DEU NO JORNAL

Um ministro do STF, em condição de anonimato, disse a Josias de Souza que a “provável anulação” da sentença que condenou Lula no caso do sítio de Atibaia
seria um “tiro no pé” do petista.

“Confirmando-se a anulação, a sentença terá de ser refeita. Dessa vez, sem a participação de Sergio Moro, que conduziu o processo original, e a juíza Gabriela Hardt, que assinou a sentença. O novo veredicto será proferido pelo atual titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, o doutor Luiz Antonio Bonat. É um juiz rigoroso. As provas são as mesmas. A defesa ganha alguns meses, mas uma nova condenação viria sem a radiação das mensagens vazadas pelo The Intercept e sem a pecha da perseguição política. Será mais difícil de contestar.”.

* * *

Acabei de ligar pro celular da minha querida amiga e conterrânea Gina Catimbozeira, administradora do mais competente terreiro de Palmres.

Encomendei um despacho-praga bem fuderoso.

Ela topou a proposta e me garantiu que vai sair tudo do jeito que eu estou desejando.

Vamos torcer, minha gente!

Deixe uma resposta