A PALAVRA DO EDITOR

Depois de vários meses, hoje irei abrir uma exceção.

Vou sintonizar a Globo.

Após o Jornal Hoje, o colunista fubânico Jessier Quirino, nosso grande poeta, vai nos encantar com suas histórias, poemas e causos.

Vai ser na programação local, da Globo Nordeste.

6 pensou em “VAI SER NA GLOBO

  1. Infelizmente não terei o mesmo prazer. Jamais sintonizarei novamente tal emissora o qualquer de suas afiliadas. Mesmo não sendo evangélico, em termos televisivos, optei pela Record, que optou por uma “programção coronavírica” que busca esclarecer a população sem o clima apocalíptico da emissora do plim-plim. Gosto demais do Jessier, mas desta vez eu passo.

  2. Bolsonaro publicou no seu Twitter de hoje, a mesma advertência feita anteriormente: “Vamos acordar para a realidade. Os governadores e prefeitos paralisam tudo, vão destruir empresas e empregos. Não haverá dinheiro para pagar nem servidor público. Vai quebrar tudo !”

  3. A España volta ao trabalho. A volta de atividade dos serviços essenciais na próxima segunda-feira (13/4/202). Todas as discussões governamentais partiram da premissa que a medida excepcional de confinamento total acabaria depois da Semana Santa.

    A decisão do governo Espanhol foi de voltar ao estágio do primeiro estado de alarma, que começou em 14 de março. O que recomenda o governo de esquerda espanhol: primar el teletrabajo siempre que sea posible y mantener cerrados comercios y establecimientos de ocio donde se congreguen personas, pero reiniciar actividades industriales y laborales (desde una fábrica hasta un despacho de abogados) que fueron suspendidas con la primera prórroga, el 29 de marzo.

    Oficialmente estas novas medidas entram em vigor neste sábado (11/4/2020), os efeitos práticos só serão sentidos a partir de segunda-feira.

    O titular da Saúde, Salvador Illa fez algumas recomendações ao Conselho de Ministros da Espanha: para o retorno dos espanhóis ao trabalho devem priorizar, sempre que possível, o teletrabalho, entradas e saidas escalonadas, guardar distâncias de segurança de ao menos 1 metro e priorizar formas de chegar aos locais de trabalho que permitam manter a distância preconizada.

  4. Também jamais voltarei a acessar a Globo e suas afiliadas. A única exceção será, quando voltar o futebol, para ver jogo do meu time, e se o jogo não for transmitido por outra emissora.

Deixe uma resposta