3 pensou em “ALÉM DE INÚTIL, É TAMBÉM MUITO PERIGOSO

  1. A princípio parece uma ideia correta esta do passaporte sanitário, pois permitiria o controle das pessoas que entrariam em cinemas, shows, atrações turísticas, estádios de futebol; que teriam uma certificação de “isenção do vírus”.

    Mas aí é que mora o perigo, pois atrás deste controle poderiam vir outros, como: a posição ideológica, o tipo sanguíneo, a opção sexual, predisposição genética, grupo a que pertence.

    Já pensaram se os planos de saúdes tenham acesso à predisposição genética à doenças da população? quem tem predisposição a câncer passaria a ser discriminado.

    A China já faz controle social em sua população. Conforme a nota dada, o cidadão não pode nem se deslocar pelo país, não tem acesso à internet, ou seja, é um cidadão de 2ª classe.

Deixe uma resposta