DEU NO JORNAL

Marco Aurélio Mello confessa que Toffoli deu “conotação política” ao STF.

Ministro afirmou que a posse de Luiz Fux, sucedendo Toffoli na presidência do STF, será uma “mudança substancial” na Corte.

* * *

Eu gostei do verbo “confessar” usado pelo redator da notícia.

Uma confissão com o solene fundo latino do mea culpa.

De fato, o militante petralha Tofinho, vassalo e lambe-botas do ex-presidiário Lula, conseguiu um feito que eu achava impossível: botou o STF num nível de bosta mais fundo ainda do que aquele onde a esculachada corte já estava atolada.

Já o fato do ministro Marco Aurélio ter dito que Luiz Fux será uma “mudança substancial”, eu tenho minhas dúvidas.

Sérias dúvidas.

A menos que seja mudança pra pior.

Aí eu acredito.

Para análise dos especialistas fubânicos, fecho a postagem transcrevendo a íntegra desta notícia aí de cima:

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello admitiu que a presidência da Corte sob Dias Toffoli teve conotação política.

“Temos que reconhecer: ele deu uma conotação política muito grande à presidência, o que não havia em minha época. Fui presidente de 2001 a 2003, e a austeridade prevalecia muito mais. O ministro Fux será mais cerimonioso no contato com os chefes dos Poderes”, afirmou Mello em entrevista à rádio Band News, na terça-feira 8, ao mencionar que a posse de Fux será uma “modificação substancial” no STF.

Além disso, Mello condenou declarações de ministros do Supremo que já se pronunciaram fazendo críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

“Bolsonaro foi eleito com quase 58 milhões de votos. E é hoje o presidente dos 211 milhões de brasileiros. Ele tem um mandato que tem de ser cumprido”.

3 pensou em “UMA NOVA BUNDA NA CADEIRA SUPREMA

  1. Marco Aurélio Mello está para sair do STF no ano que vem e quer dar uma lustrada em sua pífia biografia. É tarde.

    Nunca nos esqueceremos da pressão que ele fez na carminha e no toffinho para pautar o julgamento do STF para revogar a possibilidade de prisão após julgamento colegiado em 2ª instância. Também quando quis soltar em uma canetada milhares de presos (assassinos, estupradores, traficantes, assaltantes) que estavam na cadeia após o julgamento do recurso por um colegiado de desembargadores.

    Faz parte do pior STF que já existiu e vai tarde.

    • Nobre Francisco,

      assino embaixo de tudo que você falou.

      Assim como todo esquerdista que sente a imagem pública e reputação se putrefazendo vertiginosamente aos olhos da população de bem, V. Urubuscência “Boquita Voz de Pato”, Marcurélho, nunca almejou fazer algo pelo bem comum.

      Esquerdista querendo fazer o Bem na verdade só está buscando limpar a própria barra e apagar da memória coletiva as próprias cagadas.

Deixe uma resposta