6 pensou em “LULA E ALCKMIN: UMA PARELHA DE PRIMEIRA

  1. Caramba! Será que um homem que foi governador do maior estado do país, por 3 vezes, melhor dizendo, o mais rico, o mais populoso, o mais desenvolvido e por tudo isso, o mais poderoso estado,, não aprendeu nada sobre política? Esqueceu-se das trocentas vezes que Ciro Gomes, outro velhaco da política, foi traido pelo seu atual companheiro? E percebam, estou falando de posições, de acordos, de estratégias políticas do campo sempre bandido. E sobre a moral? E sobre a honestidade? Imaginem a pergunta em um debate entre vices: Governador Alckmin, o senhor acha o candidato Lula, seu companheiro de chapa, um homem honesto? Um homem confiável? Um homem decente? O senhor, aproveitando a pergunta, afiança a palavra dele? Garante que ele não vai cometer os mesmos crimes pelo qual ele foi triplamente condenado? O Sr. acha mesmo o partido dos trabalhadores e todos os seus ex-presidentes, ex-tesoureiros e ex-ministros, como José Dirceu, honestos, de reputação ilibada e de grande experiência executiva? Afinal governador, a ex-presidente Dilma era exemplarmente eficiente e uma ótima gerente que sofreu golpe ou era simplesmente inapta?
    Três minutos para a resposta, governador!

  2. Infelizmente, político mentiroso e ladrão é uma classe que não está em extinção, aqui na terrinha. É feito ratazana. Tem aos montes. E não adianta dizer que o voto resolve. As opções honestas são pouquíssimas ou quase nenhuma.

  3. Alckmin, não passa de um rato correndo em uma rua sem bueiros,, será alcançado facilmente por donas de casa, com rodos e vassouras e será exterminado, estes vagabundos não se deram conta que o mundo mudou e com o advento da “internet”, todos, estão expostos. Phudeu chuchú!

Deixe uma resposta