UMA PARELHA AUTENTICAMENTE BANÂNICO-ZISQUERDÓIDE

A unificação da esquerda voltou a ser cogitado por Lula.

A declaração foi feita durante a participação do petista em um evento no Rio de Janeiro.

Marcelo Freixo, pré-candidato à Prefeitura do Rio pelo PSOL, também deu aval para um aproximação ainda maior entre os dois partidos.

Há também uma forte possibilidade do PT integrar uma chapa encabeçada Freixo.

“Vamos restabelecer nossas relações com o PSOL”, afirmou Lula.

* * *

Lula está certo.

Certíssimo.

O bando corrupcional que usa a sigla partidária PT, tem mesmo que estreitar as relações com o bando terrorista que usa a sigla partidária PSOL.

Freicho e Lula são dois tolôtes do mesmo pinico.

Eu adoraria ver uma chapa PT-PSOL concorrendo à prefeitura do Rio de Janeiro!!!

Seria um linda parelha disputando a prefeitura da capital de um estado que já elegeu pra governador figuras como Garotinho, Benedita, Rosinha, Sérgio Cabral e Pezão.

Num é lindo???!!!

Freicho e Lula: uma parelha de psicopatas zisquerdóides do caralho!!!

4 pensou em “UMA PARELHA AUTENTICAMENTE BANÂNICO-ZISQUERDÓIDE

  1. Eu sou carioca, mas estou fóra do Rio desde o desgoverno do Brizola . Os Cariocas SEMPRE elegem o pior, tanto paras
    prefeito como para governador. Basta lembrar as figuras
    grotescas e imorais como Benedita, MAIAS, Garotinho,
    Cabral e tantos outros bandidos disfarçados em políticos
    nobres. Não tem jeito, preparem-se porque eles vão
    certamente eleger o pior, o mais ladrão, incompetente etc…
    Enquanto isso, eu vou ficando aqui no sul SC que é um
    pouco mais tranquilo e tem um pouco menos políticos desonestos
    ladrões, safados. São como as baratas, impossíveis
    de liquidar e existem desde os tempos dos dinossauros.

  2. d.matt, minha história é semelhante a sua: sou carioca, saí do Rio de Janeiro no início deste ano e estou morando no litoral de Santa Catarina.

    Concordo plenamente contigo: o carioca tem uma tradição de escolher maus políticos. Acredito que sejam dois os principais motivos:
    1) A elite pensante, formada por artistas e intelectuais, é predominantemente esquerdista: eles fazem a cabeça dos jovens que não pensam;
    2) A enorme população favelada acredita nas promessas populistas dos políticos esquerdistas, que prometem criar alguma facilidade para regularizar os lotes e puxadinhos. Segundo o Censo de 2010, são 763 favelas onde vivem cerca de 22% da população da cidade.

    Não vejo solução…

Deixe uma resposta