4 pensou em “GADO INVADE OS TEMPLOS

  1. E tinha gente que apoia Bolsonaro que criticava a indicação de Nunes Marques para o STF.

    É o que eu dizia, vamos dar um tempo ao cara. Foram duas bolas dentro em um mês. Primeiro deu um voto primoroso contra a suspeição do Moro nos casos envolvendo o Lula e agora diz que a CF tem que ser cumprida (é cláusula pétrea) para a liberdade de manifestação religiosa.

    Antes que as Cassandras venham falar da doença chinesa, ele liberou 25% dos templos, com todas as medidas sanitárias tomadas.

  2. Manda essa imbecil dessa jornalista ir para o trabalho de ônibus e verificar in loco se o ambiente está livre do vírus. É muita palhaçada desses lixos que se dizem jornalistas. Vão todos é tomar no meio do cú cambada de filhos da puta.

  3. Jornalista Globolixo imbecil vá se explicar à Receita Federal sobre sua PJ irregular para elisão fiscal.
    Vocês da globolixo só traem o Brasil e vendem suas reportagens à seita petista que roubou bilhões do País em prol de ditaduras socialistas e, também para enriquecer seus comparsas.
    Porque vc não faz uma reportagem sobre o Arquivo Roubado que seus patrões encomendaram????

    Um dos processos resultou numa cobrança superior a 600 milhões de reais — 183 milhões de imposto devido, 157 milhões de juros e 274 milhões de multa. Foi resultado do Processo Administrativo Fiscal de número 18471.000858/2006-97, sob responsabilidade do auditor Alberto Sodré Zile. Como ele constatou crime contra a ordem tributária, pelo menos em tese, abriu a Representação Fiscal para Fins Penais sob o número 18471.001126/2006-14.

  4. O País parado e o povo preocupado com o abre-fecha de igreja. Um Supremo Tribunal deixa de julgar o que importa para decidir se dá ou não a chave aos Padres e Pastores. Não que isso seja desimportante, mas há outras prioridades. Por mais crentes que sejamos, deixemos os templos vazios. O Corona adora aglomeração. Deus nos ama em todo e qualquer lugar. Para respeitá-lo não é necessário ralar nossos joelhos em falsas genuflexões, tampouco arranharmos nossas gargantas com Améns e Aleluias gritados em êxtase, apoiados por ‘líderes’ entusiasmados a reforçar a tese do ‘dízimo com quem andas”. A fé independe de um espaço físico. A contenda, o interesse é muito mais, ou totalmente, político e financeiro que constitucional. Diante da morte de mais de 4.000 pessoas por dia o STF se reúne para decidir o que já está decidido e um neófito, no afã de bajular quem lhe nomeou, decide em contrário. Há 40 anos não ponho os pés numa igreja e isso não me faz falta: estou em dia com Deus e Ele me abençoa diariamente. Ele sabe que faço o bem ao semelhante e a este não desejo o mal. Sou Cristão. Meus joelhos sãos e minha garganta sem rouquidão são muito mais saudáveis que de alguns que vivem dentro de templos ouvindo o que diz a Bíblia – muitas vezes sem sequer entende-la, sendo enganados por falsos ‘Pastores’ e praticando o mal. A fé de cada cidadão está preservada. O que não deverá estar é a propagação do vírus em decorrência da aglomeração em templos religiosos. Como deveria também estar melhor preservado o transporte público das aglomerações homéricas. Enquanto isso, iludindo o povo com a teoria dos templos abertos, manda-se o gado ignorante e incauto ao matadouro. Isto não os incomoda: Templo é dinheiro.

Deixe uma resposta