A PALAVRA DO EDITOR

Ontem fui tomar meu café de final da tarde na padaria da Praça de Casa Forte, aqui perto de casa.

Na hora em que estava chegando, notei este cartaz pregado num poste bem em frente:

Tá escrito lá que Pai Mateus faz “amarração forte para o amor“.

E eu pensei na hora: quero ver é ele fazer uma desamarração bem forte pra arrancar os chifres da testa de Paulo Bernardo…

Mas o que me atraiu mesmo foi o reclame dizendo que Pai Mateus faz “Trabalhos em Geral“.

Ou seja, o cabra cuida de tudo que pode existir em riba da terra e debaixo dos ares do céu. 

Como diz o poema de Jessier Quirino, ele se ocupa “desde atracação de navio até acasalamento de muriçoca

Competente que só a porra!!!!

Já anotei o telefone do baiano, que dá expediente aqui no Recife, pra fazer contato esta semana.

Vou encomendar um trabalho pedindo pra ele fazer baixar duas pragas bem pesadas, bem fortes e bem arrasadoras.

Duas desgraças, assim tipo uma chuva de merda, grossa e fedida, caindo por sobre as cabeças dos componentes do Congresso Nacional e do STF.

É pouquinha gente: 81 no Senado, 513 na Câmara e mais 11 no STF.

Bosta na cabeça de todos.

Vai ser um fedor da porra!!!

Deixe uma resposta