUTA QUE LHE PARIU !

    Quem é o totalitário que quer todo o poder para o estado ?
    Quem é o filho da puta quer quer tolher todas as liberdades individuais, principalmente a propriedade privada ?
    Quem são os bostas que acham que o fato de um homem foder com uma mulher, e com ela querer ter filhos, é contra o projeto de uma “Sociedade mais igual”, onde o “fashion” passa a ser dar o cu ?

    Eu estou ABSOLUTAMENTE de saco cheio com essa cambada de filhos da puta enganadores e sinuosos, com seus argumentos quilométricos e que não dizem nada com porra nenhuma, sempre justificando coisas absolutamente injustificáveis, frente ao mais comezinho bom sendo, E SEMPRE SE PASSANDO POR SALVADOR DA PÁTRIA.

    Tudo que fazem é para o seu próprio bem. Inclusive, lhe mandar para o paredon ou a sibéria, tomar tudo aquilo que conquistastes com o suor de teu rosto, ensinar a teu filho que dar a bunda é a coisa mais linda do mundo, e entupir a tua boca, e a tua consciência, com montanhas de chavões imbecis que apoiam as montanhas de imbecilidades.

    PPPPPOOOOOOOOORRRRRRRAAAAAAAA !!!!!!!

    Eu estou doidinho para ver a palha voar! Eu quero é meter bala nesse monte de filhos da puta.

  13. Adônis, há conservadores, há liberais, há esquerdistas, há nazistas, há católicos, há evangélicos e há fascistas.
    Há, também, conservadores fascistas, liberais fascistas, esquerdistas fascistas, direitistas fascistas, nazistas fascistas, católicos fascistas, evangélicos fascistas e, até, fascistas fascistas.
    O fascismo inclui muitas coisas em sua definição, ele é ultranacionalista, de modo que se ufaniza exageradamente no culto aos símbolos pátrios (é como se os símbolos fossem deuses e não somente símbolos), é também autoritário (não admite oposição, nem crítica), e quer sufocar qualquer divergência por meio da força, força política, força social, força econômica, força repressiva, o que houver à mão para impedir qualquer censura. O fascismo pode incluir a xenofobia, o ódio aos homossexuais, o desprezo às mulheres, o preconceito racial e mesmo a perseguição religiosa (neste caso a perseguição costuma ser mais radical contra religiões afrricanas, como o candomblé e a umbanda).
    A não aceitação das diferenças é carne e unha com o fascismo, todos os que pensam diferente são filhos-da-puta e merecem bala, paredão, guilhotina, fuzilamento.
    Assim, existe um teste que a pessoa pode se aplicar para saber se ela é fascista ou apenas liberal, ou apenas conservador, ou somente direitista, ou nada mais que esquerdista, evangélico, católico ou paraquedista.
    O fascista pode ser inteligente ou burro: se for inteligente poderá chegar à presidência de um país, se for burro será massa de manobra, gado, seguindo o sino.

  14. P.S. O cara acreditar que a terra é plana; o cara sentir prazer ao ser enrabado por uma grossa pica; o cara acreditar que ser homem e mulher são “opções”; o cara acreditar que a propriedade privada é um crime; o cara acreditar que pode influenciar os espíritos oferecendo-lhes uma garrafa de cachaça e alguns charutos numa encruzilhada; o cara acreditar que Deus é surdo e que tem que cantar aquelas músicas de merda em alturas estrondosas, incomodando todo mundo em volta, só para deixar bem claro o seu respeito e louvor a Ele; o cara não gostar de preto, amarelo, índio, boiola, o cara achar que as mulheres são seres inferiores aos homens; o cara achar que o governo tem de ser o dono de tudo, a fim de dar “a cada um segundo as suas necessidades”, etc;

    É PROBLEMA DELE !

    SÓ NÃO ENCHAM O SACO DAQUELES QUE ESTIVEREM EM VOLTAS COM SUAS IDEIAS DE MERDA, PORRA!

    NÃO TENTEM IMPINGIR SUAS IDEIAS DE MERDA EM NINGUÉM!

    SÓ ISSO!

    SOQUEM NO CU SUAS OPINIÕES DE BOSTA!

    • Na verdade, já lá no começo falas de um burrinho aquele, terraplanista.
      Depois vem a lista dos burrões.
      Cadeia neles!
      Um monte de coisa aí é crime, definido em lei, desrespeitou vai sentar no boi.

  15. Não é quem pensa diferente que merece bala, paredão e guilhotina!

    Quem merece ser esquartejado é quem fica querendo empurrar na marra, sobre todos os demais, as suas ideias de merda!!!!!

    Vão fazer proselitismo na Puta que os Pariu!!!!

    • Adônis, a democracia, que dizes amar, permite que as opiniões sejam livremente emitidas, de modo que querer destroçar a pessoa por dizer o que pensa a respeito do fascismo, do bolsonarismo e do lulismo, ou por se filiar a essa ou aquela crença ou ideologia, não é lá muito compatível com a democracia, estaria mais de acordo com os regimes cubano, venezuelano, chinês, norte coreano… (entendeste as reticências?)

