DEU NO JORNAL

Mulher com “Síndrome de Pica” come talco há 15 anos.

Mãe de cinco filhos, Lisa Anderson sofre de um distúrbio alimentar que provoca o desejo incontrolável de ingerir o produto.

* * *

Olhe que eu já vi de tudo que é tipo de síndrome neste mundo.

Até mesmo a Síndrome de Ajumentação, uma doença que faz os portadores votarem em candidatos do PT.

Mas esta tal de “Síndrome de Pica” é a primeira vez que escuto falar dela.

Vôte!!!

Que doença do caralho!!!

Esta notícia foi publicada ontem, terça-feira, no sisudo jornal O Estado de Minas.

Quem quiser ler a matéria completa, é só picar aqui.

Ôpa!

Me adesculpem-me.

Não é picar: é clicar aqui.

3 pensou em “UMA SÍNDROME DO CARALHO!!!

  1. Eu já conhecia essa síndrome e no Brasil foi denominada como Síndrome de “Pega”, porque, considerando que no país tem mais gozador do que patriota, já se sabia onde isso iria parar. Mas no resto do mundo é Síndrome de Pica mesmo. Pica, em latim, ou pombo, em português. mania, ou sintoma de alguém comer algo não nutritivo, ou mesmo perigoso, como os pombos que comem qualquer coisa.
    Aliás, essa história de Pica me fez lembrar um depoimento do Gustavo Franco quando se implantou o real no Brasil e se imprimiu as notas da nova moeda. Segundo o economista, a nota de 50 deveria estampar a figura da piranha – peixe muito comum nos rios do Brasil e a nota de 100 o veado galheiro, símbolo do cerrado. Mas, Franco e a equipe econômica mudaram de ideia quando perceberam que, o sindicato da gozação já estava armando a piada ao pedir no comércio para se trocar um veado por duas piranhas.
    E assim caminha o universo chamado Brasil, sempre rindo e caçoando das suas próprias misérias e desgraças. Podemos até ir para o buraco, mas sempre com uma piada pronta.

Deixe uma resposta