GEORGE MASCENA - SÓ SEI QUE FOI ASSIM

Hoje o mundo relembra o 11 de setembro de 2001, o dia que o terrorismo mostrou sua face mais covarde, matando milhares de inocentes nos ataques das torres gêmeas em Nova Iorque. As duas torres do World Trade Center foram atingidas por um Boeing 767 da American Airlines e outro da United. Nesta data o nome de um saudita ficou famoso em todo o planeta, este terrorista passou a ser o procurado número 1 dos Estados Unidos. O fato ocorreu há 19 anos em Manhatan, Osama Bin Laden foi localizado e morto no Paquistão quase 10 anos depois.

Momento em que o segundo avião atinge a torre do WTC

Os edifícios do WTC atingidos eram conhecidos com “torres gêmeas” e no local hoje existe um memorial e um prédio que é o maior do hemisfério Norte, o One World Trade Center, mas o prédio que eu vou falar hoje é o mais alto do mundo e também tem haver com Bin Laden. Não fica nos Estados Unidos e sim na Arábia Saudita. Os Bin Laden modernos não derrubam mais prédios, muito pelo contrário, estão construindo este arranha céu que será o primeiro edifício a ultrapassar a faixa de 1 km de altura: a Jedah Tower. Será tão alto que ultrapassará as nuvens.

Relação dos maiores edifícios do planeta

Será de uso misto, com apartamentos, escritórios e hotéis. Vai ter também um mirante de 30 metros de diâmetro a 700 metros de altura com parte do piso de vidro para os turistas aventureiros mais corajosos.

Impressionante imagem da parte do Jedah Tower que passa das nuvens

A torre pertence à empresa Saudi Binladen Group, da família Bin Laden. Esses Bin Laden também já ocasionaram a morte de dezenas de pessoas em outra edificação, a Grande Mesquita de Meca, quando um guindaste da empresa caiu matando peregrinos islâmicos. O membro mais famoso desta família é Osama, terrorista saudita morto no Paquistão em 2011 por tropas militares americanas com apoio da CIA.

2 pensou em “VOCÊ JÁ OUVIU FALAR DO EDIFÍCIO DE BIN LADEN?

  1. George, recentemente vi uma declaração da do tinha dele sobre Trump. Eles mudaram a grafia do nome para evitar preconceito. Agora é Bin Ladin

Deixe uma resposta