  16. Joaquimfrancisco, é honesto um presidente da república negar a ciência, negar o vírus, negar a vacina e com isso levar o povo a negar a ciência, negar o vírus, negar a vacina, e com isso o povo ignorar a necessidade de distanciamento social, negar o uso de máscara, negar a efetividade e necessidade da vacina e essas negações levarem à morte de quem poderia ter sobrevivido caso tivesse dido mantido o distanciamento social, o uso de máscaras, a vacinação a tempo e à hora?!
    Esquecerste mais do que uma vírgula, esqueceste que estamos com um governo que lida com a saúde pública de maneira criminosa, o que é o inverso de honestidade.

    • Pois Goiano,

      Vais ter de mandar prender todo o governo da Suécia!

      Não aceitaram essa estória de distanciamento TOTAL, GERAL E IRRESTRITO, e apresentaram índices de contaminação inferiores a muitos países fanáticos pela “Ciência” chinesa e da OMS.

      Quanto a essas vacinas de merda, se tu queres tomar…Problema teu! Só não venham os seus amigos fascistas, esses sim verdadeiros fascistas (Tudo pelo estado) me obrigar a tomar esta merda.

      • Adônis:

        1) A Suécia admitiu erros em sua estratégia contra a epidemia do Covid 19 lá. Isso ainda em junho de 2020.

        2) Depois, em dezembro de 2020, a Suécia sem isolamento, sofreu com covid-19 fora de controle, UTIs lotadas e debandada de profissionais de saúde

        Isso está nas minhas fontes variadas e robustas.

        3) Quanto a tomar a vacina, não creio que serás obrigado a tomar, ainda que ela seja obrigatória. A obrigatoriedade das vacinas costuma ser mediante certas vedações, como as que temos nas viagens ao exterior que, quando exigidas, a pessoa pode escolher, ou toma ou não viaja; ou impedir de prestar um concurso público por exemplo ao que não mostre o comprovante. Coisas assim.

        4) Se a vacina vier a ser obrigatória mesmo, na marra, tipo tem de tomar e tá acabado, eu me candidatarei a aplicá-la em ti.

        5) O bom cabrito não berra.

    • Goiano , tu te esquece de como os “cientistas” falavam da doença. Li várias indefinições sobre ela. Li vários dizeres “científicos” sobre a mesma . Várias mudanças de posição das autoridades autoritárias , OMS e o diabo a quatro. Uma hora a doença é assim outra assado , pega só em velhos ,não pega em criança , outra hora pega até no útero . Tento ser coerente : como sempre disse aqui que é melhor um remédio do que nenhum ( (cloroquina) , remédio que vocês combatiam , preferindo a fila de assassinados) tomarei a vacina por prevenção . Só meu caro amigo , que a vacina aqui é agendada ,por idade , só que a doença não sabe . Pessoas com parentes trabalhando no sus, tomaram antes da idade aparentemente. Políticos e filhos tu já viste as reportagens , que depois são convenientemente explicadas.
      Será que se o presidente dissesse para comerem merda , ou beberem agua do esgoto , teria sido seguido ?.
      Ele disse por acaso para evitarem serem medicados ?
      Não mandou ele ajuda financeira ( do nosso bolso ) por força de lei a estados e municípios e que foram desviados por quem defendes ? .
      Desculpe Mestre , mas escreves letrinhas demais porque isto aqui não é telégrafo ( mira que estou fazendo o mesmo ).

  17. Pois é, Goiano, os companheiros togados continuam atuando para defenestrar a extrema direita e, pasme, os companheiros do legislativo entregaram um bode expiatório.
    Onde está o corporativismo, quando se precisa dele?!
    O cara que foi preso conseguiu uma façanha!
    ***
    É a banalidade do mal, Hannah já dizia ao reportar o julgamento de Adolfo em Jerusalém.
    Em ambos veria a mesma lealdade obtusa e eficiência sem pensamento.
    Pensar!
    ***
    Martin falava que pensar não muda nada, mas que é uma característica indissociável do ser humano.
    O ente privilegiado!
    ***
    É engraçado como ambos os lados gaguejam.
    Um, tentando exprimir desculpas, só sabia falar clichés e slogans.
    Ao passo que outros, doutos, arbitrariedades.
    Uma algaravia.
    ***
    Ah Gregório!
    “A cada canto um grande conselheiro,. Que nos quer governar cabana e vinha;. Não sabem governar sua cozinha,. E podem governar o mundo inteiro”.
    Ah Vate!
    Ali também tocou a máquina mercante, as “estupendas usuras nos mercados”, a inflação, câmbio volátil, carestia…

    Mas… Carlos já afirmou:

    “Não serei o poeta de um mundo caduco.
    Também não cantarei o mundo futuro.
    Estou preso à vida e olho meus companheiros.
    Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
    Entre eles, considero a enorme realidade.
    O presente é tão grande, não nos afastemos.
    Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas”.
    ***
    O mundo caduco que Carlos já entrevia, caducou e caducou mal.
    ***

Deixe uma resposta