CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Caro editor fubânico:

Esse Ministro Tarcisio Gomes é de arrombar!!!

O homi não pára e entrega todo dia uma nova obra.

Agora foi um trecho da transposição do Rio São Francisco.

O nosso governador ficou tão puto que nem compareceu ao evento.

Felizmente!!!

Por favor, publique esta postagem do Twitter.

Um grande abraço!

* * *

18 pensou em “WALDEMAR CRUZ – CRATO-CE

  1. Assim fica muito fácilo, pegou uma obra quase pronta, depois de 18 anos de intensos trabalhos e muitíssimo dinheiro aplicado e simplesmente botou uns trocados e está concluindo. Tudo para enganar os bestas. A transposição foi obra iniciada com o estadista Lula, quase pronta no governo Dilma que só não concluiu por foi “golpeada”, portanto todo crédito é do PT e seus estadistas Lula e Dilma.

    • Se for ironia ou não pelo menos o Bolsonaro pega um obra semi pronto e termina. Pior o PT que pega o Brasil do FHC pronto e acaba (no sentido de destruir) com ele

      • Berto ja disse que essa porra de gramática tem tudo que é sinal menos o de ironia! Aí é preciso conhecer a “obra” do indivíduo, no caso eu.
        Detesto de bofe os políticos corruptos e ladrões. O que é o mesmo que detestar o PT e seus satelites!

  2. Muito bem, foram 18 anos de roubalheira, dezoito anos com muito trabalho, realmente, como se pode notar no filme.

    Lula prometeu para 2012, a menos que desse um dilúvio. E não é que deu um dilúvio? De corrupção.

    Gafanhoto é besteira pouca perto do que roubaram.

  3. O cara que nem escrever sabe (FACILO) chama o desdedado e a vaca, de estadistas, um larapio, corrupto e condenado, outro ou outra, assaltanta de banco e crimonosa. é de lascar o cano, só não estão todos presos e com direitos politico cassados, porque, todos já sebem!!!!!

      • Pelo que qualquer um pode constatar no teclado a letra o fica acima do l e pode ser tocada sem querer. Acontece muito aqui.

        • Entretanto se quiser criticar o cara pelo que foi impresso na tela , está escrito fácilo , e não FACILO , sem acento como escrevestes. E larápio pelo que sei ainda leva acento . e assaltanta não sei o que é assim como crimonosa . Espero que também estejas criticando com ironia. As vezes não erramos ,mas os toques nas teclas acontecem e clicamos em publicar sem conferir reler o que escrevemos. Cometo muito destes erros.

  4. Desperdício danado de saliva em governos anteriores… Muitos prometaram e ficaram na promessa. Tarcísio, que prometeu apenas trabalhar pelo Brasil, foi lá e entregou.

    Senhores da Turma do Contra, se cada um de vocês “gastassem seus preciosos tempos” dando uma olhadinha no que ministros do porte de Tereza Cristina, Damares e Tarcísio andam fazendo, vocês passariam a TORCER PELO BRASIL

    Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do governo, VOCÊ é PHODDA!!!

  5. Caro Alfredo,

    Se você olhar bem, tudo o que o governo de Bolsonaro tem feito é concluir as obras deixadas inacabadas pelos antecessores, obras essas que foram abundantemente superfaturadas.

    Depois, cada um que chegava, ou conseguia emplacar algum “ADITIVO DE CONTRATO”, a fim de poder roubar também, ou partia para começar mais uma obra megalomaníaca.

    Sabe porque as obras estão sendo concluídas? Porque não estão roubando! Simples assim.

    Quanto à famigerada transposição, Bolsonaro concluiu só para que possamos constatar, ao vivo e a cores, que essa merda é totalmente inviável economicamente. A água chegará a um preço caríssimo devido ao alto consumo de energia necessário para bombeá-la à altura necessária, e nenhum dos governos estaduais, que se comprometeram a arcar com esse custo, quererá assumir esse ônus pesadíssimo.

    Pode apostar que daí sairá mais um sorvedouro de subsídios estatais demagógicos, a fim de manter no cabresto político uma multidão de 50 milhões de famélicos que decidiram ir morar no meio do deserto, que se reproduzem feito baratas e que não produzem porra nenhuma além de crianças esqueléticas..

  6. Caramba, Nicolai,

    Como foi que adivinhastes que Brás Cubas é meu herói?

    “Não tive filhos! Não deixei a ninguém o legado da minha miséria.”

    O danado é que, quando eu li isso, já tinha três filhos, Que, por sinal, são absolutamente maravilhosos. O problema é o legado da minha miséria, que vou deixar para eles: Um país de merda e entupido de canalhas.

    • Sr. Adônis,

      Brás Cubas hoje, com esse politicamente correto vigente, seria considerado um eugenista enquanto, na verdade, é o mais misericordioso dos homens.

      Eu mesmo me tornei tão misericordioso quanto ele ao longo dos anos. Tinha um desejo hercúleo de me casar e ter filhos lá pelos meus 20 e poucos, mas uns doze, treze anos se passaram e hoje me dou ao luxo que muita mulher não tem: homem, uma vez fértil, só não tem filhos se antes morrer, ou sofrer o trágico destino do menino acreano Rhuan (que Deus o tenha).

      Portanto, tomei como decisão que só terei filhos quando eu achar a mulher digna de ser mãe de meus filhos (uma que não tenha como ídolos Anitta, Pablo Vittar ou a ex-esposa do corno manso Whindersson Nunes que hoje representa muito mal a sua terra, Sr. Adônis) e essa pátria aqui reconquistar a excelência que tivera outrora sob a batuta de D. Pedro II, o último grande estadista que tivemos. Ou caso eu consiga ir embora para algum estado norte-americano conservador, ou um país conservador do leste europeu.

      Até lá, eu implacavelmente “brascubarei”, sem me deixar cair na armadilha de urso de uma xoxota sedutora como a da deusa do lago.

        • “CRÊINDEUSPAI”, SR. ADÔNIS!!!!!!!

          Isso não pode ser verdade!

          Fica até difícil escolher, já que toda escolha requer um sacrifício, conforme ensina a sabedoria nikolaiheliana.

          POR UMA DESSAS DAÍ VOU PLANEJAR MINHA IDA A UCRÂNIA NEM QUE SEJA ASSALTANDO UM BANCO!

          Mas… Passada a euforia… E se isso aí for uma isca para tráfico de órgãos ou coisa igualmente sinistra?

          “Quando a esmola é muito grande, o santo desconfia”, diz uma máxima popular, e ainda não fui canonizado porque Chiquinho me disse que sou de extrema-direita e não atendo aos moldes para integral o rol de santos da Teologia da Libertação.

  7. Eu já estive lá e não é nada disso não.

    É O CÉU!!!!!!!!

    Pena que eu cheguei lá no meio da revolução de 2014. Aliás, tem até um texto meu no JBF, daquela época, relatando minhas peripécias por lá.

    Estou me organizando para voltar lá. Vamos???

Deixe uma resposta