DEU NO JORNAL

A quebra de sigilo de pessoas como a secretária Mayra Pinheiro, do Ministério da Saúde, ou o antigo chanceler Ernesto Araújo, pode ser inútil por se tratar de pessoas honestas, mas teria o objetivo de impor constrangimento como forma de “punição”.

“Se a CPI não sabe como investigar um governo que não é acusado de corrupção e nem encontra meios de enquadrar bolsonaristas na prática de crime, resta a alternativa da desmoralização pública”, analisa um experiente jurista em Brasília.

Por não verem sentido na quebra de seus sigilos, Mayra e Araújo recorreram ao STF.

Mas as chances de êxito são remotas.

* * *

A notícia aí de cima fala em “um governo que não é acusado de corrupção“.

Sei não… Tenho minhas dúvidas.

Aqui neste nosso país não existe isso de “governo sem corrupção”

Se algum leitor souber de alguma ladroagem no governo federal, mande aqui pra gente.

Mesmo que seja apenas um indício ou desconfiança.

Garanto que será publicado com destaque.

Conto com vocês.

Deixe uma resposta