12 pensou em “É PRA SE ENGASGAR-SE DE TANTO SE RIR-SE

  1. Fiuzinha, tem horas que eu paro e penso: é pensamento kafkiano ou sacanagem mesmo?

    Seu post é uma fábula.

    Veja só:
    Houve uma reunião do Pazzuello com os 24 governadores. Ele se comprometeu a colocar a vacina no programa, desde que fosse aprovada pela Anvisa.
    O Dória fez um vídeo comemorando o resultado.
    O JMB, puto da vida por ter sido caroneado, fez declaração tão absurdas comodesconexas (um tiro no pé)
    Hoje o Presidente da Anvisa serenamente confirmou o que o Pazzuello falou.

    Seguramente amanhã o JMB vai desdizer o que disse, como faz, usualmente.

    Agora vejamos os fatos:

    – Qualquer vacina deve ser aprovada pela Anvisa, independentemente de quem a fabricou ou implementou, considerando apenas critérios récnicos
    – No Brasil a vacina não é obrigatoria (mas há uma lei aprovada pelo JMB de que o governo pode obrigar caso necessário)
    – Mas com uma vacina (ou mais de uma) aprovada, 80% dos brasileiros (segundo pesquisa) querem se vacinar.

    – E qual empresário vai aceitar empregados não vacinados, que caso se infectem podem afetar a produção/
    – E qual escola vai aceitar alunos ou professores não vacinados?
    – E se você quiser viajar ao estrangeiro, muitos países exigirão atestado de vacinação (como é feito atualmente, para a febre amarela)?

    Você encararia?

    Finalmente, a associação feita no post é tão imbecil que me mijei-me de tanto rir-se-me.
    Dória não tem nada com o Lula nem com a “transparência” da China. Se a China resolver não importar nem exportar para o Brasil, você poria a mão no seu bolso para salvar a Economia Brasileira?

    Não existe vacina contra a ignorância.

    Só lamento o título do post, certamente colocado pelo Berto.

    Como diria um catarinense manézinho da ilha: “Tás tolo, mô fio! Mofas co1a pomba na balaia!”

  2. O Dória toda hora joga uma casca de banana na calçada do Bolsonaro, que ele faz questão de pisar e cair. Aí o Dória faz o maior cartaz em cima. Nem a Dilma dava tanto mole assim para os adversários.

    • Já dizia Otto Von Bismarck, estadista alemão do século 19, que as pessoas não dormiriam tão tranqüilas se soubessem como se faz política e salsichas.

      O JMB não deveria ser bobo, depois de 24 anos de Congresso, mas parece que faz questão de pisar nas cascas de banana que o Dória lhe deixa.

      Deveria assistir às declarações do Tancredo Naves para ver que na política não se pode falar tudo o que se pensa. Ou pedir conselhos ao Fábio Faria (Comunicações)

      • Francisco, outro dia v. teimou que o Papa Xará havia condenado os ataques a igrejas no Chile, quando na verdade ele se omitiu.

        https://luizberto.com/o-canhoto-do-vaticano-continua-caladinho/

        Hoje v. está com problema de fazer contas. Bolsonaro foi deputado Federal por 28 anos e não 24.

        Eu sou de SP e não vou tomar uma vacina feita pela China, a autora do vírus e com 5% de probabilidade de efeito colateral nem que me amarrem.

        Só esta vacina vai custar mais que as outras juntas (U$ 1 bi). É feita com RNA modificado (estude o que significa isso), o que é um perigo genético.

        Dória ontem foi teve perto de 30 mi de reais bloqueados por fazer propaganda de asfalto quando à prefeitura de SP. Com sua corretagem deste bi de dólares, paga isso fácil fácil.

        • Confesso que não sou bom em contas, mas você não atacou a questão central.

          Se você não quiser tomar vacina, ninguém vai obrigá-lo já que vacinar não é obrigatório no Brasil. Mas há as restrições que informei. Se você não estiver empregado, não for professor nem aluno e não viajar ao exterior, fique tranquilo, nada vai lhe acontecer.

          Mas exemplifico, uma vez viajei à Bolívia, fiz uma reunião sem problemas e ao voltar ao Brasil fui barrado na entrada por não ter certificado da Anvisa de vacinação contra febre amarela, que a Bolívia (isso mesmo!) considerava endêmica no Brasil não importando de qual estado era o viajante. Expliquei na alfândega que ninguém tinha me avisado disso, mas foi um parto não ter que cumprir a quarentena.

          Imagine se isto acontecer em outro país. Estaria ferrado.

          E o bloqueio feito ao Dória é por razões que devem ser comprovadas judicialmente. Se forem, ele deve pagar.

          E po fim reconheço o erro do Papa por ter se omitido e o meu por não ter lido corretamente a legenda do post. E 24 ou 28 anos no Congresso não fazem muita diferença no aprendizado.

          E a briga Bolsonaro x Dória não me interessa. Quero ter uma vacina aprovada pela Anvisa e ponto final. Afiinal, se você tiver um filho e for vaciná-lo contra o sarampo (por ex) ninguém vai lhe informar quem produziu o princípio ativo da vacina. Mas para isto bata a aprovação da Anvisa, haja vista a posição do diretor presidente, expressa em entrevista hoje à tarde.

          Um forte abraço.

          • Agora o que me impressiona é o canibalismo no governo.
            Segundo Einstein (baixou num centro espírita) isto prova com sobras a teoria da relatividade geral. As posições mudam com uma velocidade maior que a do som.

            O que fulano disse, é contestado horas mais tarde, re-confirmado também horas depois e finalmente o Bolsonaro vem e passa por cima de tudo, do Ministro Pazzuello, da Anvisa (o Dória não é importante) e deixando inquietos todos os brasileiros que querem a vacina.

            Isso ainda vai acabar no plenário do STF…..

  3. Idiotaria (idiota+doria) precisa explicar se ele vai tomar a vacina. Sugiro que ele e demais membros do governo dele tomem a vacina e se depois de 3 meses eles tomarem a segunda dose pode ser que eu acredite que a vacina é efetiva. até que isso aconteça acredito que a exigencia anterior dele é mais efetiva: Fique em casa (engorde até morrer de infarto).

Deixe uma resposta