DALINHA CATUNDA - EU ACHO É POUCO!

Mote da colunista:

Não sou mulher melindrada
Sei me posicionar.

Eu tenho meu pensamento
Não nasci pra ser piolho
Como agir eu sempre escolho
Pois tenho discernimento
O discurso que apresento
Faz jus ao meu caminhar
E não venham me atiçar
Pra torcida organizada
Não sou mulher melindrada
Sei me posicionar.

9 pensou em “UMA GLOSA

  1. Que maravilha, Dalinha!

    Em resumo e, em outras palavras, o mote deu o seguinte recado:
    “Não mexa com quem tá quieto”,
    “Não pise nos meus calos”,
    “Cala a boca já morreu”,
    “quem diz o que quer, ouve o que não quer”

    Só que com recheio e cobertura de poesia.

    • Obrigada, André. Eu fico P… da vida com umas campanhas, de quem não tem o que fazer e inventa. E ficam me marcando para eu participar. Principalmente se for contra homem, não participo. Sou filha de um homem, tenho dois filhos homens e fiz os dois com um homem. Não vou entrar em campanhas apenas para não ficar no anonimato.

  2. Dalinha apenas uma vez por semana? Eu acho é pouco!!!!!
    És daquelas que não passam despercebidas nem se enclausuradas em uma burca. Tenho dito!!!!
    Beijo imenso em vosso coração.

Deixe uma resposta